Galeria Emma Thomas inaugura exposição “Terra”, de Gui Mohallem

 O artista apresenta série inédita de 16 fotografias, três vídeos e escultura de uma tonelada para refletir sobre crises e território

Série “Terra”, por Gui Mohallem / Imagem: Divulgação Emma Thomas 
Série “Terra”, por Gui Mohallem / Imagem: Divulgação Emma Thomas 

No dia 13 de agosto, quinta-feira, às 18h, a galeria Emma Thomas abre a exposição “Terra”, individual de Gui Mohallem com curadoria de Gabriel Bogossian, na qual o artista apresenta três vídeos, 16 fotografias e uma escultura que ocupa todo o centro da galeria, escala inédita em seu trabalho. A mostra fica em cartaz até o dia 26 de setembro, com entrada livre e gratuita.

Em seus trabalhos anteriores – “Welcome Home” e “Tcharafna” –, Gui Mohallem fotografou lugares distantes de seu dia-a-dia, como um santuário pagão nos Estados Unidos ou o Líbano, país de origem de sua família. Já em “Terra”, o artista explora um contexto mais filosófico – o deslocamento, desta vez, é mais forte para dentro.

O título da exposição faz referência aos dois sentidos da palavra “terra”, que pode significar tanto o planeta quanto o chão, o lugar de nascença e de pertencimento. Nesta mostra, o artista busca trazer ao público a experiência da natureza que apequena e abarca, simultaneamente, e de forma arrebatadora. E é o que fica claro com as dimensões da escultura que ocupa o vão central do espaço expositivo. 

“Essa peça é continuidade de uma pesquisa com objetos que iniciei em 2013 e que teve como ponto alto um cubo de parafina vermelha que apresentei em uma exposição no Rio. Agora, estou investigando novos materiais e refletindo sobre essa forma em uma escala maior”, conta Mohallem. 

“Ao primeiro olhar, a exposição ‘Terra’ trata somente de paisagens: amplos panoramas, cidades, montanhas, florestas. A calma que prevalece em todas as imagens, contudo, não deixa de evocar uma ameaça de que algo oculto ressurja e que a tempestade (ou o céu, como dizem os Yanomami) desabe sobre nossas cabeças. São paisagens, portanto, que vêm de uma crise do território, ao mesmo tempo pessoal e política; fragmentos da busca pelos nossos lugares – de origem, de destino –, que insistentemente perseguimos”, diz o curador Gabriel Bogossian. 

Gui Mohallem
Natural de Itajubá, no sul de Minas Gerais, Gui Mohallem se formou em cinema pela Escola de Comunicação e Artes da USP. Em 2011, ganhou segundo lugar no prêmio Conrado Wessel, um dos maiores do Brasil, e foi selecionado para o programa “Descubrimientos”, no Photoespaña, em Madri. O artista foi um dos selecionados, ao lado de nomes de todo o mundo, para a 18ª edição do festival Vídeo Brasil, que aconteceu entre novembro de 2013 e fevereiro de 2014. Sua última publicação, Tcharafna, pela Pingado-Prés, foi selecionada como uma das melhores do ano pelo Photoespaña e está em exposição na Biblioteca Nacional de Madri. Atualmente o artista é representado pela Galeria Emma Thomas. 

Sobre a galeria Emma Thomas 
A galeria Emma Thomas foi inaugurada em 2006 com o intuito de ampliar a discussão e produção em arte contemporânea, modificando e adaptando as práticas do mercado a fim de aproximar a produção artística do público em geral. Criada para somar uma nova visão nas relações entre os diversos proponentes culturais, e para resgatar a confiança no grande potencial da Arte como plataforma de questionamento e conhecimento social, político e filosófico. A galeria representa atualmente 18 artistas, além de abrigar projetos desenvolvidos por outros grupos nacionais e internacionais, documentando e gerando conteúdo cultural. Em maio de 2012 ganhou o Prêmio de Melhor Galeria Jovem em Buenos Aires e em setembro de 2013 foi escolhida como segunda melhor galeria de São Paulo segundo a revista Época. Além das mostras, projetos e feiras, o programa apresentado pela Emma Thomas tem caráter inovador no cenário nacional, promovendo intercâmbios, diálogos e encontros entre as diferentes esferas das artes visuais.

“Terra”, de Gui Mohallem @ Galeria Emma Thomas
Abertura: 13 de agosto, quinta-feira, das 18h às 22h
Período expositivo: 14 de agosto a 26 de setembro
Endereço: Rua Estados Unidos, 2205, Jardins – São Paulo
contato@emmathomas.com.br
www.emmathomas.com.br
Funcionamento: segunda a sexta-feira, das 11h às 19h; sábados, das 11h às 17h
Entrada gratuita/ Livre 

DEIXE UM COMENTÁRIO