I Love Rio: Projeto inédito apresenta uma cidade jamais vista

  • Internautas terão acesso a milhares de fotos
  • Projeto apresenta detalhes sobre o Rio que ainda são desconhecidos dos próprios cariocas
  • Pesquisas que duraram 10 anos esclarecem dúvidas e apresentam documentos sobre todos os temas que envolvem o Rio Conhecer para se apaixonar! É a partir dessa afirmação que uma equipe integrada por cidadãos de oito nacionalidades, em escritórios nos Estados Unidos e Brasil, trabalharam durante dez anos para criar o projeto I Love Rio (www.iloverio.com [1]).

Sites adicionais
Em antecipação ao portal principal, que será lançado em julho, sites adicionais já estão disponíveis para o acesso em 70 idiomas, oferecendo uma introdução para a cidade e acesso a dezenas de fotos exclusivas.  O portal completo será apresentado em inglês, com mais de 40 mil páginas. “O nosso foco vai muito além do turismo, queremos mostrar ao mundo os pontos que o Rio de Janeiro tem de melhor. O portal oferece um guia cultural da cidade, interpretando cada um dos aspectos que tornam o Rio um destino turístico único, aumentando a compreensão e a consequente apreciação por todos os que nos visitam e também e pelos que não terão condições de viajar até o Rio”, explica Riccardo Giovanni, criador e responsável pelo portal. 

Parcerias
O I Love Rio tem parcerias com 16 cidades do Estado do Rio como Búzios, Paraty, Petrópolis e Macaé. O novo portal conta, ainda, com os apoios de várias instituições, referências na área de Turismo e Cultura, como Embratur, Riotur, Secretaria Municipal de Cultura e Turisrio e foi concebido para apresentar globalmente as características do Rio de Janeiro, trazendo detalhes que permitem a compreensão sobre hábitos e tradições. “Um dos propósitos do I Love RIO é transmitir ao mundo os sentimentos, do orgulho ao amor, que os brasileiros têm pelo Rio de Janeiro, mostrando a capital fluminense e o Estado do Rio de uma forma completa, inédita, única”, destaca Riccardo.

Portal
No I Love Rio, com 16 áreas principais e mais de 400 subdivisões, é possível, por exemplo, conhecer todos os bairros do Rio de Janeiro em detalhes, com características, destaques e peculiaridades. As praias são classificadas a partir do perfil dos frequentadores como  “família”, “natureza”, “noite” e “VIP”. “O I Love Rio é facilmente  visualizado de computador ou tablets. É um portal de fácil navegação, apresenta informações claras, bem divididas e menus que se desdobram em novas divisões, mas que possibilitam um retorno de forma simples ao ponto inicial”, conta Riccardo.  O I Love Rio vai oferecer um portfólio de revistas e livros direcionados para brasileiros e estrangeiros, vários sem qualquer custo adicional para consulta.

Restaurantes, parques e esportes
Os restaurantes, por exemplo, estão listados a partir da culinária que oferecem, com a história de como e quando aquela cozinha específica chegou ao Rio. Além disso, os locais para a prática esportiva são apresentados a partir das trajetórias dos esportes, bem como dos atletas cariocas famosos e/ou campeões.  O mesmo princípio é aplicado aos bairros e favelas. É explicado o contexto histórico e assim são apresentados outros aspectos da cidade. Os parques, mais de 30, também ganharam espaço no portal. 

Os internautas poderão conferir a importância e as características de cada um deles. As mais famosas formações rochosas não foram esquecidas e o Pão de Açúcar, o Morro Dois Irmãos e a Pedra da Gávea têm destaque no I Love Rio. Todos os temas abordados no I Love Rio vêm acompanhados das informações necessárias para que possam ser obtidos mais dados, sempre a partir de fontes confiáveis e qualificadas, incluindo trabalhos acadêmicos, estudos oficiais do Governo e estatísticas.

“Para as pessoas que não podem visitar o Rio, devido a razões logísticas ou econômicas, foi criado um conjunto de sites complementares e resumidos,  com imagens em oposição ao conjunto habitual de fotos, nem sempre positivas, que aparecem a partir de buscas na internet.  Além disso, são apresentados traços marcantes do comportamento carioca que fazem toda a diferença para quem visita a cidade. O nosso conteúdo é totalmente original e as informações são extremamente qualificadas, o que faz do I Love Rio uma iniciativa única em todo mundo e uma referência internacional”, explica Riccardo.

Temas
Entre os temas que podem ser encontrados estão turismo, cultura, gastronomia, estilo de vida, música, moda, esportes, história, negócios e cidades do estado. Outros pontos interessantes e que merecem destaque são os “chamados tópicos para não mexer”, temas delicados para se comentar com os moradores da cidade; o conteúdo original produzido a partir de seis anos de cobertura do Carnaval; um guia dos grafites da cidade, além de indicações de filmes e rodutos e de um banco com dezenas de dissertações produzidas em universidades cariocas. “Nós temos coisas sensacionais como a cobertura fotográfica dos grandes eventos da cidade como Réveillon visto por vários ângulos, inclusive do mar, Jornada Mundial da Juventude, Copa do Mundo e os desfiles de Carnaval. E o que é inédito, do ponto de vista das pessoas que participaram”, adianta Riccardo. No caso do Sambódromo, o trabalho é extremamente minucioso e oferece aos interessados informações como o que é possível ver de cada área (frisas, arquibancadas e camarotes), de cada setor e em cada escola de samba.

Favelas
O I Love Rio traz ainda 1000 páginas sobre as comunidades cariocas, as favelas. Em várias delas, a origem dos nomes é explicada, a infraestrutura oferecida é apresentada, a localização e as características marcantes, entre outras informações, são disponibilizadas. Segundo Riccardo Giovanni, a organização das informações foi sem dúvida a parte mais difícil do trabalho. É uma infinidade de dados, que serão constantemente atualizados e aprofundados. 

Atrações
O trabalho é tão detalhado que são apontados, mês a mês, as atrações que o Rio de Janeiro e várias cidades no Estado do Rio de Janeiro, o tipo de gastronomia encontrada nos restaurantes, as atrações das cidades do entorno, curiosidades sobre a personalidade do carioca, sugestões de roteiros para diferentes tempos de viagens.

DEIXE UM COMENTÁRIO