Mais visibilidade e amplitude para dança moderna

Sete dias, 18 oficinas no Rio, 3 em SP, 3 técnicas, 4 professores internacionais, 3 professores brasileiros e 2 bolsas para Nova York. Essa é a nova combinação de números que vai garantir a assertividade e qualidade do sexto Congresso Brasileiro de Dança Moderna, em uma mistura que traz a estrutura já consolidada das outras edições junto com o frescor das novidades. Este ano, o evento vai acontecer entre os dias 13 e 19 de Junho (segunda a domingo) no Centro Coreográfico do Rio de Janeiro e entre 21 e 22 de Junho em São Paulo. Como nas outras edições, também serão oferecidas aulas de música, atividades teóricas de palestras e mesa redonda.

Pra quem achava a carga horária do Congresso pesada, agora não tem do que reclamar: o evento se espalhou mais confortavelmente por 7 dias, tornando possível praticar as atividades teóricas e oficinas práticas com mais calma. Como as palestras e mesas redondas acontecerão na segunda e na terça e as oficinas práticas de quarta a domingo, também será mais proveitosa a absorção e fruição dos conteúdos apresentados.

Apesar da dança moderna ter uma quantidade relevante de ramificações, três delas são consideradas realmente uma técnica, isto é, um conjunto de métodos e conhecimentos consolidados que são capazes de formatar um estilo de dança. São elas: Graham, Horton e Limón. Sendo assim, o evento deste ano continuará enfatizando-as, através do estudo técnico e prático e também pelo lado artístico, por meio dos workshops de Repertório.

Assim como nas edições passadas, o grande chamariz do evento são os professores internacionais. Já consagrados e com incríveis experiências em grandes companhias e escolas do mundo, eles compartilharão esse conhecimento conosco. Manteremos o mesmo elenco do ano passado: Kenneth Topping, ex-primeiro bailarino da Martha Graham Dance Company e ex-diretor artístico da Martha Graham School of Contemporary Dance, ensinará técnica e repertório de Martha Graham. Ryoko Kudo, ex-solista da Limón Dance Company e Pablo Ruvalcaba atual bailarino e professor da Limón Dance Company, ensinarão técnica e repertório de José Limón. Para a técnica de Horton, Bradley Shelver, diretor artístico da Bradley Shelver Contemporary Dance Theater e da Companhia Steps Ensemble, além de professor de escolas como a  Ailey School, vem nos trazer seus conhecimentos.

Além deles, o evento também conta com um time de ponta de professores brasileiros: Andrea Raw Iracema, coréografa, bailarina, professora e diretora artística do evento, ensinará Graham I; Letícia Carmo, professora de dança moderna e dança contemporânea, dará aulas de Introdução à Dança Moderna. E para a aulas de música para bailarinos contará novamente com as oficinas do professor Mateus Xavier, também arranjador e percussionista, que também é diretor do bloco de Carnaval Sargento Pimenta.

Como não poderia faltar, a oportunidade única de bolsas de estudos para fazer aulas em Nova York estarão novamente presentes. Não podemos deixar de reforçar a importância da premiação, por fomentar e estimular o estudo e aprimoramento profissional do brasileiro, através da experiência em renomadas escolas do exterior. Este ano, o IV Prêmio Dança Moderna oferecerá 2 bolsas de estudo, cada uma oferecendo 30 dias em Nova York, em uma das principais escolas de dança moderna do mundo (Ailey School, Martha Graham School ou Limón Institute), com passagem, estadia e ajuda de custo incluídos. A seleção do participante do Congresso é feita pelos professores das técnicas, que escolherão aqueles que se destacarem mais nas aulas, tendo experiência prévia ou não na modalidade. Para participar, é necessário preencher ficha de inscrição, além da comprovação de que já possui passaporte e visto válido para os EUA.

E como mais uma novidade do evento deste ano, residentes de São Paulo também poderão ter acesso à experiência do Congresso sem precisar se deslocar. Acontecerá pela primeira vez uma extensão do evento para a cidade de São Paulo. Nos dias 21 e 22 de Junho (Terça e Quarta-feira), estará no Espaço Viga, com 3 oficinas diárias (aulas de maior duração, com 2 horas cada) e com o espetáculo “Dança Intercâmbio”.

Um movimento interessante do Congresso é o retorno de participantes dos anos anteriores, sempre atrás do contínuo aperfeiçoamento e das novidades das novas edições. O evento todo ano continua cumprindo seu maior objetivo: tornar a dança moderna cada vez mais acessível aos brasileiros, para que em um futuro próximo, possamos ter a mesma qualidade técnica que tanto almejamos ao assistir companhias internacionais contemporâneas.

Inscrições:

Site www.congressodancamoderna.com.br
Email: contato@dancamoderna.com.br
elefones: (21) 99707-4676 / (21) 99088-9427

Datas:
13 a 19 de Junho – RJ
21 e 22 de Junho – SP

Locais:

Centro Coreográfico do Rio de Janeiro – Rua José Higino, 115, Tijuca – Rio de Janeiro

Espaço VigaRua Capote Valente,1323 – Pinheiros – São Paulo

DEIXE UM COMENTÁRIO