Jorge Larrosa realiza curso e conferência na Cidade das Artes

Palestra terá participação do artista visual Carlos Vergara

Jorge Larrosa
Jorge Larrosa

No dia 26 de setembro, o espanhol Jorge Larrosa, professor de Filosofia da Educação na Universidade de Barcelona, apresenta na Cidade das Artes a conferência gratuita “Um Saber Realmente Útil”, sobre o que pode significar o aprendizado de artes no ensino básico, com participação do artista visual Carlos Vergara. Nos dias seguintes, de 27 a 29 de setembro, o prestigiado acadêmico ministra o curso “Tempos, espaços, materialidades e sujeitos no trabalho artístico e educacional”, sobre a arte e a educação na construção de sujeitos.

O título da conferência “Um Saber Realmente Útil” foi uma apropriação feita por Larrosa do nome de uma exposição do Museu Reina Sofía, na Espanha, cujo tema era um debate que ocorreu na Inglaterra, durante a Revolução Industrial. Operários defendiam que seus filhos aprendessem o mesmo que as crianças burguesas na escola – incluindo artes e outros assuntos que não eram considerados “úteis” para o trabalho.

Quase dois séculos depois, num ponto de virada para o ensino no Brasil com a definição da Base Nacional Comum Curricular, Larrosa quer retomar o debate e ressaltar como a formação do sujeito também se dá no campo simbólico. A conferência tem, entre seus tópicos, a importância do ensino da arte e da postura em relação a esse aprendizado, visto muitas vezes como supérfluo, ou complementar, no currículo escolar.

Já no curso “Tempos, espaços, materialidades e sujeitos no trabalho artístico e educacional”, o educador levanta a questão da construção de sujeitos em um ambiente tão hostil quanto o espaço urbano, onde a constante capitalização destrói os fatores fundamentais para esta tarefa: tempo, espaço e subjetividade. E vai além: questiona como construir sujeitos a partir de uma perspectiva de igualdade. Para isto, o acadêmico se baseia em textos de Michel Foucault, Iván Illich, Vilém Flusser e Martí Peran.

Jorge Larrosa
O extenso currículo de Larrosa inclui um doutorado realizado na Universidade Paris-Sorbonne e no Instituto de Educação da Universidade de Londres. Para entender a relação entre experiência e linguagem, subjetividade e educação – tema central de sua pesquisa –, o acadêmico trabalha frequentemente com expoentes das artes visuais e cênicas, além de mediadores culturais. Os projetos artísticos e culturais de que participou no Brasil incluem a 29ª e a 31ª Bienais de São Paulo, além de montagens teatrais como “Ensaios Ignorantes”, no SESC Interlagos (2011), e “Palavra Muda” (2013), nos quais participou da curadoria, e da direção do Laboratório Mais Diferenças de Experimentação e Educação e Cultura Inclusiva, em São Paulo desde 2013.

Além de quase uma centena de artigos em revistas, o acadêmico tem livros publicados na Espanha, França e em vários países da América Latina. Como editor, dirige três coleções de livros: “Pedagogia”, na editora Laertes (Barcelona, Espanha); “Educacão: novas  linguagens”, da editora Miño y Dávila (Buenos Aires, Argentina); e “Educação e experiência”, na editora Autêntica (Belo Horizonte, Brasil).

Serviço:

Conferência “Um Saber Realmente Útil”

Data e hora: segunda-feira, 26/09, das 15h às 17h
Local: Sala de Leitura da Cidade das Artes – Av. das Américas, 5300
Evento gratuito. Inscrições pelo e-mail saladeleitura@cidadedasartes.org ou pelo telefone (21) 3325.0448 (terça a domingo, das 10h às 18h) 

Curso “Tempos, espaços, materialidades e sujeitos no trabalho artístico e educacional”

Data e hora: terça, quarta e quinta-feira, 27 a 29/09, das 1h às 17h
Local: Sala de Leitura da Cidade das Artes – Av. das Américas, 5300
Custo: R$300,00 – Vagas limitadas

Inscrições pelo e-mail saladeleitura@cidadedasartes.org ou pelo telefone (21) 3325.0448 (terça a domingo, das 10h às 18h)