Farmacêutica dinamarquesa traz para o Brasil produto inédito no tratamento de lesão que pode levar ao câncer da pele

Picato® (mebutato de ingenol) é o primeiro lançamento oficial da LEO Pharma no país desde o início de suas operações no Brasil, em 2010.

O simpósio satélite da LEO Pharma no Congresso da SBCD/Rio 2016 apresentou aos médicos dermatologistas uma verdadeira inovação no tratamento da queratose actínica, uma doença que se manifesta por meio de lesões vermelhas e que podem apresentar diferentes aspectos, dependendo da localização. Elas costumam aparecer no rosto, lábios, dorso das mãos, antebraço, ombros ou em outras áreas do corpo que ficam expostas ao sol, sendo mais comum em pacientes adultos e de pele clara.

Picato® (mebutato de ingenol) está indicado para o tratamento da queratose actínica em regiões da face, couro cabeludo, tronco e extremidades. Os estudos de eficácia realizados com o produto apresentaram uma redução média de 83% nas lesões da face e do couro cabeludo e 42% dos pacientes atingiram clareamento completo.

No tronco e extremidades, 75% apresentaram redução média das lesões e 34% tiveram clareamento completo. 

Estudo do HCFMUSP comprova segurança do produto
Uma pesquisa desenvolvida no Ambulatório de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) comparou o uso de mebutato de ingenol 150 mcg/g com o 5-fluorouracila a 5% no tratamento de pacientes com queratose actínica de face.

O estudo foi realizado com 100 pacientes que apresentavam de 4 a 8 lesões de queratose actínica em uma área de 25 centímetros quadrados da face. Essa área é chamada de campo cancerizável por se tratar de uma região da pele fotoexposta, cronicamente fotodanificada e com múltiplas lesões pré-malignas e malignas. O mebutato de ingenol foi aplicado 1x ao dia por 3 dias consecutivos. Enquanto isso, o 5-fluorouracila a 5% foi aplicado 2x ao dia durante 4 semanas, conforme bula de ambos os medicamentos.

Os dois tratamentos apresentaram perfil de segurança semelhantes, entretanto, o mebutato de ingenol se mostrou superior em relação ao curto tempo de duração do tratamento e às reações cutâneas locais, que foram significativamente menos duradouras quando comparadas à 5-fluorouracila a 5%.

As principais características do mecanismo de ação do mebutato de ingenol são:

* necrose rápida (com a morte da célula específica da lesão);

* resposta imune na área tratada (resposta inflamatória), fazendo com que todo o campo cancerizável fosse tratado.