Galeria de Arte IBEU inaugura exposição “Sinais de amor e pinturas recentes”

MFlorido_Apr16
MFlorido_Apr16

A Galeria de Arte IBEU inaugura, no dia 14 de junho, a exposição “Sinais de amor e pinturas recentes” da artista brasileira Marcela Flórido, radicada no Brooklyn, em Nova Iorque. Composta por sete telas em grandes formatos e com curadoria do americano Gaby Collins-Fernandez, a mostra é gratuita e ficará disponível até o dia 8 de julho. 

FloridoAs pinturas desta exposição visitam memórias pessoais, livros, imagens de mídias sociais, arquivos pessoais e imagens da arquitetura modernista, que se acumulam em camadas finas de tinta e borram suas divisões. A materialidade das obras grava e torna visível sua instabilidade: rabiscos em um espelho embaçado, um objeto inesperadamente sólido que interrompe a sua visão ou então marcas do pincel. Essa tensão espacial insinua-se em narrativas femininas.

“Minha prática entrelaça noções de materialidade, memória e presença. Ao explorar os efeitos psicológicos – alienação, estranhamento, esterilidade – de um mundo constantemente mediado, essas novas pinturas questionam uma política que tem impactos profundos e muitas vezes pungentes sobre o corpo. Em meio a estas questões, eu tento uma abertura: um momento de possibilidade política e artística. A possibilidade do pessoal, equilibrado entre o real e o irreal”, diz a artista. 

Cada camada de tinta produz uma história maior, apresentando ao espectador uma cena através de perspectivas complicadas. Ilusionismo e materialidade convergem, ou pelo menos, assumem um novo relacionamento. E nesta paisagem alterada, o corpo está presente. Distorcidos ou reinventados, esses personagens se misturam com seus ambientes de forma ambivalente, sempre em risco de dissolução.

SOBRE MARCELA FLÓRIDO
Rio de Janeiro, 1988. Vive e trabalha no Brooklyn/NY. Formada pela Central Saint Martins (2008), The Slade School of Fine Art, Londres (bacharelado, 2012) e Yale University School of Art, CT (mestrado, 2015). Em 2015, a artista recebeu o Prêmio Viridian de Lauren Hinkson, curadora sênior do Museu Solomon Guggenheim, e foi palestrante na Art Basel, em Miami Beach. Seu trabalho foi destaque em publicações como Les Femme Foles e Paglia Revista. Seus próximos projetos incluem exposições na Carl Freedman Gallery, Londres e HEREart em Nova Iorque. Seu trabalho já foi exposto em cidades dos Estados Unidos, Reino Unido, Itália, França, Emirados Árabes Unidos, Brasil, entre outros.

Marcela Flórido – “Sinais de Amor e Pinturas Recentes”
Abertura: 14 de junho de 2016 (terça-feira), às 19h
Exposição: 15 de junho > 8 de julho
Horário de visitação: segunda a sexta-feira, das 13h às 19h
ENTRADA FRANCA
Endereço: Av. N. Sra. de Copacabana, 690 | 2º andar – Rio de Janeiro – RJ  |  Tel.: (21) 3816-9473
http://ibeugaleria.blogspot.com

DEIXE UM COMENTÁRIO