Kita e Maldita se apresentam no Solar de Botafogo

Kita e Maldita
Kita e Maldita

Para quem curte o som do grupo Kita ou quer conhecer, não pode deixar de ir ao Centro Cultural Solar de Botafogo, na sexta-feira, 26, quando, a partir das 21h30, vai dividir a noite com os amigos da banda Maldita.

No repertório, Kita, que participou da última edição do programa “Superstar”, da TV Globo, vai apresentar a sua nova música, “Suicide Bombshell”, que estará no próximo álbum, com previsão de lançamento ainda para 2016. O público também terá a oportunidade de ouvir as canções do primeiro EP do grupo, “Twisted Complicated World”.

“Somos amigos dos integrantes da Maldita e há bastante tempo, já ensaiávamos essa parceria. Temos muitos pontos em comum, fugimos do padrão das bandas cariocas e acredito que esse seja o primeiro de muitos shows juntos”, diz a vocalista Sabrina Sanm, que forma o Kita ao lado de Renato Pagliacci (guitarra), Jayme Neto (guitarra) e Guilherme Dourado (baixo).

O grupo surgiu em 2012 e a primeira apresentação foi no festival Maquinaria, na cidade do México, na Arena que tem o mesmo nome do país, e em um dos maiores palcos da América Latina. No evento, dividiram o palco com nomes como Prodigy, Slayer, Marylin Manson, Stonesour, Slash e Deftones, entre outros.

Depois disso, se apresentaram na Argentina e Chile e na volta, lançaram o primeiro EP. No ano seguinte, veio o convite para a primeira apresentação no Brasil. Abriram o show da banda americana Paramore, no HSBC Arena, no Rio de Janeiro.

Neste dia, a banda Maldita lança “Estranhos numa Terra Estranha”, o quarto disco oficial e diferente de seu antecessor “Nero” carrega uma atmosfera melancólica em um cenário urbano referido no disco como “As cidades Amarelas”. “Com uma sonoridade mais limpa, porém não menos pesada que os outros discos, ”EEUTE” é um álbum para ouvir e refletir sobre as nossas escolhas e a imortalidade dos nossos atos” destaca o vocalista Erich Eichner. Com uma estética de filmes de Terror Noir, e músicas como “Fantasmagórico”, “Maldito – Zé do Caixão” , “Filme de terror brasileiro”  e “ A pata do macaco”,  “EEUTE” é a demonstração de um mundo surrealista que poderia ser vista em um livro de ficção cientifica.

Maldita é formada por Erich Eichner e Tone (vocais), Vidaut (bateria), Lereu (guitarra) e Magrão (baixo).

DEIXE UM COMENTÁRIO