Grupo Costurando Histórias com dois espetáculos infantis na Lona João Bosco em Vista Alegre

Ciranda de Tapetes (foto: Claudio Medeiros)
Ciranda de Tapetes (foto: Claudio Medeiros)

Ciranda de tapetes – 8 de julho – sexta-feira –  10h e 14h

Um espetáculo diferente, onde as crianças, além de ouvir as lendas e contos narrados pelos artistas do Grupo Costurando Histórias, são convidadas a brincar com os personagens e cenários que enchem de cores e texturas o palco e a cena.

Nesta sessão de histórias recheada de lendas e parlendas, sentados em roda, embalados pelo som de cantigas, tambores, tarantelas e cirandas, todos são cúmplices da brincadeira. Cabra Cabriola, Jurupari, sacis e outros seres mitológicos convidam os pequenos e grandes ouvintes a uma viagem, sugerida pelos causos que atravessam gerações.

A peleja do violeiro Magrilim – com a formosa princesa Jezebel – 9 de julho  sábado – 16h 
A peleja do violeiro Magrilim – com a formosa princesa Jezebel : em meio a pelejas de calango e ponteios de viola, utilizando um belo tapete que representa o reino de Jezebel, tecendo encantamento e diversão, Fabio Sombra e os artistas do Costurando contam uma história de amor e de bravura, renovando a tradição e resgatando o encanto dos grandes clássicos de literatura de cordel.

SERVIÇO 

Grupo Costurando Histórias- 15 anos de Atividades – Circulação em Lonas e Arenas Municipais

 Lona Cultural Municipal João Bosco – Vista Alegre – Av. São Félix, 601 – Parque Orlando Bernardes      

8 de julho – sexta-feira – 10h e 14h –   Espetáculo Ciranda de tapetes

9 de julho – sábado – 16h – espetáculo A peleja do violeiro Magrilim – com a formosa princesa Jezebel

Entrada franca

Classificação livre e indicativa  para todas as idades

Equipe de criação:
Direção e adaptação: Daniela Fossaluza
Elenco: Daniela Fossaluza, Denise Goneve, Cindy Ribeiro e Cezar Augusto Pereira
Criação dos Tapetes: Daniela Fossaluza e Denise Goneve
Realização: Costurando Histórias

Sobre a Cia – ·  Comemoração dos 15 anos da Cia
Através de espetáculos híbridos que alinhavam artes plásticas, literatura, teatro e música, a Cia. Costurando Histórias visita espaços culturais, feiras literárias e instituições de ensino, sempre fomentando arte e cultura por onde passa. A iniciativa de transformar livros infanto-juvenis em tapetes interativos teve origem na França e chegou ao país através do projeto Raconte-Tapis, difundido com êxito também pela diretora do grupo, a atriz, pesquisadora e artesã Daniela Fossaluza.  Desde 2001, a atriz e sua parceria artística Denise Goneve criam tapetes-cenários utilizando retalhos e a partir de obras literárias e contos populares. Entre os autores já “tapeteados” estão: Guimarães Rosa, Ruth Rocha, Ana Maria Machado, Leonardo Boff, Clarice Lispector, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Silvia Ortof e Vinicius de Moraes. 

 De um modo lúdico, interativo e próximo, as apresentações acontecem objetivando o encantamento e também a participação ativa das crianças. Após os encontros de narração, os ouvinte podem manipular os cenários, livros e instrumentos musicais utilizados nas sessões de histórias, dando um caráter especial ao evento, comprovando que vale à pena dar a oportunidade de voz e ação às crianças. Revivendo os enredos através da livre brincadeira, os pequenos e grandes espectadores podem recriar e rememorar os conteúdos que acabaram de receber. O livro é uma fonte de inspiração aparente no trabalho do grupo. 

 Entre castelos, florestas, cemitérios e brejos, os personagens ganham vida sendo manipulados pelos atores-narradores e embalados pelas trilhas sonoras e sonoplastias elaboradas pelos músicos. A junção de elementos cênicos e expressivos compõe os resultados finais. Performance e literatura embasando os encontros. 

“Quem conta um  conto aumenta um ponto. Quem costura um livro semeia vínculos e dá gosto à imaginação”. Costurando Histórias: Uma maneira diferente de estimular leitura, cultura, conhecimento e interação.

DEIXE UM COMENTÁRIO