Festival do Rio 2016 anuncia as atrações

O Festival do Rio vai exibir 250 filmes de mais de 60 países, espalhados por 15 mostras em cerca de 20 locais de exibição da cidade, receber profissionais do audiovisual para palestras e workshops no RioMarket, realizar debates e muito mais.

De 6 a 16 de outubro, o público vai ter a oportunidade de conferir os filmes mais comentados e premiados, descobrir raridades, votar no melhor da Première Brasil, participar de debates e de sessões especiais com a presença de personalidades do cinema mundial e oficinas gratuitas no RioMarket.

Serão apresentados novos trabalhos de diretores consagrados, como Terrence Malick (Voyage of Time), Ken Loach (Eu, Daniel Blake), Maren Ade (Toni Erdmann), Jim Jarmusch ( Paterson e Gimme Danger), Cristi Puiu (Sieranevada), Wim Wenders (Os belos dias de Aranjuez 3D), Olivier Assayas (Personal Shopper), Lav Diaz ( A mulher que se foi), Bertrand Bonello (Sarah Winchester, Ópera Fantasma e Nocturama), Hong Sang-soo (Você e os seus), Werner Herzog (Eis os delírios do mundo conectado), Xavier Dolan ( É apenas o fim do mundo), Alain Guiraudie (Na vertical),André Téchiné ( Quand on a 17 ans), João Pedro Rodrigues (O Ornitólogo), Amat Escalante (A região selvagem), Johnnie To (Três), Todd Solondz (Wiener-Dog), Derek Cianfrance (A luz entre oceanos ), Andrei Konchalovsky (Paraíso), Kelly Reichardt (Certas mulheres), Paul Schrader (Dog Eat Dog), Richard Linklater (Jovens, loucos e mais rebeldes!!), Raymond Depardon (França),Terence Davies (Uma paixão tranquila e A canção do pôr do sol), Stéphane Brizé (A vida de uma mulher), Andrzej Wajda (Afterimage), Bruno Dumont (Mistério na Costa Chanel), Eugène Green(O filho de Joseph), Bertrand Tavernier (Voyage à travers le cinèma français), Wang Bing (Ta’ang e Dinheiro Amargo), Margarethe Von Trotta (O mundo fora do lugar), Andrzej Zulawski (Cosmos),Sergei Loznitsa (Austerlitz), Alessandro Comodin (Os bons tempos chegarão em breve), Matías Piñeiro (Hermia & Helena), Yousry Nasrallah (Riachos, campos e  rostos adoráveis), Anurag Kashyap (Psycho Raman), Noah Baumbach (De Palma), Mahamat-Saleh Haroun (Hissein Habré, uma tragédia no Chade), Rebecca Zlotowski (Planetarium), Douglas Gordon (Jonas Mekas: I had nowhere to go), Dominique Abel & Fiona Gordon (Lost in Paris), Carlos Saura ( Jota: para além do flamenco), Avi Mograbi ( Entre cercas), Ira Sachs (Melhores amigos), Milagros Mumenthaler (A ideia de um lago), Joachim Lafosse ( A economia do amor), entre outros.

Além das mostras tradicionais como Panorama do Cinema Mundial, Première Brasil, Première Latina, Expectativa, Mostra Geração, Midnight Movies & Docs, Fronteiras, Meio Ambiente eItinerários Únicos, o festival traz novas mostras nesta edição:

– Mostra Cinema Novo / Interseções / Cinema Marginal, um olhar sobre 2 movimentos fundamentais do Cinema Brasileiro, com filmes de Carlos Diegues, Nelson Pereira dos Santos, Ruy Guerra, David Neves, Walter Lima Jr., Flávio Migliaccio, Carlos Reichenbach, José Agrippino de Paula, Álvaro Guimarães, André Farias e Elyseu Visconti;

– Mostra Universal Monsters, com 7 clássicos restaurados, produzidos pelo estúdio entre 1930 e 1954, incluindo pérolas como “Drácula”,  “A noiva de Frankenstein” e “O monstro da Lagoa Negra 3D”;

– Mostra Artistas Viajantes, que inclui uma homenagem ao artista plástico Tunga, com exibição de dois filmes sobre o artista, dirigidos por Murilo Salles, e trabalhos de Ken Jacobs, Murilo Salles e Eryk Rocha.

A mostra Film Doc, com documentários sobre cinema, inclui produções sobre Brian de Palma, Mike Nichols, Richard Linklater, além da impressionante viagem de Bertrand Tavernier pela história do cinema francês em “Voyage à travers le cinèma français” e “Women Who Run Hollywood”, um estudo sobre o papel primordial de diretoras, produtoras e roteiristas na Era de Ouro de Hollywood;

Uma seleção de documentários musicais que inclui Nick Cave em 3D, 2 filmes dos The Rolling Stones, Frank Zappa, Iggy And The Stooges; Homenagens a David Bowie (“Fome de Viver”) e Prince (“Purple Rain” e “Sign ‘O’ The Times”) e uma sessão de “Na Cama com Madonna” completa a programação;

Pelo terceiro ano, o Prêmio Felix vai eleger o melhor filme de temática LGBTQ de uma seleção de 28 longas, escolhido por um júri oficial e a modelo internacional Lea T. receberá o Prêmio Suzy Capó personalidade Felix do ano.  

As sessões de gala da Première Brasil acontecem pela primeira vez no Cine Roxy e no Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro (sessões de filmes em hors concours), que também vai exibir as já tradicionais sessões populares seguidas de conversas do público com realizadores e atores/atrizes dos filmes.

Além do circuito habitual, a mostra CinePetrobras Festival do Rio vai levar clássicos do cinema mundial para a Praça Mauá, o mais novo ponto de encontro e lazer da cidade. O circuito completo será divulgado posteriormente.

O Festival dedica uma noite especial, dia 11 de outubro, às 20h, na Sala Cecília Meireles, na sessão Cine Petrobras Sinfônica Festival do Rio, com exibição do filme IK 80, em homenagem ao maestro Isaac Karabtchevsky, com apresentação da Orquestra Petrobras Sinfônica, com ingressos populares (8 inteira / 4 meia – Estudante de música 2 reais (na hora).

O RioMarket, área de negócios do Festival do Rio, acontece de 5 a 12 de outubro, na sede do Festival, no Colégio Brasileiro de Altos Estudos – UFRJ, situado à Avenida Rui Barbosa, 762, no Flamengo.

Nesta edição, os encontros estão divididos em quatro mercados segmentados: o RioMarket TV, focado especificamente na indústria da televisão, o RioMarket Film, reunindo profissionais da indústria cinematográfica, o RioMarket Fashion & Film, que aproximará as indústrias do cinema e da moda, e o RioMarket Advertising, que busca aproximar a indústria audiovisual da indústria publicitária.

Entre os dias 5 e 7, contaremos com apresentações de Youtubers e snapchaters como Thaynara O.G, Luisa Clasen (Lully de Verdade) Mederi (Galo Frito), Felipe Neto e Ian SBF (Porta dos Fundos), entre outros, estão confirmados.

A Globonews também reafirma sua parceria com o RioMarket em 2016, levando para o evento dois painéis com entrada gratuita no dia 8: “Somos todos os gêneros”, com Regina Navarro Lins, Giowana Cambrone, Andrea Baliera e Mariluce Mariá, sob a mediação de Leilane Neubarth; e “Onda conservadora”, com Jorge Pontual e Renée Castelo Branco.
 
A programação gratuita também é composta por workshops e seminários com grandes nomes do audiovisual brasileiro como Ana Maria Moretzshon (roteirista), Hsu Chien (diretor), Walter Carvalho (diretor de fotografia), Lucas Paraízo (roteirista), entre outros.
 
Para o mercado, apresentaremos o workshop de Film Commissions, mesa-redonda de políticas públicas, além de discussões englobando turismo cinematográfico e outros assuntos ligados ao setor audiovisual.
 
Promovido pela Rio Film Commission e a RioFilme, o talk-show Como fazer negócios no setor audiovisual também será no dia 11 e terá como objetivo orientar os profissionais de fora da cidade e do país a realizarem suas produções audiovisuais no Rio de Janeiro.
 
Grande novidade desta edição do evento, o RioMarket Fashion & Film terá programação gratuita e acontecerá no dia 12 de outubro. A produção audiovisual como influenciadora de estilo e comportamento e o audiovisual como novo instrumento da moda para divulgação de marcas serão alguns dos temas discutidos.

Filmes inéditos, exibição de clássicos, mostras especiais, retrospectivas, seminários, debates e encontros com  diretores e atores  internacionais fazem do evento um dos mais importantes encontros de cinema da América Latina.

Os Filmes:

(a mostra Première Brasil já foi divulgada anteriormente. A lista completa no www.festivaldorio.com.br)

PANORAMA DO CINEMA MUNDIAL
Eu, Daniel Blake (I, Daniel Blake, dir. Ken Loach, Reino Unido/França)
Voyage of Time: Life’s Journey (Voyage of Time: Life’s Journey, dir. Terrence Malick, Estados Unidos/França/Alemanha)
Toni Erdmann (Toni Erdmann, dir. Maren Ade, Alemanha/Áustria)
Paterson (dir. Jim Jarmusch, Estados Unidos)
Personal Shopper (dir. Olivier Assayas, França)
Você e os seus (Yourself and Yours, dir. Hong Sang-soo, Coreia do Sul)
Loving (dir. Jeff Nichols, Reino Unido/Estados Unidos)
Sieranevada (dir. Cristi Puiu, Romênia/França/Bósnia-Herzegovina/Croácia/Macedônia)
Paraíso (Rai, dir. Andrei Konchalovsky, Rússia/Alemanha)
Os belos dias de Aranjuez 3D (Les Beaux Jours d’Aranjuez, dir. Wim Wenders, França/Alemanha)
É apenas o fim do mundo (Juste la fin du monde, dir. Xavier Dolan, Canadá/França)
A luz entre oceanos (The Light Between Oceans, dir. Derek Cianfrance, Estados Unidos/Nova Zelândia)
Mistério na Costa Chanel (Ma Loute, dir. Bruno Dumont, França/Alemanha)
O contador (The Accountant, dir. Gavin O’Connor, Estados Unidos)
Nocturama (dir. Bertrand Bonello, França)
Sarah Winchester, Ópera Fantasma (Sarah Winchester, Opéra Fantôme, dir. Bertrand Bonello, França)
O Ornitólogo (dir. João Pedro Rodrigues, Portugal/França/Brasil)
A mulher que se foi (Ang Babaeng Humayo, dir. Lav Diaz, Filipinas)
A vida de uma mulher (Une vie, dir. Stéphane Brizé, França/Bélgica)
Na vertical (Rester vertical, dir. Alain Guiraudie, França)
Planetarium (dir. Rebecca Zlotowski, França/Bélgica)
Jovens, loucos e mais rebeldes!! (Everybody Wants Some!!, dir. Richard Linklater, Estados Unidos)
Austerlitz (dir. Sergei Loznitsa, Alemanha)
Dinheiro amargo (Ku Qian, dir. Wang Bing, Hong Kong/França)
Ta’ang (dir. Wang Bing, Hong Kong/França)
Christine (Christine, dir. Antonio Campos, Estados Unidos)
Certas mulheres (Certain Women, dir. Kelly Reichardt, Estados Unidos)
França (Les habitants, dir. Raymond Depardon, França)
Manchester à beira-mar (Manchester by the Sea, dir. Kenneth Lonergan, Estados Unidos)
Indignação (Indignation, dir. James Schamus, Estados Unidos)
Absolutely fabulous: O filme (Absolutely Fabulous: The Movie, dir. Mandie Fletcher, Reino Unido/Estados Unidos)
Ma Ma (dir. Julio Medem, Espanha/França)
Melhores amigos (Little Men, dir. Ira Sachs, Estados Unidos/Grécia)
Wiener-Dog (Wiener-Dog, dir. Todd Solondz, Estados Unidos)
Eis os delírios do mundo conectado (Lo and the Behold Reveries of the Connected World, dir. Werner Herzog, Estados Unidos)
Boris sem Béatrice (Boris sans Béatrice, dir. Denis Côté, Canadá)
Quand on a 17 ans (dir. André Téchiné, França)
O filho de Joseph (Le Fils de Joseph, dir. Eugène Green, França/Bélgica)
Lost in Paris (Paris pieds nus, dir. Dominique Abel, Fiona Gordon, França/Bélgica)Michelle e Obama (Southside With You, dir. Richard Tanne, Estados Unidos)
Uma paixão tranquila (A Quiet Passion, dir. Terence Davies, Reino Unido/Bélgica)
A canção do pôr do sol (Sunset Song, dir. Terence Davies, Reino Unido/Luxemburgo)
Entre cercas (Bein gderot, dir. Avi Mograbi, Israel/França)
Harmonium (Fuchi Ni Tatsu, dir. Kôji Fukada, Japão)
Hissein Habré, uma tragédia no Chade (Hissein Habré, Une Tragédie Tchadienne, dir. Mahamat-Saleh Haroun, França)
A economia do amor (L’économie du couple, dir. Joachim Lafosse, França/Bélgica)
O efeito aquático (L’effet aquatique, dir. Sólveig Anspach, França/Islândia)
Cosmos (dir. Andrzej Zulawski, França/Portugal)
Jota: para além do flamenco (Jota, dir. Carlos Saura, Espanha)
Kubo e a espada mágica (Kubo and the Two Strings, dir. Travis Knight, Estados Unidos)
Jonas Mekas: I had nowhere to go (I Had Nowhere To Go, dir. Douglas Gordon, Alemanha)
Afterimage (Powidoki, dir. Andrzej Wajda, Polônia)
Comboio de sal e açúcar (dir. Licinio Azevedo, Brasil/Portugal/França)
Tommaso (dir. Kim Rossi Stuart, Itália)
Amnésia (Amnesia, dir. Barbet Schroeder, Suíça/França)
Much Loved (dir. Nabil Ayouch, França/Marrocos)
O medo (La Peur, dir. Damien Odoul, França/Canadá)
O mundo fora do lugar (Die abhandene Welt. dir. Margarethe Von Trotta, Alemanha)
Noite sem fim (Nadie quiere la noche, dir. Isabel Coixet, Espanha/França/Bulgária)
A nona vida de Louis Drax (The 9th Life of Louis Drax, dir. Alexandre Aja, Canadá/Reino Unido/Estados Unidos)
O túnel            (Teo-neol, dir. Kim Seong-hun, Coreia do Sul)
Riachos, campos e rostos adoráveis (Al ma’wal khodra wal wajh el hassan, dir. Yousry Nasrallah, Egito)
As confissões (Le confessioni, dir. Roberto Andò, Itália/França)
 
EXPECTATIVA
Souvenir (dir. Bavo Defurne, Bélgica/Luxemburgo/França)
Capitão Fantástico (Captain Fantastic, dir. Matt Ross, Estados Unidos)
Album de família (Albüm, dir. Mehmet Can Mertoğlu, Turquia)
Os bons tempos chegarão em breve (I Tempi Felici Verranno Presto, dir. Alessandro Comodin, Itália/França)
Baden Baden (dir. Rachel Lang, Bélgica/França)
Mister Universo (dir. Tizza Covi, Rainer Frimmel, Áustria/Itália)
Posto-avançado do progresso (dir. Hugo Vieira da Silva, Portugal)
Destruction babies (Disutorakushon beibîzu, dir. Mariko Tetsuya, Japão)
E Donald chorou (Donald Cried, dir. Kristopher Avedisian, Estados Unidos)
O intermediário (Fixeur, dir. Adrian Sitaru, Romênia/França)
Tramps (dir. Adam Leon, Estados Unidos)
Orelhas (Orecchie, dir. Alessandro Aronadio, Itália)
As vidas de Thérèse (Les Vies de Thérèse, dir. Sébastien Lifshitz, França)
Dois amantes e um urso (Two Lovers and a Bear, dir. Kim Nguyen, Canadá)
Spa night (dir. Andrew Ahn, Estados Unidos)
A dama de Baco (Jug-yeo-ju-neun Yeo-ja, dir. E J-yong, Coreia do Sul)
Essa sensação (Esa Sensación, dir. Julián Génisson, Juan Cavestany, Pablo Hernando, Espanha)
Ator Martinez (Actor Martinez, dir. Nathan Silver, Mike Ott, Estados Unidos)
Tomcat (dir. Kater Händl Klaus, Áustria)
O monstro no armário (Closet Monster, dir. Stephen Dunn, Canadá)
Vida, animada (Life, Animated, dir. Roger Ross Williams, Estados Unidos/França)
Antes das ruas (Avant les Rues, dir. Chloé Leriche, Canadá)
Uma criada para cada uma (Makhdoumin, dir. Maher Abi Samra, Líbano/França/Noruega/Emirados Árabes Unidos)
Um grande plano (Film Kteer Kbeer, dir. Mir-Jean Bou Chaaya, Líbano/Qatar)
Barakah com Barakah (Barakah yoqabil Barakah, dir. Mahmoud Sabbagh, Arábia Saudita)
Assim que abro meus olhos (À peine j’ouvre les yeux, dir. Leyla Bouzid, França/Tunísia/Bélgica)
No escuro do cinema descalço os sapatos (dir. Cláudia Varejão, Portugal)
Nos últimos dias da cidade (Akher ayam el madina, dir. Tamer El Said, Egito/Alemanha/Reino
Unido/Emirados Árabes Unidos)
Damocles (dir. Manuel Schapira, França)
O Grande Dia (Le grand jour, dir. Pascal Plisson, França)
 
PREMIÈRE LATINA
A região selvagem (La Region Salvaje, dir. Amat Escalante, México)
O Cristo cego (El Cristo Ciego, dir. Christopher Murray, Chile/França)
Kékszakállú (dir. Gastón Solnicki, Argentina)
A ideia de um lago (La idea de un lago, dir. Milagros Mumenthaler, Suíça/Argentina/Qatar)
Minha amiga do parque (Mi amiga del parque, dir. Ana Katz, Argentina/Uruguai)
Aqui não aconteceu nada (Aquí No Ha Pasado Nada, dir. Alejandro Fernández Almendras, Chile)
Rara (dir. Pepa San Martín, Chile/Argentina)
Tempestade (Tempestad, dir. Tatiana Huezo, México)
Histórias dos dois que sonharam (Historias de Dos que Soñaron, dir. Andrea Bussmann, Nicolás Pereda, México/Canadá)
A longa noite de Francisco Sanctis (La Larga Noche De Francisco Sanctis, dir. Andrea Testa, Francisco Márquez, Argentina)
Primeiro janeiro (Primero enero, dir. Darío Mascambroni, Argentina)
Solar (dir. Manuel Abramovich, Argentina)
Hermia & Helena (dir. Matías Piñeiro, Estados Unidos/Argentina)
Viejo Calavera (Viejo Calavera, dir. Kiro Russo, Bolívia/Qatar)
O auge do humano (El auge del humano, dir. Eduardo Williams, Argentina/Brasil/Portugal)
Dolores (dir. Juan Dickinson, Argentina)
Todo o resto (Todo lo demás, dir. Natalia Almada, México/Estados Unidos)
Koblic (dir. Sebastian Borensztein, Argentina/Espanha)
 
MIDNIGHT MOVIES
Raw (Grave, dir. Julia Ducournau, França)
Dog Eat Dog (dir. Paul Schrader, Estados Unidos)
Psycho Raman (Raman Raghav 2.0, dir. Anurag Kashyap, Índia)
O fim (The End, dir. Guillaume Nicloux, França)
Três (Saam yan hang, dir. Johnnie To, Hong Kong/China)
Sob as sombras (Under the Shadow, dir. Babak Anvari, Irã/Jordânia/Qatar/Reino Unido)
Headshot (dir. Timo Tjahjanto, Kimo Stamboel, Indonésia)
Os garotos nas árvores (Boys in the Trees, dir. Nicholas Verso, Austrália)
O estrangulador seboso (The Greasy Strangler, dir. Jim Hosking, Estados Unidos)
Confidencial: mente assassina (Himitsu The Top Secret, dir. Keishi Ohtomo, Japão)
MIDNIGHT BOWIE: Fome de viver (The Hunger, dir. Tony Scott, Reino Unido)
MIDNIGHT PRINCE: Purple Rain (dir. Albert Magnoli, Estados Unidos)
MIDNIGHT PRINCE: Sign ‘o’ the Times (dir. Prince, Albert Magnoli, Estados Unidos/Canadá)
 
MIDNIGHT DOCS
One More Time with Feeling 3D (One More Time with Feeling, dir. Andrew Dominik, Reino Unido)
Gimme Danger (dir. Jim Jarmusch, Estados Unidos)
The Rolling Stones Olé Olé Olé! : A Trip Across Latin America (dir. Paul Dugdale, Reino Unido)
Havana Moon: The Rolling Stones Live in Cuba (dir. Paul Dugdale, Reino Unido)
Eat that question – Frank Zappa por ele mesmo (Eat That Question – Frank Zappa in His Own Words, dir. Thorsten Schütte, França/Alemanha)
Os amantes e o déspota (The Lovers and the Despot, dir. Robert Cannan, Ross Adam, Reino Unido)
Helmut Berger, Ator (Helmut Berger, Actor, dir. Andreas Horvath, Áustria)
O medo em si (Fear Itself, dir. Charlie Lyne, Reino Unido)
Kiki (dir. Sara Jordenö, Suécia/Estados Unidos)
Strike a Pose (dir. Ester Gould, Reijer Zwaan, Holanda/Bélgica)
APRESENTAÇÃO ESPECIAL: Na cama com Madonna (Madonna: Truth or Dare, dir. Alek Keshishian, Estados Unidos)
 
MIDNIGHT SPECIAL – UNIVERSAL MONSTERS
Drácula (Dracula, dir. Tod Browning, Estados Unidos, 1931)
Frankenstein (dir. James Whale, Estados Unidos, 1931)
A múmia (The Mummy, dir. Karl Freund, Estados Unidos, 1932)
O homem invisível (The Invisible Man, dir. James Whale, Estados Unidos, 1932)
A noiva de Frankenstein (The Bride of Frankenstein, dir. James Whale, Estados Unidos, 1935)
O lobisomem (The Wolf Man, dir. George Waggner, Estados Unidos, 1941)
O monstro da Lagoa Negra (Creature from the Black Lagoon, dir. Jack Arnold, Estados Unidos, 1954)
 
FILM DOC
De Palma (dir. Noah Baumbach, Jake Paltrow, Estados Unidos)
Voyage à travers le cinèma français (dir. Bertrand Tavernier, França)
Richard Linklater – sonho é destino (Richard Linklater – Dream is Destiny, dir. Louis Black, Karen Bernstein, Estados Unidos)
E a mulher criou Hollywood (Et La femme créa Hollywood, dir. Clara Kuperberg, Julia Kuperberg, França)
Bernadette Lafont e Deus criaram a mulher livre (Bernadette Lafont et Dieu créa la femme, dir. Esther Hoffenberg, França)
 
FRONTEIRAS
Sonita, uma rapper afegã (Sonita, dir. Rokhsareh Ghaem Maghami, Alemanha/Irã/Suíça)
Hooligan Sparrow (dir. Nanfu Wang, China/Estados Unidos)
A banda prometida (The Promised Band, dir. Jen Heck, Estados Unidos, Israel, Palestina, Nepal)
Snow Monkey (dir. George Gittoes, Austrália/Noruega/Afeganistão)
Truculência (The Hard Stop, dir. George Amponsah, Reino Unido)
A revolução não será televisionada (The Revolution Won’t Be Televised, dir. Rama Thiaw, Senegal/França)
Kabadio – O tempo não tem pressa, anda descalço (dir, Daniel Leite, Brasil)
Central (dir. Tatiana Sager, Renato Dornelles, Brasil)
Yallah! Underground (dir. Farid Eslam, República Tcheca/Alemanha/Reino Unido/Egito/Canadá)
Muros (Walls, dir. Pablo Iraburu, Migueltxo Molina, Espanha)
Olympic Favela (dir. Marc Ohrem-Leclef, Estados Unidos/Brasil)
Na sombra do morro (dir. Dan Jackson, Austrália/Brasil)
Funk da favela na cabeça (Inside the Mind of Favela Funk, dir. Elise Roodenburg, Fleur Beemster, Holanda)
 
ITINERÁRIOS ÚNICOS
Mapplethorpe: Look at the Pictures (dir. Fenton Bailey, Randy Barbato, Estados Unidos/Alemanha)
Robert Doisneau: Through the Lens (Robert Doisneau: Le Révolté Du Merveilleux, dir. Clémentine Deroudille, França)
JT Leroy – A história de um autor (Author: The JT Leroy Story, dir. Jeff Feuerzeig, Estados Unidos)
Maya Angelou, e ainda resisto (Maya Angelou and Still I Rise, dir. Bob Hercules, Rita Coburn Whack, Estados Unidos)
Dancer            (dir. Steven Cantor, Reino Unido/Estados Unidos/Rússia/Ucrânia)
O pós-minimalismo de Eva Hesse (Eva Hesse, dir. Marcie Begleiter, Estados Unidos/Alemanha)
Tio Bernard – Uma antilição de economia (Oncle Bernard – L’anti-leçon d’économie, dir. Richard Brouillette, Canadá/Espanha)
As vidas chinesas de Uli Sigg (The Chinese Lives of Uli Sigg, dir. Michael Schindhelm, Suíça)
 
MEIO AMBIENTE
Como abrir mão do mundo (e amar todas as coisas que o clima não pode mudar) (How to Let Go of the World (and Love All the Things Climate Can’t Change), dir. Josh Fox, Estados Unidos)
Todas as manhãs do mundo (dir. Lawrence Wahba, Brasil)
Massimo Bottura: teatro da vida (Theater of Life, dir. Peter Svatek, Canadá)
Insetos – Uma aventura gastronômica (Bugs, dir. Andreas Johnsen, Dinamarca)
A terra dos fantasmas visto pelos Bushmen (Ghostland: The View of the Ju’Hoansi, dir. Simon Stadler, Alemanha)
10 bilhões – O que tem para comer? (10 Milliarden – Wie werden wir alle satt?, dir. Valentin Thurn, Alemanha)
 
CINEMA NOVO / INTERSEÇÕES / CINEMA  MARGINAL
A grande cidade (dir. Cacá Diegues, Brasil)
Fome de amor            (dir. Nelson Pereira dos Santos, Brasil)
Ternos caçadores (dir. Ruy Guerra, França/Brasil/Panamá)
Lúcia McCartney, uma garota de programa (dir. David Neves, Brasil)
Na boca da noite (dir. Walter Lima Júnior, Brasil)
Os mendigos (dir. Flávio Migliaccio, Brasil)
As libertinas (dir. Carlos Reichenbach, Brasil)
Hitler terceiro mundo (dir. José Agrippino de Paula, Brasil)
Caveira my friend (dir. Álvaro Guimarães, Brasil)
Prata Palomares (dir. André Farias, Brasil)
Os monstros de babaloo (dir. Elyseu Visconti, Brasil)
 
ARTISTAS VIAJANTES
Inaugurando o século dezenove: 1896 (Opening the Nineteenth Century: 1896, dir. Ken Jacobs, Estados Unidos)
Afeganistão (Afghanistan, dir. Ria Hackin, França)
Carregadores (Cargadores, dir. Joelle de la Casinière, Peru)
Floresta de êxtase (Forest of Bliss, dir. Robert Gardner, Estados Unidos)
Xapiri (dir. Gisela Motta, Leandro Lima, Brasil)
Interfaces II – As viagens da alma (dir. Oskar Metsavaht, Brasil)
HOMENAGEM A TUNGA: És Tu, Brasil – Tunga (dir. Murilo Salles, Brasil)
HOMENAGEM A TUNGA: Tunga – Registros (dir. Murilo Salles, Brasil)
HOMENAGEM A TUNGA: Quimera (dir. Eryk Rocha, Brasil)
 
TESOURO DA CINEMATECA
É um Caso de Polícia (dir. Carla Civelli, Brasil, 1959)
 
HOMENAGEM A JOSÉ CARLOS AVELLAR e PAULO EMÍLIO SALES GOMES
Ganga Bruta (dir. Humberto Mauro, Brasil, 1933)
 
GERAÇÃO
Sopradora de folhas (Sopladora de hojas, dir. Alejandro Iglesias Mendizabal, México)
Oxum (dir. Denis Leroy, Brasil)
Bruxarias (Brujerías, dir. Virginia Curiá, Espanha/Brasil)
Jonas e o circo sem lona (dir. Paula Gomes, Brasil)
Baleia a óleo (dir. Lísia Palombini, Brasil)
Ilha das crianças (dir. Zeca Ferreira, Brasil)
 

DEIXE UM COMENTÁRIO