“Gineceu ou cenas de uma mulher qualquer”

As mulheres e o poético, o patético, o político: é pela conjugação e atravessamento dessas esferas que o grupo Okearô Teatro cria seu novo espetáculo, “GINECEU ou cenas de uma mulher qualquer”.

O trabalho nasce de uma sequência de investigações sobre a mulher e a construção dos pensamentos e ações sobre o “feminino”, desde a criação do grupo em 2010, com “O que fazem as meninas quando desabrocham?”, direção de Eduardo Vaccari, a partir de contos de Mario de Andrade.

Agora, com a direção de Rodrigo Viegas, o grupo se apropria da ideia do Gineceu – o espaço destinado apenas para as mulheres nas residências da Grécia clássica, compreendidas como parte anexa da casa – para uma dramaturgia particionada e cunhada em conjunto, com referenciais nas ancestralidades brasileiras – contida em cada uma das integrantes e na corporeidade cênica transformada em imagens, texto e música.

“Gineceu ou cenas de uma mulher qualquer” é um convite à entrada num universo particular e ao mesmo tempo de alcance em várias esferas da sociedade, que gera e é gerado dentro e fora de cada uma.

Serviço:
GINECEU – Ou Cenas de uma Mulher Qualquer
Data: 03 de setembro a 02 de outubro
Horario: Sabado 20:00 / Domingo 18:00
Local: Casa 7 – Rua Piragibe Frota Aguiar, 07 – Copacabana, Rio de Janeiro
Ingresso: R$30,00 int. / R$15,00 meia (Lista amiga: RS12,00)
Lotaçāo: 50 lugares

Ficha Técnica:

TEXTO: Okearô Teatro
ELENCO: Daniella Nery, Fabiana Vilar, Massuel Bernardi, Priscila Manfredini e Tatiana Henrique
DIREÇÃO: Rodrigo Viegas
SUPERVISÃO DE CENÁRIO E FIGURINO: Danielle Geammal
CENÁRIO E FIGURINO: Evee Ávila
DIREÇÃO MUSICAL: Breno Góes
DIREÇÃO DE MOVIMENTO: Massuel Bernardi
ILUMINAÇÃO: Victor Tavares
PROGRAMAÇÃO VISUAL: Balão de Ensaio
PRODUÇÃO: Pena Produções
PRODUÇÃO EXECUTIVA: Renato Vieira

 

DEIXE UM COMENTÁRIO