• Espetáculo capixaba retrata o conflito entre a rapidez do mundo moderno e a necessidade de descanso
  • Montagem foi contemplada pelo Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna, em 2010, e tem patrocínio de O Boticário na Dança
  • Entrada franca – retirada das senhas a partir das 19h

De que forma aproveitamos o tempo de descanso com corpos que, muitas vezes, mantêm o ritmo frenético mesmo quando chega a hora de parar? Essa é uma das indagações que norteiam “Insone”, espetáculo que o Grupo Z de Teatro, de Vitória (ES), apresentará nos dias 18 e 19 de outubro (terça e quarta-feira), no Teatro Municipal Angel Vianna –Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, na Tijuca, com patrocínio de O Boticário na Dança.

Contemplado com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna em 2010, “Insone” já foi apresentado em todo o país. A montagem tem como cenário um enorme colchão branco, rodeado pela plateia, por onde transitam quatro personagens angustiados pela rotina cansativa de suas vidas. Sonhos, pesadelos, insônia e estados de vigília são retratados, em uma narrativa não linear, mostrando o conflito entre a necessidade física do descanso e as exigências de um mundo cada vez mais veloz.

Booking.com

Embora seja apresentado aparentemente sem um fio condutor, “Insone” utiliza a linguagem da dança-teatro para traçar um episódio social e comportamental do ser humano.  No palco, o ritmo dos corpos, a iluminação e a sonoplastia dão a dimensão da velocidade do dia-a-dia.

“‘Insone’ nasceu da insônia de quem o fez, mas fala da insônia de todos nós, até mesmo da de quem dorme”, comenta Carla Dan der Berg, diretora e fundadora do Grupo Z de Teatro ao lado de Fernando Marques. “É um espetáculo que se apropria das emoções pessoais, da batalha travada entre o corpo e a insônia, do efeito da vida moderna na nossa vida. Toca em muitos pontos que incomodam e literalmente tiram o nosso sono”, completa.

Sob uma ótica caótica, “Insone” constrói o pano de fundo para a reflexão sobre os dogmas da sociedade de consumo e sobre qual é o papel do homem perante essa realidade, e o que fazemos para que esta situação, estilo de vida, não nos consuma por completo.

OFICINA COM O GRUPO Z DE TEATRO

Nos dois dias da montagem, das 14h às 18h, o Grupo Z de Teatro apresentará a oficina “Do Chão ao voo, da Palavra ao Corpo”, com Carla Van den Bergen e Fernando Marques, diretores e fundadores da companhia. No workshop, a dupla compartilhará com os participantes sua experiência com o método de preparação corporal e de criação do espetáculo “Insone”, frutos da pesquisa dos 20 anos de existência da companhia. O objetivo é contribuir na formação de artistas e promover a troca entre estudantes e profissionais da área.

No Grupo Z de Teatro, Carla desempenha as funções de diretora, coreógrafa, diretora de produção, preparadora corporal, intérprete e iluminadora.  Foi diretora do Balé da Ilha Cia de Dança e da Quorum Cia de Dança, atuando como coreógrafa e diretora de produção. Como professora, ministra atualmente o Curso de Formação Complementar para Atores e Bailarinos; atuou na Escola de Teatro e Dança FAFI, onde ministrou disciplinas como Preparação Corporal para Atores, Preparação Corporal para Bailarinos, entre outros.

Fernando assume as funções de dramaturgo, diretor, intérprete e produtor. Convidado por outras companhias, foi responsável pela dramaturgia de Cela das Horas” e “Os Sete Pecados”, da Quorum Cia de Dança; pela dramaturgia e direção de “Coração Delator” e “Descalça”, do Grupo Beta de Teatro. Como professor, destaca-se seu trabalho na Escola de Teatro e Dança FAFI, em que ministrou disciplinas como Prática de Montagem, História do Teatro, Literatura Dramática, Dramaturgia, Crítica; e sua atividade no Curso de Formação em Artes para Educadores do SESC.

Juntos, Carla e Fernando participaram de todas as 15 montagens da companhia, entre elas “Insone”, “Quatro Intérpretes para Cinco Peças”, “Incessantemente”, “Tarde Demais”, “Ay, Carmela!”, “Dom Casmurro” e “O Grande Circo Ínfimo.

SOBRE O GRUPO Z DE TEATRO

Criado em 1996, o Grupo Z de Teatro é formado por artistas que acreditam na dança e no teatro de grupo como caminho para a realização de um trabalho contínuo, que privilegie, além da montagem de espetáculos, a pesquisa de linguagem que, em um só tempo, seja fruto do fazer coletivo e engendre sua identidade. Dentro dessa proposta, três linhas têm marcado a trajetória do Grupo Z: o trabalho em espaços diversos, o corpo como ponto de partida para a criação e o desenvolvimento de dramaturgia própria.

“Insone”
Espetáculo de dança do Grupo Z de Teatro 

Apresentações: 18 e 19 de outubro (terça e quarta-feira), às 20h
Teatro Municipal Angel Vianna – Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
Rua José Higino 115, Tijuca. Tel.: (21) 3238 0601 / 3238 0357
Duração: 45 min. Capacidade: 70 lugares. Classificação etária: 12 anos.

FICHA TÉCNICA – “INSONE”

Direção: Carla van den Bergen e Fernando Marques
Coreografia: Carla van den Bergen
Dramaturgia: Fernando Marques
Elenco: Alexsandra Bertoli, Daniel Boone, Ivna Messina, Luciano Rios
Produção: Grupo Z de Teatro
Figurino: Francina Flores
Cenário: Grupo Z de Teatro
Iluminação: Carla van den Bergen

Booking.com