Inclusão no Circuito Cultural Cidade Olímpica

DivulgaçãoParadinha Cerebral, em cartaz até o dia 29 de setembro no Teatro 2 do Fashion Mall, faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos selecionados pela Secretaria Municipal de Cultura (RJ) para fomentar a cultura na cidade. A expectativa é que os turistas que estiverem no Rio aproveitem não somente os esportes, mas também a cultura carioca.

Paradinha aborda o fim do preconceito e a inclusão. A história  se desenvolve a partir de uma entrevista ficcional com um ator paralisado cerebral. A dramaturgia original criada por Iuri Saraiva foi baseada nas experiências de Cassiano Fernandez, que possui paralisia,  e Mirna Rubim, cantora lírica e atriz, que na vida real é sua professora de canto. A temporada acontecerá às quartas e quintas, às 21h30. A peça terá acessibilidade para pessoas com deficiência visual e auditiva (audiodescrição e interpretação em LIBRAS)  nos dias 25 de agosto e 15 de setembro.

A Lavoro Produções, responsável pela produção da peça, também  será responsável pela audiodescrição ( em inglês e português) da abertura (dia 5) e encerramento ( dia 21) das Olimpíadas e também nas Paraolimpíadas no dia 7 de setembro. A produtora é referência em acessibilidade, por ter introduzido a audiodescrição em eventos culturais no Brasil em 2003, no Festival Assim Vivemos.

DEIXE UM COMENTÁRIO