HQ inédita do premiado Joe Kubert mostra o sofrimento de um editor na Guerra da Bósnia

Quadrinista legendário conta, em Fax de Saravejo, os dramas vividos por Ervin Rustemagić em um dos conflitos mais longos e sangrentos dentre as guerras modernas

CapaFeito pela lenda dos comics norte-americanos Joe Kubert, Fax de Saravejo é um raro registro de jornalismo em quadrinhos publicado pela primeira vez no Brasil pelas editoras Via Leitura e Levoir. O lançamento oficial da graphic novel ocorre durante a 24ª Bienal do Livro de São Paulo.

Conhecido por trabalhar com personagens como Batman, Flash, Gavião Negro, Tarzan, Motoqueiro Fantasma e outros heróis famosos, Kubert registra nesta obra os horrores vividos pelo editor Ervin Rustemagić, sua esposa e seus filhos durante o Cerco de Saravejo, iniciado em abril de 1992. Ninguém podia deixar a cidade sem arriscar cair nas mãos de patrulhas ou franco-atiradores sérvios.

Depois de ter a casa nos subúrbios de Dobrinja bombardeada e de perder seu lar e seus bens – incluindo uma vasta coleção de originais de grandes desenhistas do mundo todo –, Ervin e sua família buscam a sobrevivência de abrigo em abrigo na cidade devastada. O editor de quadrinhos consegue se comunicar com o exterior apenas por mensagens via fax, nas quais conta o horror da guerra e do genocídio em solo europeu, que resultou na morte de milhares de bósnios.

Um dos destinatários desses faxes irregularmente enviados foi o laureado quadrinista Joe Kubert, que decidiu narrar, a partir dos relatos e das imagens enviadas, os dois anos e meio de privações e medo pelos quais passaram Ervin e sua família, que escaparam da guerra fugindo para a Eslovênia.

Publicada originalmente em 1996 pela Dark Horse, nos Estados Unidos, a HQ inédita no Brasil rendeu ao já renomado desenhista – que fez história com seus desenhos na DC e na Marvel – alguns dos maiores prêmios mundiais dos quadrinhos, incluindo o Eisner, o Harvey e o prêmio de melhor álbum internacional do Festival Internacional de Angoulême, na França.

Adaptada pelo editor e jornalista Sidney Gusman, um dos mais consagrados especialistas em quadrinhos no Brasil e ganhador de diversos troféus HQ Mix – maior premiação do quadrinho nacional –, a edição inaugura o selo HQ Quadrinhos Via Leitura e também é o primeiro resultado da joint venture entre a editora brasileira Edipro e a portuguesa Levoir.

Sobre o autor: Joe Kubert (1926 – 2012) é considerado um dos mais importantes artistas dos comics norte-americanos. O quadrinista fez história com seu trabalho em títulos como Tor, Tarzan, Sargento Rock e Gavião Negro, além de ter desenhado ícones dos quadrinhos de super-heróis como Batman e Flash, para a DC Comics, e Motoqueiro Fantasma e Justiceiro, para a Marvel. É reconhecido, ainda, como o primeiro artista norte-americano a ser convidado para desenhar uma história de Tex, fumetti italiano sobre o Velho Oeste que é, até hoje, um dos quadrinhos mais cultuados no mundo. Seus filhos, Adam e Andy Kubert, herdaram a profissão do pai atuando hoje como desenhistas das gigantes americanas Marvel e DC. Joe deixou, ainda, outro legado: a Joe Kubert School of Cartooning and Graphics, renomada escola de arte e histórias em quadrinhos dos Estados Unidos, que formou alguns dos grandes artistas de comics atuais.

Adaptação à edição brasileira: Sidney Gusman adaptou a tradução portuguesa para o português brasileiro. Ele é um dos mais reconhecidos jornalistas especializados em histórias em quadrinhos do Brasil, além de ser, atualmente, editor da Mauricio de Sousa Produções, responsável pelas HQs da Turma da Mônica. É também o editor-chefe do Universo HQ, o principal site especializado no assunto no país. Com seus livros e trabalhos sobre quadrinhos, já recebeu mais de duas dezenas de prêmios no Troféu HQ Mix, o maior reconhecimento dos quadrinhos nacionais.

Ficha Técnica:
Editora: Via Leitura
Assunto: Jornalismo/Quadrinhos
ISBN: 9788567097343
Edição: 1ª edição, 2016
Tradução: Filipe Faria
Adaptação à edição brasileira: Sidney Gusman
Número de páginas: 208 
Preço: R$ 79,90

DEIXE UM COMENTÁRIO