Dia Nacional da Arte

Dia Nacional da Arte“Arte é a livre expressão da liberdade. É sonho, criação, comunicação. A arte está presente na vida de todos de alguma maneira, seja por sua prática, quanto uma mera observação. Mesmo sem saber você está fazendo arte”, afirma Caio Nunes, presidente do Sindicato dos Profissionais da Dança do Rio de janeiro.

Por mais que ela seja praticada e apreciada constantemente, nada mais justo que um dia só dela, para celebrar! No dia 12 de agosto é comemorado o Dia Nacional da Arte.

Com muito orgulho ao falar dessa data, Caio afirma que não tem como se esquecer do último acontecimento que marcou a classe artística: uma nova lei que estabelece a arte como disciplina obrigatória no ensino básico.

Há alguns anos se é discutido sobre a obrigatoriedade ou não da arte como disciplina na educação brasileira. Enfim, no dia 3 de maio deste ano, foi publicada a Lei nº 13.278/2016que inclui as artes visuais, a dança, a música e o teatro nos currículos dos diversos níveis da educação básica no Brasil.

A nova lei altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB — Lei 9.394/1996), e estabelece o prazo de cinco anos para que os sistemas de ensino promovam a formação de professores para atuar no ensino infantil, fundamental e médio, tanto das escolas públicas como privadas do país.

Muitos questionam o porquê dessa obrigatoriedade, do tipo: como a disciplina de arte ajudará a criança no seu futuro, para o mercado de trabalho? Muitos acham tal disciplina sem valor, ao compara-las com matemática, língua portuguesa, história e outras.

Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais da Arte, autores formularam princípios inovadores para o ensino de linguagens artísticas com a confluência da antropologia, filosofia, psicologia, psicanálise, crítica de arte, psicopedagogia e das tendências estéticas da modernidade.

Tais princípios reconheciam a arte da criança como manifestação espontânea e auto expressiva: valorizavam a livre expressão e a sensibilização para a experimentação artística como orientações que visavam ao desenvolvimento do potencial criador, ou seja, eram propostas centradas na questão do desenvolvimento do aluno.

A meta é que em até 5 anos todas as escolas públicas de educação básica no país tenham a disciplina arte no currículo regular. Dados do Ministério da Educação, apontam que até o ano de 2014 existiam 149.098 escolas públicas de educação básica, e dessas, 75,2%, que totalizam 112.096, ministravam a disciplina de arte. O objetivo é 100%.

Dessa forma vemos que a importância da arte não só como divertimento, mas como sendo formação de um indivíduo.

Serviço:

SPD/RJ – Av. Presidente Vargas, 583 – Salas 2206/2207 – Centro | Rio de Janeiro. Tel.: (21) 2224-5913 | (21) 2531-7541 – E-mail: contato@spdrj.com.brhttp://www.spdrj.com.br/

DEIXE UM COMENTÁRIO