Espetáculo Dentro de Mim, a Cidade traça mapa afetivo e levanta reflexão sobre o homem e a cidade de São Gonçalo

Cego e sem rumo, Gonçalves, um errante, caminha pelas ruas da história das cidades que habitou: Rio de Janeiro e São Gonçalo. Entre a metrópole e a chamada periferia, ele transita peripateticamente e ressuscita as imagens e narrativas de tempos idos, confundindo a lembrança de seu passado, com as memórias históricas da polis. Vagando para lugar nenhum, Gonçalves, tenta achar a cidade utópica e acaba por se perder ainda mais, confundindo-se com os monumentos, praças, charcos e mangues que encontra. O caminhante percebe-se, ele mesmo, o próprio caminho.

Dentro de Mim, a Cidade, é uma peça teatral que se utiliza de elementos do teatro físico, da música, do vídeo e da fotografia, para falar sobre as possíveis relações entre corpo, memória e território, buscando uma relação critica com a historiografia oficial, que narra os fatos pela ótica do opressor e molda os espaços de forma a torna-los inacessíveis e impenetráveis. A obra é uma tentativa de traçar um mapa afetivo entre essas duas cidades, que polarizam uma série de discussões caras à reflexão sobre a urbe.

Sobre o coletivo de artes Mundé
Atuando em São Gonçalo e em alguns municípios do Rio de Janeiro desde 2014, o Mundé é um coletivo das artes cênicas e visuais, que buscam um diálogo constante entre essas áreas com suas diversas propostas estéticas, tendo como meio de expressão uma linguagem que passeia entre a mimica contemporânea, a dança -teatro e a performance. 

As questões suscitadas a partir da critica social e politica de nosso tempo, norteiam nossas pesquisas, resultando num acontecimento que faz pensar o próprio estatuto do real e do imaginário e das relações de poder entre o opressor e o oprimido. O coletivo tem três espetáculos em seu repertório: Dama in Vitro (2014); Orobô (2015) e Dentro de Mim, a Cidade (2015), além de várias atividades pedagógicas como cursos e oficinas em diversas áreas.

Ficha técnica e Serviço:
Atuação e dramaturgia : Reinaldo Dutra
Orientação e execução musical: Fernando Porto
Orientação para composição cênica: Nicolle Longobardi
Projeções, vídeos e desing gráfico: Jamille Almeida
Fotografia: Luana Garcia
Produção: Coletivo Mundé
Dias 8, 15, 22, 29 de outubro, às 19h30
Local: Escola Fábrica Oficina Social de Teatro
Rua Saldanha Marinho, 14, Centro, Niterói, RJ
Informações: (21) 2721-0468
Valor: R$10,00

DEIXE UM COMENTÁRIO