Festival de Danças Urbanas no Parque Madureira

A legitimação do Funk e do Hip Hop como cultura popular. Esse é o objetivo do DNA Carioca – 3º Festival e Seminário de Danças Urbanas, que o grupo JP Move – Jovens da Periferia do RJ promove nos dias 23 e 24 de setembro, a partir das 12h, na Arena Carioca Fernando Torres, no Parque Madureira, com ingressos a R$ 15. O evento, que deverá reunir cerca de 700 pessoas na sexta-feira e no sábado, contará com Batalhas de Funk (Passinho), Hip Hop Dance e Breaking, além de Competições Coreográficas e de Vídeo Dança, com premiações em dinheiro, evidenciando as raízes do movimento que iniciou nas ruas no início dos anos 80 no Rio de Janeiro. Na programação estão, também, workshops, mostra coreográfica, palestras, mesa redondas, festa e feira cultural. Tudo relacionado a dança urbana.

Segundo o diretor artístico do DNA Carioca, Michel Cordeiro, a realização da terceira edição do DNA Carioca – Festival e Seminário de Danças Urbanas confirma o potencial de uma classe que faz diferença na cultura carioca há muito tempo.

“Hoje, o Charme, Funk e Hip Hop têm potencial dentro do mercado de trabalho, seja nas produções artísticas nos teatros com companhias profissionais, por professores nas escolas de dança, em projetos sociais ou colégios, nos diversos programas de televisão como dançarinos e dentro das universidades como estudantes de dança, além de roupas, assessórios e salões de beleza exclusivos para esse público”, enumera Michel. “O DNA Carioca se transformou em uma vitrine para um movimento cultural que reúne mais de 20 mil jovens pelos finais de semana nos bailes e festas do Rio de Janeiro. Durante o Festival e Seminário de Danças Urbanas, além de dança e música, abriremos espaço para o debate sobre a produção de conhecimento e de memória da dança urbana”, defende.

Nas carrapetas do DNA Carioca, os DJs Diego Tecnykko (Breaking e Hip Hop), Strike (Hip Hop), Strike (Hip Hop), Vinimax (Passinho Funk), Will (Breaking e Hip Hop),Xokolaty (Baile Charme) e Zulu Camarão (Breaking) comandarão as Batalhas e o som de todo o evento. No sábado, haverá ainda a apresentação de “Samplers”, do Coletivo Rio Hop, que explora a subjetividade humana a partir das escolhas e combinações do dia a dia, num espetáculo de dança interativo que transforma a plateia em elemento cênico.

Iniciada em agosto, a primeira fase do projeto apresentou uma série de workshops na Zona Norte e Oeste da cidade. Recentemente, nos dias 10 e 11 de setembro, diversos grupos e dançarinos foram classificados para as finais do DNA Carioca durante as seletivas realizadas no Espaço Cultural Arlindo Cruz, em Realengo. Mas engana-se quem pensa que o público é formado apenas por profissionais da dança e amadores. Quem curte assistir ou tem interesse em aprender também poderá participar do Festival.

O DNA Carioca – 3º Festival e Seminário de Danças Urbanas é realizado pela JP Move – Jovens de Periferia, que há 18 anos desenvolve uma série atividades culturais por todo o Estado do Rio de Janeiro com o intuito de formar novos públicos para a dança. Composto por jovens profissionais, o grupo soma em seu currículo diversas apresentações no país, além de duas no exterior.  Em 2009, representou o Brasil no Festival Latino Americano de Preservação do Meio Ambiente, no Suriname, com o espetáculo “Em Chamas”. No ano seguinte, abriu o show do rapper Sean Paul no Festival Mundial de Culturas Weken, na Holanda, com “Brasil Raízes”. Em 2014, a companhia circulou em inúmeros teatros e projetos com “Que se Funk”, contemplado com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna no último ano.

BATALHAS – Breaking, Hip Hop e Passinho (Funk)
As Batalhas são sempre os momentos mais fervorosos do festival DNA Carioca, com embates contagiantes e movimentos de dança inacreditáveis. Ao som de DJs especialistas de cada estilo e com a chamada do Mestre de Cerimônias, a banca de júri tem a responsabilidade de escolher o melhor solista a cada batalha. Os três primeiros lugares receberão, respectivamente, R$ 1 mil, R$ 300 e R$ 500.

Júri: Duly Omega (Hip Hop Dance), João Paulo JP Black (Hip Hop Dance), Kapu (Breaking), Pablinho Fantástico (Passinho | Funk), Puber SB (Breaking), Renan Fontoura (Hip Hop Dance), Sanderson BDD (Passinho | Funk), Thiago Negraxxa (Hip Hop Dance) e Yuri Passista (Passinho | Funk).

WORKSHOPS
Os cursos de dança têm a intenção de contribuir na capacitação e no aperfeiçoamento dos dançarinos. As classes de Krump (Mayckon Almeida), Swag (Thiago Rosa), House(LeozinLoureano), Breaking (BboyPubber), Afrohouse (Gabriela Ziriguidum) e Hip Hop (Renan Fontoura) levam em conta a relação étnica, cultural e artística do profissional, estimulando também a troca de experiência, conhecimento, técnica e o lúdico. Os profissionais que vão lecionar os Workshops são cariocas experientes que fazem parte da construção e do crescimento das danças urbanas no Rio de Janeiro.

MOSTRA DE DANÇA E COMPETIÇÃO COREOGRÁFICA
A Mostra de Dança e a Competição Coreográfica do DNA CARIOCA vêm se consolidando como um dos mais importantes eventos do Rio de Janeiro. O principal objetivo é incentivar a construção coreográfica e as trocas artísticas entre dançarinos, coreógrafos, diretores e o público. Os três primeiros lugares da Competição Coreográfica, segundo o júri, receberão, respectivamente, R$ 1.500, R$ 300 e R$ 200. Muito mais do que uma competição, é uma experiência de prazer do movimento.

Júri: Júlio Molina, Hugo de Oliveira e Ugo Alexandre

VÍDEO DANÇA – MOSTRA COMPETITIVA
O encontro entre a Sétima Arte e as Danças Urbanas. A Vídeo Dança é o lugar de criação entre o vídeomaker, coreógrafo e dançarino. Nela, vem surgindo novas estéticas a partir das misturas de linguagens e elementos. O DNA Carioca apresentará uma seleção de 20 vídeos numa mostra competitiva que premiará as três melhores produções, segundo a banca avaliadora e o público do evento, com R$ 500, R$ 300 e R$ 200, respectivamente.

Curadoria: Aline Teixeira, Felipe Ribeiro e Roberto Eizemberg.

PALESTRA E MESAS REDONDAS
Os debates promovidos pelo DNA Carioca são contestações baseadas nas argumentações empíricas das ruas, bailes, salas de aula, ensaios, criações e eventos que reúnem diversos agentes da Dança Urbana. Esse conjunto de experiências onde duas, ou mais ideias conflitantes são defendidas ou criticadas com base em argumentos trazem a tona discussões e contribuições para a cena urbana carioca e no Brasil.

Temas: “Memórias Urbanas” e “Produção das Danças Urbanas e as Políticas Públicas”. Mediação: Michel Cordeiro. Participantes: Bruno Bastos (Rio H2K), Denise Aquarone (Sindicato dosProfissionais da Dança), Ingrid David (Favela em Dança), Jhonny Barroso (Secretaria de Cultura do Estado | Coordenadoria de Cultura, Cidadania e juventude), Junior Perim (Secretaria Municipal de Cultura), Miguel Colker (Rio H2K) e Paula Mori (Centro Coreográfico do Rio de Janeiro).

Programação

DNA Carioca – 3º Festival e Seminário de Danças Urbanas

www.dnacarioca.net | www.facebook.com/ dnacariocaoficial

Datas: 23 e 24 de setembro, sexta-feira e sábado – a partir das 12h

Local: Arena Carioca Fernando Torres | Parque Madureira – Rua Bernardino de Andrade 200. Tel.: (21) 3495 3078

Ingresso: R$ 15 (por dia de evento)

Vendas: www.dnacarioca.net/pricing ou na bilheteria durante o evento

Inscrições: www.dnacarioca.net/inscricoes- dna-carioca

Classificação etária: livre. Capacidade de público: 700 pessoas

23 DE SETEMBRO – SEXTA-FEIRA

Tendas

o   Das 13h às 14h15 – Workshop Krump, com Mayckon Almeida

o   Das 14h30 às 15h45 – Workshop Hip Hop, com Renan Fontoura

o   Das 16h às 17h15 – Workshop Afrohouse, com Gabriela Ziriguidum

Área Externa

o   Das 13h às 17h – Feira Cultural: Livros, DVDs, roupas e muito mais relacionado à dança urbana

Teatro

o   Das 16h às 18h – debate “Memórias Urbanas”

o   Das 18h às 18h40 – espetáculo de dança “Samplers”, do Coletivo Rio Hop

o   Das 19h às 21h – Competição Coreográfica

o   Das 23h às 05h – Festa DNA Carioca

24 DE SETEMBRO – SÁBADO

Tendas

o   Das 13h às 14h15 – Workshop House, com LeozinLoureano

o   Das 14h30 às 15h45 – Workshop Swag, com Thiago Rosa

o   Das 16h às 17h15 – Workshop Breaking, com BboyPubber

Área Externa

o   Das 13h às 17h – Feira Cultural: Livros, DVDs, roupas e muito mais relacionado à Dança Urbana

Teatro

o   Das 16h às 17h – exibição de Vídeos Danças Urbanas

o   Das 17h às 18h – Competição Coreográfica – Finais

o   Das 18h às 19h30 – Batalhas

o   Das 19h30 às 21h – debate “Produção das Danças Urbanas e as Políticas Públicas”

o   Das 21h às 22h – Batalhas – Finais

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui