Festival Internacional de Cinema Infantil chega à 13ª edição

Depois de levar mais de um milhão de crianças às salas de cinema, evento acontece em seis cidades brasileiras, com exclusividade na Rede Cinemark, e reúne mais de 100 filmes de 25 países.

O Festival Internacional de Cinema Infantil (FICI) chega à sua 13ª edição como o único festival do gênero no país. O festival já soma 800 filmes exibidos e um público total superior a 1,5 milhão de espectadores. Em 2015 a programação reunirá mais de 100 filmes de 25 países, concentrando mais que o triplo de lançamentos do gênero no Brasil em um só evento. Com patrocínio do Ministério da Cultura, Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura, Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, Petrobras, Oi, BNDES, RioFilme e Outback, e com exclusividade na  Rede Cinemark, em seis cidades brasileiras, o FICI exibirá curtas, médias e longas-metragens, brasileiros e internacionais, mostras especiais, além de oficinas e debates. Com meia-entrada para todos, o festival começa no Rio de Janeiro e Niterói (04 a 13 de setembro), segue para Salvador e Aracaju (09 a 18 de outubro), São Paulo (de 16 a 25 de outubro), encerrando sua itinerância em Natal (23 de outubro a 01 de novembro).

O FICI no Brasil
O festival abre espaço, estimula, conta e reconta a produção audiovisual brasileiro direcionada ao público infanto juvenil através dos debates do Fórum Pensar a Infância, realizado de 9 a 11 de setembro no Rio, e a exibição de títulos nacionais em diversos programas: “Neste ano atingimos o recorde de 167 filmes inscritos para o Prêmio Brasil. Este é o resultado do importante trabalho promovido pelo festival em busca da expansão do mercado nacional, apresentando ao público imagens plurais e promovendo o cinema brasileiro da nova geração”, comemora Carla Esmeralda, diretora do evento ao lado de Carla Camurati.

O Prêmio Brasil de Cinema Infantil é o programa mais incisivo da busca por esse estímulo. Em sua oitava edição, a competição contou com 167 filmes inscritos, sendo que os 19 finalistas são exibidos durante o festival.  Os vencedores do Prêmio Brasil foram conhecidos no dia 9 de setembro, na abertura do Fórum Pensar a Infância. Miss & Grubs, de Jonas de Faria Brandão e Camila Kamimura (São Paulo/SP), foi o vencedor da Mostra Teen. Já O Que É Que Há Com O Seu Peru?, de Rodrigo Gava e Duda Campos (Rio de Janeiro/RJ), ganhou na mostra Histórias Animadas, e A Escola De Ensino Fenomenal, de Nelio Spréa e Levi Brandão (Curitiba/PR), levou a mostra Histórias Curtas.

O bom momento do produto audiovisual brasileiro em seu mercado interno também será comemorado através do programa especial Te vi na TV. Neste serão exibidos episódios das séries de sucesso Osmar, a Primeira Fatia do Pão de Forma, Sítio do PicaPau Amarelo, O Show da Luna!, Irmão do Jorel, Carrapatos e Catapultas e As Chaves de Mardum.

O FICI oferece a oportunidade para as novas gerações conhecerem filmes do passado e os papais reviverem a infância. Menino Maluquinho – O Filme, de Helvécio Ratton será exibido no programa Clássico Brasil – Especial 20 Anos. Um filme feliz, como afirma o diretor, a adaptação cinematográfica do personagem ícone de Ziraldo é um registro poético sobre a já longínqua década de 1960.  Já a animação brasileira Nautilus – A primeira aventura de Colombo (Brasil, 2015), dirigida por Rodrigo Gava, compõe a Pré-estreia Brasil deste ano. Durante o FICI, a equipe do longa-metragem estará presente nas sessões para apresentar e o filme ao público.

No programa Panorama Brasil, será possível rever produções recentemente lançadas. O programa conta com os títulos As aventuras do Avião Vermelho (Frederico Pinto, José Maia, Brasil, 2013) e O Segredo dos Diamantes (Helvécio Ratton, Brasil, 2014).

O FICI no mundo
Outra linha de trabalho do FICI é a de trazer títulos internacionais de destaque no mercado internacional inéditos no circuito brasileiro e relembrar lançamentos recentes. Um intenso trabalho de curadoria é desempenhado ao longo do semestre e através do nome já reconhecido do FICI no calendário mundial de festivais de cinema infantil, realizamos a maior vitrine do audiovisual direcionado a esse público no Brasil.

“Um festival tão diverso como o FICI oferece a um público cada vez maior a oportunidade de assistir a produções de diferentes estilos e linguagens. Desde o início, em 2003, houve um aumento significativo de interesse pelo cinema infantil, não só do público como também do ponto de vista da produção.”, avalia Carla Camurati.

No Programa Internacional do FICI serão exibidas a ficção belga Labirinto – O desafio final (2014) de Douglas Boswell e a animação indicada ao Oscar 2015 Canção do Oceano (Irlanda, Dinamarca, Bélgica, Luxemburgo, França, 2014), de Tomm Moore. O trabalho do diretor será homenageado no FICI que, além de seu mais recente trabalho apresentará seu primeiro longa, também indicado ao Oscar,

O Segredo de Kells. A animação francesa Asterix e o Domínio dos Deuses (2014)de Louis Clichy e Alexandre Astier completa o Programa Internacional com exibições em 3D.

Um dos programas mais concorridos do FICI, a sessão Dublagem Ao Vivo contará este ano com quatro filmes: Os Bichos de São Nicolau (Albert’t Hooft, Paco Vink, Holanda, 2014), O passarinho amarelo (Christian de Vita, França, 20140 e o finlandês A Ilha dos Segredos (Taavi Vartia, 2014). Enquanto o filme é exibido, a dublagem é feita por profissionais, em tempo real, dentro da sala de exibição, permitindo ao público acompanhar e conhecer de perto o trabalho dos dubladores.

A Sessão Contada contará com o filme finlandês Jill e Joy (Saara Cantell, 2014), o dinamarquês O Concurso (Martin Miehe-renard, 2013) e o cubano O Pequeno Tom e o Espelho Mágico (Ernesto Padrón Blanco, Bruno López). Nesta sessão, convidados especiais vão ler e interpretar os filmes para os pequenos. É uma outra forma de imersão no universo audiovisual, rica e detalhada, oferecida pelo FICI, assim como aDublagem ao Vivo.

A Sessão Telecine de Cinema traz O mundo dos pequeninos (Hiromasa Yonebayashi, Japão, 2010), consagrada animação do Studio Ghibli e de grande repercussão em vários festivais em todo o mundo. Inédito nos cinemas do país, o filme é baseado no livro The Borrowers da escritora Mary Norton e conta com roteiro de Hayao Miyazaki, diretor deA Viagem de Chihiro e Ponyo – Uma Amizade que veio do Mar.

Os curtas-metragens também têm espaço no festival. O FICI selecionou nove curtas-metragens animados internacionais premiados que prometem muita diversão para os espectadores mais pequenininhos na sessão Pequenos Que Nem Você. Outros nove curtas-metragens premiados compõem a sessão 9x Animação. Dedicada às crianças a partir de oito anos, a sessão faz um panorama mundial com o que há de melhor na animação. Em parceria com o Anima Mundi, o FICI também traz uma seleção especial de curtas-metragens no programa Anima Mundi Para Crianças, composta por curtas todos os cantos do mundo e de diversos temas, cuidadosamente escolhidos pela produção do evento.

O FICI dá ainda uma segunda chance aos pequenos para conferir grandes sucessos da telona com uma seleção especial. Na mostra Se você ainda não viu 3D serão exibidas as animações Divertida Mente (Pete Docter, Ronnie de Carmen, 2015), Minúsculos – O Filme (Thomas Szabo, Hélène Giraud, 2013), Operação Big Hero (Don Hall, Chris Williams, 2014), Os pinguins de Madagascar (Simon J. Smith, Eric Darnell, 2014), Cada um na sua Casa (Tim Johnson,2014), Os Boxtrolls (Antony Stacchi, Graham Annable,2014), Bob Esponja: um herói fora d’agua (Paul Tibbitt ,2015), entre outros.

O FICI e a Educação
No FICI, professores e alunos saem da rotina e se divertem juntos, descobrindo o que há de melhor no Cinema. O festival também é composto por sessões com debate, oficinas de cinema e o projeto social A Tela na Sala de Aula.

A Tela na Sala de Aula é destinada a alunos da rede pública de ensino e projetos sociais, que acompanha as atividades do festival e já beneficiou mais de um milhão de crianças desde sua primeira edição em 2003. Nela são exibidas filmes de diversas nacionalidades, aproximando, assim, as crianças de várias produções e vertentes cinematográficas. O intuito desta programação é oferecer filmes que sirvam ao professor como ferramenta de apoio à educação. Cada filme exibido possui um caderno pedagógico, com sugestões de atividades, criado a partir dos parâmetros curriculares do Ministério da Educação e dividido por segmento escolar (da educação infantil ao ensino médio), disponibilizado gratuitamente no site do FICI.

A sessão O Pequeno Cientista, um dos grandes sucessos do FICI, neste ano promove suas sessões com a exibição de Divertida Mente. Após a exibição as crianças fazem experiências científicas sobre o tema abordado e conversam sobre o filme com um cientista. O longa aborda as emoções e como o cérebro recebe e metaboliza estes estímulos. Uma forma muito divertida de aprender e também ensinar.

Já a animação Canção do Oceano integra a sessão O Pequeno Jornalista na qual, após a exibição do filme promovemos uma conversa entre um jornalista convidado e as crianças, sempre muito curiosas a respeito da produção e os temas dos filmes. Após a sessão as crianças poderão escrever suas impressões sobre o filme e a experiência de ir ao cinema. “Além de saber o que as crianças querem ver, se gostam ou não do filme, é também uma oportunidade de conhecer o trabalho do jornalista”, explica Carla Esmeralda.

Pensando no debate e na formação de cidadãos, o FICI promove a Mostra NovosJovens, um encontro marcado com pré-adolescentes e adolescentes para assistir e discutir os assuntos abordados pelos filmes. Na programação da mostra estão os filmesLola e a Ervilha (Thomas Heinemann, Alemanha, 2014) e o suíço Shana e a Canção do Lobo (Nino Jacusso, 2014).

Pensando na criação de um público para o cinema e a formação através da atividade cinematográfica, o FICI promove também a Oficina de Cinema de Animação. Nela as crianças poderão conhecer e aprender mais sobre a magia do cinema enquanto fazem seus próprios filmes nos saguões dos cinemas. A entrada para a Oficina é gratuita, mediante apresentação de ingresso para alguma sessão do FICI e ela ocorre sem no 2ofinal de semana do evento.

SERVIÇO:
www.fici.com.br

São Paulo
Data: 16 a 25 de outubro (sextas, sábados e domingos)
Horário: 10h30 às 20h30
Ingresso: R$9,00
Local: Cinemark Eldorado Av. Rebouças 3970 – Pinheiros

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui