Espetáculo Um Ensaio Sobre Amaro estreia no CCBB RJ

Interpretado pelo Ator Pernambucano Eduardo Rios e DIRIGIDO POR YAEL KARAVAN

DivulgaçãoUm ensaio sobre Amaro é um ensaio sobre a tristeza, que se desenvolve no exato instante em que um ator que nega os seus próprios sentimentos se vê obrigado a reensaiar o seu personagem mais triste: Amaro. O ator e o personagem entram juntos em cena para travar um embate entre a melancolia e a euforia, a lealdade e o desapego, a aceitação e a necessidade de mudar. O espetáculo estreia em 24 de outubro, no Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro, com direção de Yael Karavan.

O ator, Eduardo Rios, usa como recursos principais um forte trabalho físico e um dinâmico tempo cômico para, sozinho, dar vida a um inquieto e filosófico dilema entre as facetas que habitam um mesmo ser. Brincando entre linguagens teatrais extremas, o espetáculo aposta na mescla entre dança, teatro de máscaras, manipulação de objetos, música e ilusionismo para convidar o público a uma conversa com a tristeza em tempos em que ela não é mais ouvida.

“Um ensaio sobre Amaro é um espetáculo solo que construí a partir de um encontro com a artista Yael Karavan no Rio de Janeiro. Nós já nos conhecíamos e a convidei para explorar um tema que já perdurava em minha cabeça havia três anos: a tristeza. Nessa época eu ainda não imaginava que desse encontro nasceria um espetáculo. Mas eu sentia uma necessidade grande de me aprofundar mais no universo do teatro físico, que sempre foi a base da minha formação artística. Levei alguns materiais que eu havia colecionado em torno do tema, como músicas, cores, roupas, imagens, textos, arquivos familiares e uma máscara que eu tinha confeccionado sob a orientação do Grupo Moiatará, a qual veio a se tornar um ponto chave da criação e da peça.  Após uma semana percebemos que já tínhamos o esboço de um espetáculo, mas devido aos limites da distância física (Yael mora em Brighton, na Inglaterra), foi necessário aguardar dois anos até que eu pudesse reencontrá-la para criar a peça em mais duas semanas.

O tema da tristeza começou a nascer em mim em 2011, enquanto eu estudava teatro em Londres e caminhava pelas ruas tentando compreender aquela melancolia que se instalava em mim de uma maneira nunca antes sentida. Com o passar do tempo fui me habituando a ela, e mais do que isso, comecei a me encantar por ela. A melancolia se mostrou uma grande companheira, que me tornava criativo, reflexivo, e mais conhecedor de mim mesmo. Numa sociedade onde a tristeza é abominada, decidi adotá-la e torná-la tema do meu espetáculo solo. Busquei referências da minha própria vida, como o meu próprio avô Amaro Edno Rios, que carregava um divertido e sarcástico ar melancólico em seu semblante. E então criei dois personagens: Zack, baseado no meu lado que não aceitava a tristeza; e Amaro, baseado na tristeza que me estagnava. O encontro entre os dois personagens me permite chegar durante o espetáculo no Eduardo que sou hoje: o que aceita a tristeza e dialoga com ela para entender mais sobre si mesmo sem se estagnar. ”

(Eduardo Rios, ator e criador do espetáculo)

“Quando Eduardo me convidou para dirigir o seu solo, ele me mostrou uma bela máscara que tinha feito. Conhecendo ele o bastante, eu não poderia imaginar Eduardo por trás de uma máscara o espetáculo inteiro, então começamos a pesquisar várias maneiras de criar a peça aproveitando seus diversos talentos. Isso se deu através de trabalhos com teatro físico, comédia, música e objetos. O resultado foi um leque de ferramentas composto de maneira única para os múltiplos talentos de Eduardo. Foi um prazer descobrirmos juntos esse material e um desafio trazer à tona todos esses elementos no que veio a se tornar uma história muito especial feita por um completo arco-íris de cores e emoções. ”

(Yael Karavan, diretora e criadora do espetáculo)

FICHA TÉCNICA:

Um Ensaio Sobre Amaro
Criação: Eduardo Rios e Yael Karavan
Direção: Yael Karavan
Atuação: Eduardo Rios
Direção de Arte: Júlia Fontes
Iluminação: Rodrigo Maciel
Adereços: Alexandre Guimarães
Assistência Artística: Natascha Falcão
Máscara: Grupo Moitará e Eduardo Rios
Diretor Assistente: Thomás Aquino
Produção: Palavra Z Produções Culturais
Direção de Produção: Bruno Mariozz

SERVIÇO:
Temporada: de 24 de outubro de 2016 a 21 de novembro de 2016.

Horários: segundas e quartas, às 19:30h

Ingresso:         R$ 20,00 – inteira

R$ 10,00 – clientes e funcionários do BB, estudantes e maiores de 60 anos

Bilheteria: de quarta a segunda, de 9h às 21h

Vendas online: www.ingressorapido.com.br

Duração: 50min

Capacidade: 155 lugares

Classificação indicativa: 12 anos

Local: CCBB RJ – Teatro II

Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Tel: (21) 3808-2020 ccbbrio@bb.com.br
Acesso para portadores de necessidades especiais
Para mais informações, acesse: http://culturabancodobrasil.com.br/portal/ 

DEIXE UM COMENTÁRIO