Exposição jogos do Sul no Hélio Oiticica

Foto: Romy Pocztaruk / ​Ruínas olímpicas de Sarajevo

Rap em Guarani, Cabo de Guerra Robótico, Futebol, 32 tabuleiros de Xadrez, Estilingue, Maratona Infinita pela cidade, Arco e Flecha. Estas são algumas das obras que serão apresentadas pelo time de artistas que farão parte da mostra Jogos do Sul, no Centro de Artes Helio Oiticica, a partir de 3 de agosto. A exposição pretende provocar uma reflexão sobre o chamado “modelo olímpico”, formado pelo binômio “beleza atlética x massa feliz”. 

 

Ao entrar na exposição o público vai se deparar com uma escultura eletrônica criada por Paulo Nenflidio, que simula, por meio de uma estrutura robótica, as forças centrífugas despendidas em uma disputa de cabo de guerra. É no encontro dessa tensão que o espectador inicia sua visita, em meio à sedução do aparato tecnológico e à violência que ele sugere. Atitude que segue nas fotografias de Romy Pocztaruk, com belas imagens das ruínas olímpicas de Sarajevo.

 

A dupla Igor Vidor e Guilherme Teixeira busca, através da dimensão poética de jogos e esportes de ação, desafiar o público com experiências corporais que envolvem risco, colaboração e ludicidade, com humor e crítica. Em “Exercício de Meditação”, o espectador vai mirar massa de modelar colorida e disparar com estilingue em silhuetas de madeira. Um trabalho participativo apropriando-se do conceito da “brincadeira infantil” como metáfora de uma agressão social.

Serviço: 
Exposição Jogos do Sul
Vernissage: 03/08 – 17 às 20h
Duração: 03/08 a 22/10
Local: Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica
Rua Luís de Camões, 68 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20051-020
Telefone: (21) 2242-1012 / 2232-4213
Horário de funcionamento:
Segunda, quarta e sexta de 12 às 20h
Terça, quinta e sábado de 10 às 18h
Curadoria: Alfons Hug e Paula Borghi

DEIXE UM COMENTÁRIO