Exposição Residência Casa Juisi com apoio do Rumos Itaú Cultural 2014-2015

De esquerda para direita: Renato Dip e Bruna Lobo
De esquerda para direita: Renato Dip e Bruna Lobo

São Paulo – No dia 04 de julho, sábado, a partir das 12h00, a Casa Juisi, que abriga acervo de moda, área de pesquisa, experimentações artísticas, ateliê e sala de aula, anuncia a abertura da exposição residência Casa Juisi, com apoio do Rumos Itaú Cultural 2014-2015, dos artistas Renato Dib  e Bruna Lobo.

O ambiente de troca que propõe a Casa Juisi em parceria com o Phosphorus, é de imersão e de intimidade em torno das questões que circundam o fazer artístico, as residências artísticas tem se demonstrado o modo mais eficaz de convivência com os artistas suas poéticas suas ambivalências, gerando espaço para discussão e entendimento em diversas camadas do ofício, inclusive no que se refere as  limitações que o sistema da arte apresenta.

Foram realizadas residências de diversos modelos: um artista por vez, um artista e um gestor, quatro artistas, etc.

Desde 2012 o Phosphorus realiza initerruptamente residências e experiências artísticas. Cada experiência nos ensina nutrindo e ampliando vocabulários, relações e repertório crítico.

Nesse ciclo, tendo como proponente a Casa Juisi o projeto contemplado apresenta uma especificidade particular, não apenas o envolvimento com a casa e suas atividades e o entorno urbano mas também com o acervo de figurino com mais de 35.000 peças. 

Assim um artista foi selecionado via edital (Bruna Lobo) e um artista convidado pela curadoria Casa Juisi Phosphorus (Renato Dib).

A questão da vestimenta está diretamente ligada às questões da identidade. A roupa é a pele social. Assim, essas provocações transparecem nos interesses de ambos artistas de modo diverso.

Renato Dib é um pintor que abandona o pincel e se utiliza da matéria têxtil. É também escultor, um artista do fazer concreto. Aqui as gravatas do acervo servem de tinta para inúmeras possibilidades, sendo paulista ele propõe no espaço desenvolver trabalhos que não poderia realizar em seu ateliê. Já Bruna Lobo passeia entre dança e performance com ações mais efêmeras. Sua produção depende do outro, da cidade e assim ela , que vêm do Rio de Janeiro explora as entranhas da cidade e ativa o apartamento que serve de morada para além das relações visíveis de ateliê/artista. Na casa propõe ações sonoras e encontros.

A decisão de colocar uma dupla com dinâmicas opostas foi proposital e parte do desejo de gerar fricção e colaboração preservando a singularidade e o caráter único de cada um.

 https://www.facebook.com/CasaJuisi –  instagram: @ casajuisi #residenciacasajuisi

SERVIÇO
Exposição Residência Casa Juisi 
Abertura: sábado, 04 de julho, às 12h00
Período expositivo: até 18 de julho
Endereço: Rua Roberto Simonsen, 108 SÉ.
Horário de funcionamento: De Quarta à Sexta-feira, das 11h às 19h00. Sábados das 12h às 19h00.

DEIXE UM COMENTÁRIO