Guia para se aventurar na região de Alentejo, em Portugal

Castelo de Reguengos de Monsaraz / Foto: Divulgação

Considerado o destino mais genuíno de Portugal, o Alentejo é a maior região do país. Privilegiando um lifestyle, lugar tranquilo e com belas praias intocadas e cidades repletas de atrações ímpares, como castelos e monumentos históricos. Detentor de três títulos da UNESCO e diversos outros prêmios e reconhecimentos internacionais no setor do turismo, o Alentejo oferece opções para todos os tipos de viajantes, sejam famílias, casais em lua de mel ou aventureiros. Confira dicas embarcar nessa aventura.

Como chegar
A maneira mais fácil de chegar é voando para Lisboa, a porta de entrada de Portugal, que fica a apenas 132 km de Évora, no coração do Alentejo. Existem muitas opções de voos diretos para a capital portuguesa a partir das principais cidades brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. De lá, é possível alugar um carro ou aproveitar a malha de transportes públicos para chegar até as principais cidades.

Quando ir
A melhor época para visitar o Alentejo é entre maio e outubro, quando as temperaturas são amenas e há pouca amplitude térmica. Julho e agosto são mais  quentes e secos, típicos do clima temperado da região. O inverno é frio e úmido. 

O que levar
O conteúdo da mala varia de acordo com a estação do ano, mas é importante levar muitas roupas confortáveis, já que, mesmo nas principais cidades da região, faz-se muitos passeios a pé. Vale lembrar que, ainda que a viagem esteja marcada para o pico do verão, é importante levar um agasalho leve, já que as noites podem registrar temperaturas de 15 graus. 

Fuso horário
O Alentejo está no fuso GMT +0, mas a diferença de horário entre o Brasil e a região varia de acordo com os seus respectivos horários de verão. 

Idioma
Português. 

Gastronomia
A culinária local é baseada em carne de carneiro, porco preto e lebre, além de peixes e frutos do mar, temperados principalmente com coentro, orégano, salsa e tomilho. O pão típico da região acompanha todas as refeições. 

Moeda
O Alentejo faz parte de Portugal e, assim como o restante do país, utiliza o Euro como moeda corrente. Cartões de crédito internacionais são amplamente aceitos, mas bancos e casas de câmbio fazem a troca de dinheiro. Consulte o valor do câmbio antes de realizar transações. 

Documentação
Só é necessário um passaporte válido, no mínimo, seis meses depois da entrada em Portugal. Brasileiros não precisam de visto, podendo circular por até 90 dias por toda a União Europeia. Depois disso, a permissão pode ser estendida por mais 90 dias. 

Informações úteis
Voltagem padrão: 220V.
Plugues: a tomada elétrica é tipo F. É essencial levar um adaptador universal.
Ligações para o Brasil: as redes telefônicas de Portugal mantêm acordos de roaming com a maioria das companhias brasileiras, então você terá uma boa cobertura. Para fazer ligações de telefones locais, é necessário discar apenas 0055 + DDD + número de telefone.
Gorjetas: embora o serviço esteja incluído na conta dos restaurantes, é habitual deixar uma gorjeta de 5 a 10% sobre o valor da refeição. Táxis também esperam uma gorjeta de 5 a 10%, que geralmente significam apenas o arredondamento do preço a ser pago.

Veja mais informações no site: www.turismodoalentejo. com.br

DEIXE UM COMENTÁRIO