Internet: fazer a diferença não sai de graça

* Anderson Gomes 

Sendo empreendedor da área digital há mais de sete anos, já atuei em mais de 600 projetos digitais. E um problema que sempre procurei combater é a ideia criada de que “tudo que está a internet tem que ser de graça ou por um valor irrisório”. Sim os produtos e serviços comercializados pela web tem uma tendência de ser mais barato, mas não (quase de graça ou) de graça. Este tipo de equívoco mental só faz com que os envolvidos percam muito dinheiro. Exemplos não faltam: 

Site: Mesmo que desenvolvido e utilizado sob plataformas open source (WordPress, Joomla, Drupal, Magento, Opencart, entre outras) existe um trabalho profissional para customizar, configurar e personalizar, conforme a necessidade de cada empresa. Profissionais da área devem sempre estudar, se ‘especializar’ todos os dias, pois existem novas formas, tecnologias, mudança de algoritmos surgindo a qualquer momento. E um site bem desenvolvido e preparado para vender (e-commerce) vai fazer com que a sua empresa fature mais e fortaleça a sua imagem no mercado. Então, querer economizar demais aqui pode ser o primeiro passo rumo a falência.

Lembrando que o site é seu e você pode alterar a qualquer momento. Diferentemente do que ocorre com plataformas alugadas ou de redes sociais, onde você tem que seguir as regras deles, e que podem mudar a qualquer momento, sem consulta prévia. Isso faz com que você perca espaço do dia para a noite. Defendo que toda a comunicação digital deve ser apontada para o seu site!  

Marketing digital: O marketing digital fez com empresas de pequeno porte pudessem impactar pessoas do mundo todo, com um investimento muito menor (antigamente isso era impossível), mas o mesmo precisa ser feito com cuidado. Você pode ficar em maus lençóis e criar uma imagem negativa da sua empresa, que pode se espalhar rapidamente. O trabalho será reverter esse prejuízo de imagem, pois é demorado e muito custoso. 

A dica aqui é: Contrate profissionais que estejam focados em entregar resultados. Conheça bem as técnicas de comunicação digital e que possuam metodologias já testadas e aprovadas. Não existe milagre e, sim, trabalho de profissionais competentes e focado em gerar resultados. 

Redes Sociais: São ferramentas que estão no cotidiano das pessoas e devem ser utilizadas em em estratégias de marketing digital, mas não devem ser a única solução. Redes sociais ajudam a criar autoridade e gerar tráfego, além de aproximar a sua empresa de seus clientes. A dica aqui fica para você utilizar elas como uma parte da estratégia de cross-marketing (como meio e não fim). Com grande poder de viralização devem ter uma comunicação alinhada com a do seu público-alvo e os anúncios devem sempre direcionar para uma página de conversão. Esqueça métricas de vaidade aqui. Não adianta ter uma fanpage com milhões de seguidores e não gerar vendas. 

Buscadores (SEO): Estratégia fundamental para as empresas que realmente querem resultados, por meio da web. Para isso, precisará de um consultor que ajude a colocar e manter o seu site nos primeiros resultados de busca (tráfego orgânico). Esta ação ajudará, inclusive, a baratear o ‘custo por clique’ (CPC) de suas campanhas de Adwords (anúncios pagos nos buscadores). Antes de iniciar qualquer ação para os buscadores eu indico que faça uma análise de seu site com um profissional qualificado, para que ele aponte quais são os itens que precisam ser melhorados em seu site. Desta forma, você evitará o desperdício de dinheiro e os resultados virão mais rapidamente e serão duradouros. Importante não é só chegar e sim, manter-se no topo dos resultados. Para isso é necessário um acompanhamento diário. 

Vídeos: Os vídeos são os que tem maior taxa de engajamento e conversão no mundo online. Com eles é possível se comunicar de forma direcionada e aproximar-se mais de seus clientes. Servem para vender, construir autoridade, ensinar e gerar mais tráfego para o seu site. Crie canais de sua empresa no YouTube e Vimeo, promova seus vídeos. No Facebook, suba o vídeo direto para sua fanpage ao invés de compartilhar o link do Youtube. Esta simples ação aumentará o seu alcance de público. Aproveite e crie vídeos de 15 segundos para o Instagram, sempre com um call-to-action, e veja o resultado. 

Lembre-se de que a falta de um profissional qualificado para cuidar da imagem da sua empresa, no mundo online, pode custar muito caro. Então, ao invés de contratar o “sobrinho” ou o programador, social media, consultor, web-designer mais barato, contrate quem é especialista e que pode gerar resultados para você e sua empresa. Depois não diga que não foi avisado, hein! Contrate valor e não preço, resultado é fundamental. 


* Anderson Gomes – Especialista em Vendas Online é formado em Administração de Empresas pela Faculdade Mackenzie e Pós-graduado em Marketing Estratégico pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV/SP). É Diretor de Empreendedorismo da Abradi-SC, Founder das Startups: Daily Baby, Daily Pet e Co-Founder na Casa Polida. Membro organizador do Startup Weekend 2014 Florianópolis e palestrante de empreendedorismo. http://andersongomes.com.br

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui