Exposição com criaturas geneticamente modificadas chega ao CCBB

Foto: Flávia Villela/Agência Brasil

A exposição Com Ciência da australiana Patricia Piccinini no Brasil chega ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro, com novidades. A Mostra já atraiu mais de meio milhão de visitantes aos prédios dos CCBBs São Paulo e Brasília.

A artista decidiu criar duas novas obras para a temporada carioca. Uma delas foi concebida especialmente para a rotunda do prédio da Primeiro de Março e será ativada a partir do dia 29 de abril, marcando a abertura oficial da mostra. Nos dois dias anteriores, a exposição já estará funcionando em sistema de soft opening.

O resultado é uma enorme escultura inflável, com quase 25 metros de altura e 9,5m de largura. Presa ao teto, a obra se projeta, suspensa, por todo o vão da rotunda. Uma vasta cabeleira completa os dois metros finais até o chão.

Piccinini propõe uma forma ambígua, misto de vegetal e animal, que remete tanto à uma fruta tropical – como o caju, visto pela artista pela primeira vez na vida em São Paulo – quanto aos seres fantásticos que compõem sua obra.

A escultura estará em constante movimento, inflada e esvaziada em ciclos de 15 a 20 minutos. Ao ser inflada, a escultura revelará uma índia ajoelhada sob a cabeleira. A obra estará em pleno funcionamento a partir da sexta-feira, 29 de abril, data da abertura oficial da exposição.

Outra novidade desta temporada carioca é a obra The Breathing Room. Em uma sala escura, o ‘quarto que respira’ se propõe a ser uma experiência imersiva e multissensorial, na qual o público será levado a se sentir como se estivesse dentro de um corpo que passa por uma reação emocional.

As demais obras da exposição são compostas por seres ao mesmo tempo repulsivos e sedutores, concebidos pela artista em seu estúdio de Melbourne.

ComCiência faz um amplo apanhado da produção da artista e reúne alguns de seus principais trabalhos. O espectador vai se deparar com peças icônicas da artista como Big Mother (uma figura agigantada, que se assemelha a uma macaca e amamenta um bebê); The Conforter  (uma menina toda coberta de pelos acalenta um pequeno ser, de pele macia e pés fofos como um bebê humano, mas que tem uma boca aumentada e sem olhos); ou ainda The Observer (2010), um curioso menino que observa o mundo de um ponto de vista privilegiado e perigoso, o alto de uma pilha inclinada de cadeiras. Qualquer metáfora com o percurso que a exposição propõe ao espectador não é mera coincidência.

Em outra sala, estarão reunidas uma série de máquinas antropomorfizadas, uma espécie de diluição provocativa entre o inorgânico e o orgânico; em outro andar ficarão organismos absolutamente descolados da realidade, como Sphinx. Mas todo o Centro Cultural será tomado pelas bizarras figuras (esculturas, relevos e desenhos) da artista.

Serviço
ComCiência – Patricia Piccinini
CCBB Rio de Janeiro
R. Primeiro de Março, 66 – Centro
Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h
Local: rotunda, 1º e 2º andares
Estações de metrô mais próximas: Carioca e Uruguaiana
Fone: (21) 3808-2020
Até 27 de junho de 2016
Curadoria: Marcello Dantas
Dias 27 e 28 de abril – soft opening
Dia 29 de abril – abertura oficial da mostra, com o início do funcionamento da obra inédita criada para a rotunda do CCBB
Visitas mediadas com o CCBB Educativo podem ser agendadas pelo telefone 3808-2070 / 3808-2254

PROGRAMAÇÃO no dia 23 de abril de 2016, sábado
16h –  Voo da obra Skywhale sobre o Aterro do Flamengo (campo de aeromodelismo próximo ao Monumento dos Pracinhas)
Classificação Indicativa: livre
Entrada franca

DEIXE UM COMENTÁRIO