Helena Varvaki estreia nova temporada de A Outra Casa, de Sharr White, no Teatro Cândido Mendes

A outra casa (foto: Guido Argel)
A outra casa (foto: Guido Argel)

A vulnerabilidade do ser humano diante dos transtornos da memória é o ponto de partida para o desenvolvimento de um thriller emocional elaborado pelo autor norte-americano Sharr White em A Outra Casa, que volta aos palcos dia 30 de abril, de sexta a domingo, no Teatro Cândido Mendes. Após uma bem-sucedida temporada no CCJF, a montagem inédita no Brasil, conta a história de uma neurologista de sucesso que se vê desafiada pelos próprios lapsos de memória. O espetáculo vai sendo construído através de um quebra-cabeça que envolve protagonista, público e personagens desde a primeira cena.

O projeto chegou às mãos da atriz Helena Varvaki em 2015, pelas mãos de Marjorie Estiano e do tradutor Diego Teza. A atriz, que acaba de ser premiada pela sua personagem Enfermeira Ratched, em Um Estranho No Ninho (de Dale Wasserman e direção de Bruce Gomlevsky), se encantou pelo projeto e convidou Gabriela Munhoz, que foi preparada por Helena no longa Vidas Partidas, de Marcos Schechtman, para atuar no espetáculo. Em seguida chamou o marido Manoel Prazeres para dirigi-las continuando nos palcos a parceria profissional iniciada em 1987 com a fundação do Teatro Kairos. Juntos escolheram o resto do elenco formado pelos atores Alexandre Dantas (temporada de estreia, no CCJF), Marcos França (segunda temporada, no Teatro Cândido Mendes), Rick Yates e Daniel Orlean, que também assina a assistência de direção.

Com a boa repercussão da estreia, o autor Sharr White se prontificou a vir para a reestreia e fará um bate papo com a plateia, no dia 1º de maio, após a apresentação. A peça é considerada uma obra prima do escritor, e teve sua estreia internacional no final de 2012 na Broadway com a Laurie Metcalf no papel principal. A grande estreia aconteceu depois de passar pelo circuito off, quando foi indicada ao “Outer Critics Circle Award” como melhor peça off-Broadway e Melhor Atriz (Laurie). Além de teatro, Sharr é conhecido por ser o autor da série The Affair, ganhadora de vários Globos de Ouro.

Juliana Smithton, uma neurologista de sucesso, tem um lapso de memória na apresentação para uma plateia de médicos de um novo remédio desenvolvido por ela. A partir deste episódio ela vai sendo impulsionada a rastrear sua lucidez. Este rastreamento é feito através de embates com seu marido, com sua médica, com as lembranças de sua filha desaparecida e consigo mesma. No decorrer da trama, o espectador vai sendo levado, junto com a protagonista, à compreensão do que está de fato ocorrendo. Ele é convidado a montar o quebra-cabeça, acompanhando a trajetória de aceitação e transformação de Juliana ao relembrar e assimilar os acontecimentos de seu passado.

A outra casa (foto: Guido Argel)
A outra casa (foto: Guido Argel)

Sinopse:
Uma neurologista de sucesso tem um lapso de memória numa apresentação para uma plateia de médicos. A partir deste episódio ela vai sendo impulsionada a rastrear sua lucidez através de embates com seu marido, sua médica, com as lembranças de sua filha desaparecida e consigo mesma.

Ficha Técnica:
Texto: Sharr White
Tradução: Diego Teza
Direção: Manoel Prazeres
Assistente de Direção: Daniel Orlean

Elenco:
Helena Varvaki, como Juliana
Marcos França, como Ian
Gabriela Munhoz, como A Mulher
Daniel Orlean / Rick Yates, como O Homem
Meninas nas imagens: Joana Pacheco e Luiza de Freitas Paiva
Cenografia: Doris Rollemberg
Figurinos: Leticia Ponzi
Iluminação: Renato Machado
Trilha sonora: Rick Yates e Renato Alscher (Another Hot Brand)
Direção de Vídeo: Rodrigo Turazzi
Assistente de Direção de Vídeo: Duda Paiva
Fotografias: Guido Argel
Programação visual: Flavio Luiz Pereira
Direção de produção: Rafael Fleury e Manoel Prazeres
Administração: Rosa Ladeira
Operação de som e projeção: Sonia Margarita
Operação de luz: Pedro Thimoteo
Camareira: Fernanda Botelho
Contrarregra: Luis Felipe Cardoso
Realização: Helena Varvaki, Gabriela Munhoz, Daniel Orlean e LMPR
Serviços Tecnológicos e Culturais Ltda

Serviço:
Reestreia: 30 de abril de 2016
Horário: Sextas e sábados, às 20h e domingos às 19h
Temporada: De 30 de abril a 26 de junho
Teatro: Teatro Cândido Mendes
Endereço: Rua Joana Angélica, 63
Preço: R$ 60,00 (inteira) / R$30,00 (meia)
Duração: 90 minutos
Classificação indicativa: 16 anos
Gênero: Drama
Capacidade do teatro: 100 lugares

 

DEIXE UM COMENTÁRIO