Hominus Brasilis

Indicada aos Prêmios Shell e Cesagranrio em 2014,  montagem da Cia de Teatro Manual reestreia na Sede das Cias

Hominus Brasilis - Foto Jaqueline Sapim
Hominus Brasilis - Foto Jaqueline Sapim

Hominus Brasilis, com dramaturgia, concepção e direção da Cia de Teatro Manual, conta a história da humanidade de uma forma nunca antes vista. A partir de detalhada pesquisa através da trajetória do homem no mundo, o grupo de quatro atores – Helena Marques, Matheus Lima, Dio Cavalcanti e Patricia Ubeda – utiliza corpo e sonoplastia vocal, ao vivo, para contar episódios marcantes da História.

O espetáculo aplica uma linguagem cênica inédita no Brasil: todas as cenas acontecem sobre uma pequena plataforma retangular (2m x 1m). Não há cenário, nem adereços. Apenas com o corpo e vozes, e sem a ajuda de outros recursos cênicos, o espetáculo apresenta um olhar irreverente sobre nossa trajetória.

Desde o Big Bang até hoje em dia, a montagem pincela grandes momentos da humanidade e convida o espectador a se emocionar com o surgimento da vida, a extinção dos dinossauros, a expansão marítima da Europa, as grandes guerras e também eventos que marcaram a história brasileira, como a chegada dos portugueses, a escravidão, a ditadura militar e a repentina morte de Ayrton Senna.

Hominus Brasilis foi indicado ao Prêmio Shell de Teatro 2014 na Categoria Direção e ao Prêmio Cesgranrio de Teatro 2014 na Categoria Especial pelo estudo do espaço cênico através da Plataforma.

Hominus Brasilis - Foto Jaqueline Sapim
Hominus Brasilis – Foto Jaqueline Sapim

SINOPSE
Quatro atores sobem em uma plataforma retangular (2m x 1m) para contar a história da humanidade de maneira irreverente e criativa. Desde o Big Bang até hoje em dia, a peça pincela grandes momentos da humanidade e convida o espectador a se emocionar com o surgimento da vida, a extinção dos dinossauros, a expansão marítima da Europa, as grandes guerras e também eventos que marcaram a história brasileira, como a chegada dos portugueses, a escravidão, a ditadura militar e a repentina morte de Ayrton Senna. 

SERVIÇO: 
Gênero: Comédia
Temporada: 30 de setembro a 23 de outubro,
(excepcionalmente dia 01 de outubro não haverá apresentação)
Dia/ Horário: Quartas, quintas e sextas, às 20h
Local: Sede das Cias
Endereço: Rua Manuel Carneiro, 12 – Escadaria Selarón – Lapa
Classificação: 10 anos
Valor do ingresso: R$ 30,00 (inteira) / R$ 15,00 (meia) 
Duração: 60 minutos 
Capacidade: 60 lugares
Telefone: (21) 2137-1271 www.facebook.com/sededascias
Bilheteria aberta a partir de 19h.
Estacionamento próximo à Sede:
Rio Antigo Park (Rua Teotônio Regatas s/n – ao lado da Sala Cecilia Meireles) 

FICHA TÉCNICA
Idealização: Matheus Lima e Helena Marques
Dramaturgia, Concepção e Direção: Cia de Teatro Manual
Supervisão de Cena: Julio Adrião
Elenco: Dio Cavalcanti, Helena Marques,Matheus Lima e Patrícia Ubeda
Colaboração Artística: Bernardo Schlegel,Camila Nhary e Diego de Abreu
Iluminação: Gustavo Weber
Figurino: Camila Nhary
Produção: Pagu Produções Culturais
Realização: Cia de Teatro Manual

DEIXE UM COMENTÁRIO