Jam Session de Montreux no Brasil pela primeira vez

Duo Léo Gandelman & Eduardo Farias
Duo Léo Gandelman & Eduardo Farias

Nos dias 20 e 21 de novembro acontece a 1ª edição da Jam Session de Montreux no Brasil, no Rio de Janeiro. O Festival traz uma mistura de ritmos brasileiros e internacionais, como: jazz, blues, rock, música clássica, bossa nova e MPB. O evento, que já acontece desde 2012 na Suíça, já teve a participação de Alcione, Gilberto Gil, João Donato e Jaques Morelenbaun. A primeira edição nacional do evento conta com nomes como Spencer Chaplin (neto de Charles Chaplin) e Marc Sway, além dos brasileiros: Sandra de Sá, Armandinho Macedo, o Duo Léo Gandelman & Eduardo Farias, entre outros.

A Jam Session de Montreux no Brasil é idealizada pela produtora Joelcia Gerber, baiana que mora há 15 anos na Suíça. Desde que mudei para região de Montreux, me senti inspirada por toda essa energia musical. Esse cenário, a saudade do meu país e o interesse local pela cultura brasileira me motivaram a criar a Jam Session de Montreux. É um grande orgulho poder voltar ao Brasil e levar um pouco da história do Festival, já consagrado na Suíça, afirma Joelcia.

Os shows da Jam Session de Montreux no Brasil acontecem no Miranda, casa de eventos do Rio de Janeiro, que recebe shows de grandes nomes da música nacional e internacional.

Marc Sway
Marc Sway

Sobre a Jam Session de Montreux
O Festival acontece desde 2012 e leva para as ruas da cidade suíça a pluralidade da música brasileira.  O evento anual reúne músicos suíços e brasileiros, que levam para a Montreux os mais variados estilos de música. A última edição (2015) contou com a participação de Seu Jorge, Mariene de Castro, Quabales e Marivaldo Du Stomp.

Site oficial: http://www.jamsessiondemontreux.com/

Facebook: https://www.facebook.com/Jam-Session-Open-Air-Montreux-468027513226003/timeline/

Sobre os Músicos participantes da Jam Session de Montreux no Brasil:

Marc Sway – cantor suíço, com carreira consolidada no mercado americano e europeu (quatro álbuns lançados). Sway é um fecundo vocal multieclético nas suas influências musicais e artísticas, dialogando com o rock até o samba.

Spencer Chaplin – o músico suíço é neto do Charles Chaplin. Desde a adolescência sofreu influência de uma infinidade de grupos de Brit-Pop, do Blues e seus derivados.Tem um repertório de Standards Blues, rock, rock’n roll e rythm and Blues.

Katerina Polemi – Londrina com formação pela Berklee College of Music (EUA), Katerina é jazzista essencialmente, tendo se apresentado no Carnegie Hall, no Symphony Hall (EUA), Auditório Stravinsky (Montreux- Suíça) e no Megaron Mousiks Garden (Grécia). Compõe trilhas musicais para Teatro e Cinema.

Duo Léo Gandelman & Eduardo Farias
Leo Gandelman – O saxofonista é admirado pelo grande público, jovem, pop e pelos fãs de MPB. Seu nome é associado à excelência e ao virtuosismo da música de concerto, em performances como solista de orquestras consagradas e em recitais de câmara. Eduardo Farias é pianista e multi-instrumentista. Atua também como produtor musical, arranjador e orquestrador, além de possuir sua própria escola de música, onde leciona vários instrumentos e prática de grupo. Seu leque de instrumentos inclui, além do piano, baixo, bateria, saxofone, flauta, clarinete, acordeom, violão e guitarra.

Octávio Liochi- Cantor, músico e compositor iniciou seus estudos musicais aos 9 anos. Apaixonado pela Bossa Nova e pela MPB, fez dos palcos suíços e vizinhos a sua residência artística. Na sua história musical naquele país já dividiu palco com artistas como Jacques Morelenbaum, Armandinho Macêdo, Joao Donato e outros.

Sandra de Sá– cantora e compositora brasileira, expoente da música popular brasileira, com densa herança da Black Music mundial. Filha e baterista e nascida em Pilares, circundou a base dos gêneros musicais brasileiros (Samba, Funk, MPB e etc.) com grande desenvoltura, além de excelentes interpretações que marcaram o cancioneiro contemporâneo.

Armandinho Macedo – filho do criador do Trio Elétrico, o grande projeto popular de democratização do som carnavalesco, Osmar Macedo, Armandinho é um instrumentista baiano, com uma ininterrupta e reconhecida trajetória musical que em 2015 completa 51 anos. Em 1969, aos 15 anos gravou seu primeiro LP de música instrumental.  Além de ter divulgado o som internacionalmente o som da sua guitarra baiana, o músico é exímio bandolinista. O músico já teve duas indicações ao Grammy Latino por seus álbuns gravados.

Armandinho e Spencer Chaplin
Armandinho e Spencer Chaplin

SERVIÇO:

Jam Session de Montreux no Brasil

Rio de Janeiro: 
Data: 20 e 21 de novembro – sexta-feira e sábado
Horário: 21h30 – abertura da casa: 20h
Local: Miranda
Endereço: Espaço Lagoon – Avenida Borges de Medeiros, 1424 – Piso 2 – Lagoa – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2239-0305
Setor Um Tom Acima: R$ 100,00
Setor Notável: R$ 80,00
Setor Sustenido: R$ 60,00 

Show Dia 20:
Duo Léo Galdeman & Eduardo Farias
Katerina Polemi
Octavio Liochi 

Show Dia 21:
Spencer Chaplin
Armandinho
Marc Sway
Sandra De Sá

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui