“A história do barquinho” realiza circulação pelas Arenas Culturais do Rio

Dirigido por André Paes Leme, o espetáculo aborda temas como coragem e liberdade

A História do Barquinho (foto: Maria Elisa Franco)
A História do Barquinho (foto: Maria Elisa Franco)

Ilo Krugli é um dos nomes mais importantes do teatro infanto-juvenil brasileiro. Um de seus textos mais conhecidos, “A história do barquinho”, ganhou nova montagem para o teatro com o grupo carioca Canto da Viração. A peça, que tem direção de André Paes Leme, realiza inédita circulação através do Programa Fomento Carioca.

Serão quatro apresentações na Arena Dicró, sendo que nos dias 30 de junho e 1 de julho, quinta e sexta, será ás 15h, e nos dias 2 e 3, sábado e domingo, ás 16h. Já na Arena Jovelina Pérola Negra a apresentação ocorre nos dias 29 e 30 de julho, sexta às 15h e sábado ás 17h30. Classificação livre e entrada franca.   

Um dos objetivos da montagem foi o de destacar a importância de Ilo Krugli na formação de artistas e educadores. Elementos lúdicos entram em cena para contar a história do barquinho Pingo, que apaixonado pela flor Irupê, se liberta das amarras do cais e se lança ao mar, enfrentando todos os riscos.

 A produção apresenta músicas inéditas executadas ao vivo pelos atores Anna Bello, Isadora Medella, Suzana Nascimento, Diego de Abreu, Pedro Poema e Ronaldo Mota. Eles formam uma pequena orquestra com flautas, violões, cavaquinho, bandolim, zabumba, chocalho, entre outros instrumentos. Máscaras e animação são alguns dos recursos utilizados pelo grupo para envolver e encantar o público.

 O espetáculo, que recebeu o prêmio Zilka Sallaberry de melhor cenário em 2015  e  venceu a categoria de Melhor Música Original do Prêmio CBTIJ de Teatro de 2014, é uma realização do Grupo Canto da Viração Núcleo de Pesquisa e Criação, criado por Ronaldo e Cristiano Mota. Ambos com uma conceituada trajetória consagrada por prêmios como Mambembe e Coca-Cola no teatro infantil.

Sinopse
Essa é a história de um barquinho que se apaixona por uma flor. A linda flor Irupê passa carregada pela correnteza do rio, mas o barquinho Pingo não consegue acompanhá-la porque está ancorado. Quando tudo parecia escuro e triste, surge uma aranha e Pingo lhe dá de presente a âncora que o mantinha preso. Livre, o barquinho começa sua viagem em busca da flor, encontrando muitos amigos e aventura.

SERVIÇO

Espetáculo: “A História do Barquinho”
Dia: 30 de junho a 3 de julho
Horário: quin e sex ás 15h / sab e dom ás 16h
Local: Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró 
Endereço: Av. Brás de Pina, s.n, Parque Ary Barroso. Penha. Entrada pela Rua Flora Lobo.
Informações: 3486-7643
Entrada Franca
Lotação: 338 lugares
Tempo de Duração: 50 min
Classificação indicativa: Livre 

Dia: 29 e 30 de julho
Horário: sex ás 15h / sab ás 17h30
Local: Arena Carioca Jovelina Pérola Negra
Endereço: Praça Ênio, s/nº – Pavuna
Entrada Franca – (retirada dos ingressos a partir de uma hora antes do espetáculo)
Lotação: 308 lugares
Tempo de Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: livre 

FICHA TÉCNICA:
Texto: Ilo Krugli
Direção: André Paes Leme 
Criação musical: Ronaldo Mota e Cristiano Mota
Direção musical e arranjos: David Tygel
Elenco: Anna Bello; Isadora Medella, Suzana Nascimento, Diego de Abreu, Pedro Poema e Ronaldo Mota
Cenários e figurino: Carlos Alberto Nunes
Direção de Movimento: Duda Maia
Iluminação: Aurélio de Simoni
Programação visual: Ilana Braia/Páprica Design
Direção de produção: Mônica Behague

DEIXE UM COMENTÁRIO