Ieda de Oliveira estreará na literatura adulta durante o Printemps Littéraire Brésilien

No Lycée International de Saint-Germain-en-Laye - Paris, mar 2015

A escritora carioca Ieda de Oliveira, conhecida por sua obra teórica, ficcional e musical voltada para o público infanto-juvenil, fará sua estreia na literatura adulta, com o lançamento da antologia ‘Olhar Paris’, este mês, durante o Printemps Littéraire Brésilien. Na Europa, ela também participará de eventos em instituições públicas e culturais, onde apresentará suas últimas obras – ‘Folclore em versos: Delícias do Brasil’ (editora Zit), ‘As aventuras do Gato Marquês’ (editora Globinho) e ‘As cores da escravidão’ (editora FTD) – e participará de discussões acerca da literatura brasileira.   

Organizado por Leonardo Tônus e editado pela Nós, de Simone Paulino, ‘Olhar Paris’ será lançado dia 25, na Embaixada do Brasil em Paris, e dia 1° de abril, na Embaixada do Brasil em Berlim, com a presença dos escritores que contribuíram com crônicas, trechos de romances, fragmentos de diários, imagens e contos, entre eles ‘Paris Bordeaux’, escrito por Ieda: “Será uma honra estrear na literatura adulta ao lado de nomes consagrados como Marcelino Freire, Sérgio Rodrigues e outras feras _ disse Ieda, revelando que a escritura de sua primeira obra para o novo público já está em andamento. “Estou experimentando um trabalho de natureza diferente e a sensação de liberdade é grande, porque do outro lado estará um adulto, não uma criança. Com base numa pesquisa histórica, em que viajo entre as décadas de 30 e 70, mais uma vez parto de documentos, como fiz em ‘As cores da escravidão’”.

Pós-doutora em Análise do Discurso pela Université Paris XIII, doutora em Literaturas Comparadas pela USP e mestre em Letras pela PUC-RJ, Ieda de Oliveira tem 25 livros publicados. ‘As cores da escravidão’, uma das obras que apresentará ao público em Paris e Berlim, está no catálogo White Ravens 2014, no qual constam os melhores lançamentos infanto-juvenis do mundo de 2013, bem como na 7ª edição da Machado de Assis Magazine. Por outras publicações, recebeu também o Prêmio José Guilherme Merquior de Crítica Literária, o Prêmio Adolfo Aizen de Literatura Infantil e o Prêmio Alice da Silva Lima de Teatro Infantil. Vários de seus livros foram ainda laureados com o selo ‘Altamente Recomendável’ da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e adquiridos pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE) e pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD).

AGENDA:

23/03 – evento na Embaixada do Brasil, em Paris, onde apresentará sua mais recente obra, ‘Folclore em versos: Delícias do Brasil’ ;

25/03 – participação da mesa ‘Le Brasil, un pays raciste?‘, na Université Paris-Sorbonne, com Jesse Andarilho e Marcelo D’Salete, em francês e português; e lançamento do livro ‘Olhar Paris’, na Embaixada do Brasil, com a presença dos escritores;

29/03 – visita à Ecole Anatole France, em Paris, onde Ieda deverá apresentar suas últimas 3 obras (‘Folclore em Versos: Delícias do Brasil’, ‘As aventuras do Gato Marquês’ e ‘As cores da escravidão’);

01/04 – em Berlim, lançamento do livro ‘Olhar Paris’, na Embaixada do Brasil, com a presença dos escritores;

02/04 – também em Berlim, encontro no Max und Moritz, para discussão do tema ‘Uma nova literatura brasileira?’, com Ieda, Susana Fuentes, Lúcia Bettencourt e mediação de Antonio Salvador.

DEIXE UM COMENTÁRIO