Falta um ano para o Rock in Rio e organização anuncia: Red Hot Chilli Peppers estará no festival

Banda americana foi a que reuniu o maior público na história do evento e, em pesquisa realizada pela organização sobre quais atrações deveriam ser contratadas para 2017, a atração está em primeiro lugar

Falta um ano para a próxima edição do Rock in Rio, o maior evento de música e entretenimento do mundo e a contagem regressiva já começa a todo vapor com o anúncio da contratação da banda Americana Red Hot Chili Peppers, que reuniu o maior público em toda a história festival, 250 mil pessoas em um único dia de evento, em 2001. Anthony Kiedis (vocal), Flea (vocal e baixo), Chad Smith (baterista) e Josh Klinghoffer (guitarrista) voltam ao Palco Mundo em 2017, pela terceira vez, para encerrar a noite do dia 24 de setembro. Além de 2001, eles também tocaram em 2011, para uma Cidade do Rock completamente lotada, com 100 mil pessoas (capacidade máxima por dia de evento). Em pesquisa realizada pela organização do Rock in Rio sobre quais atrações deveriam ser contratadas para 2017, em um universo de 24 bandas, o Red Hot Chilli Peppers ficou em primeiro lugar. A enquete foi conduzida pelos realizadores com fãs do evento e contou com mais de 73 mil votos.

A banda levará para o festival o 11º álbum de estúdio, The Getaway, que logo na estreia ocupava o primeiro lugar pelo mundo. Está no #1 na parada de vendas de álbuns da Billboard ainda como #2 na Billboard Top 200. The Gateway coloca a banda pela sétima vez no Top 10 e pela terceira vez na segunda colocação do Top 200. O álbum estreou ainda como # 1 na Austrália, Bélgica, Irlanda, Holanda e Nova Zelândia, além de estar na segunda posição no Reino Unido e na Alemanha.

The Getaway, produzido por Danger Mouse e mixado por Nigel Godrich, recebeu elogios da crítica, como “algumas de suas melhores músicas em anos… a melhor prateleira do rock moderno”, segundo a revista Rolling Stone. Já o jornal diário USA Today, disse que “The Getaway prova que os roqueiros de longa data não chiam após 30 anos e são completamente capazes de renovar seu som”. A People completa: ” Seu melhor álbum em anos”. Por fim, a revista americana Vulture, afirmou que “é o melhor em anos, a mais bela coleção de canções em mais de uma década”.

Red Hot Chili Peppers é uma das bandas de rock mais bem-sucedidas da história. Já vendeu mais de 60 milhões de álbuns, incluindo cinco LPs multi-platina e ganhou seis prêmios Grammy, entre eles o de “Melhor Álbum de rock” para Stadium Arcadium, “Melhor performance de rock por um Duo ou Grupo” para “Dani California”, “Melhor Canção rock” para “Scar Tissue”, e “Melhor performance de Hard rock com Vocal” de “Give It Away”. A banda foi introduzida no Rock and Roll Hall of Fame em abril de 2012.

Rock in Rio 2017
O anúncio do Red Hot Chilli Peppers marca a contagem regressiva de um ano para o maior evento de música e entretenimento do mundo. E, partir deste dia 15 de setembro, o público será surpreendido constantemente com notícias sobre o evento. Outra banda já anunciada e que subirá ao Palco Mundo será Maroon 5, para encerrar a noite do dia 16 de setembro.

Entre as novidades que o Rock in Rio trará em 2017 está a Rock Street, que terá o tema África. De uma forma muito lúdica, a curadora do espaço, a africana Angélique Kidjo, que já tocou no Palco Sunset e é mundialmente conhecida por sua diversidade musical e por seus trabalhos como embaixadora da UNICEF, trará uma área multicultural e multicolorida para os visitantes da Cidade do Rock.

Datas anunciadas para o Rock in Rio 2017
O Rock in Rio acontece nos dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro, na Cidade do Rock, na Barra da Tijuca (Av. Salvador Allende, s/n). Aguarde a venda antecipada de ingressos — Rock in Rio Card. Em breve a data de vendas será anunciada.

Rock in Rio e as causas ambientais — Amazonia Live
No último mês, a organização trouxe para o público o Amazonia Live – Projeto Socioambiental do Rock in Rio para todas as edições, nacionais e internacionais, do festival até 2019 que tem como objetivo chamar atenção para a urgência do engajamento no combate às alterações climáticas e lançou a campanha de mobilização que incentiva a população a abraçar a causa, sob o mote “Mais do que Árvores, Vamos Plantar Esperança”.

A organização do festival iniciou um movimento global que ajudará na restauração florestal da Amazônia e que tem como objetivo maior chamar a atenção das pessoas para a importância do consumo consciente dos recursos naturais do planeta e convocá-las a serem agentes ativos no combate às alterações climáticas através da sua própria mudança de comportamento. E as doações já começaram: o festival está plantando 1 milhão de árvores, o Banco Mundial agregou ao projeto outro milhão, a Universidade Estácio de Sá garantiu o plantio de 100 mil árvores e o leilão de guitarras realizado na edição do evento em Lisboa 2016 conquistou o valor equivalente ao plantio de 40 mil unidades. Além deste número, a Conservação Internacional (CI-Brasil) anunciou o engajamento na causa e o plantio de mais 800.000 árvores. Com isso, o Rock in Rio e seus parceiros já garantiram o plantio de mais de 2,9 milhões de árvores e ampliou sua meta para 4 milhões com a convocação da população para aderir à causa até a edição de 2019. Para fazer as doações, é muito simples, basta entrar em www.amazonialive.com. A doação mínima é de R$4,50 (quatro reais e cinquenta centavos), que corresponde ao valor de uma árvore.

Neste projeto, o Rock in Rio se associou a um time de peso: Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO), o Instituto Socioambiental (ISA) e a Conservação Internacional (CI-Brasil), além de marcas patrocinadoras e apoiadoras. 

DEIXE UM COMENTÁRIO