Duodigit desenvolve modem M2M para captação de dados oceanográficos em portos brasileiros

Solução visa o aumento da segurança e produtividade, lidando com ambiente extremo do oceano

A Duodigit, empresa fornecedora de produtos de telemetria e biometria, está habilitando a conectividade M2M para uma solução inovadora de Internet das Coisas (IoT) que monitora  as  condições  dinâmicas  do  oceano  para  otimizar  a  segurança  e  a  eficiência  dos  portos  brasileiros.  Desenvolvido  pela  HidroMares,  empresa  especializada em consultoria oceanográfica, o sistema de informações meteo—oceanográficas em tempo real (SISMO)  monitora  ondas,  correntes,  variação  do  nível  do  mar,  temperatura  e  salinidade da água com o objetivo de aumentar a segurança da navegação,  otimizar o tráfego  de navios e aumentar a produtividade nos portos brasileiros.

Este inovador sistema de telemetria aproveita os robustos modens da Duodigit para coletar diversos dados oceanográficos  em sensores instalados no fundo do mar. Estes modens utilizam os módulos M2M Cinterion da  Gemalto  com  sistema  Java  incorporado  para  coletar,  processar  e  enviar  os  dados  através  de  redes sem fio e Internet para um servidor de backend. Os trabalhadores portuários se conectam  com segurança a uma interface intuitiva e utilizam os dados para aperfeiçoar a tomada de decisões  em tempo real e melhorar a produtividade dos portos. A solução já foi implementada no Porto de  Açu, no Estado do Rio de Janeiro, cuja localização é estratégica para a indústria do petróleo, por ser próximo às bacias de Campos.

“A amostragem de dados oceanográficos é feita em um ambiente hostil tanto para a durabilidade  de todos os componentes do sistema quanto para sua instalação e manutenção. A transmissão  destes dados em tempo real é ainda mais desafiadora por demandar um sistema robusto e que  opere ininterruptamente”, relata Alexandre De Caroli, Diretor Técnico da HidroMares.”A solução  fornecida pela Duodigit e Gemalto foram ao encontro de tais necessidades”.

“Um  dos  nossos  maiores  desafios  foi  projetar  uma  solução  eficiente  em  termos  de  custo  que  garantisse uma comunicação segura nos ambientes extremos de um porto”, disse Luiz Henrique  Correa Bernardes, Diretor Técnico da Duodigit.”O módulo Java incorporado, da Gemalto, fornece  a durabilidade exigida, juntamente  com o poder de processamento necessário para analisar e  armazenar as informações localmente no dispositivo. A solução permite a comunicação eficiente,  conforme necessário,  fundamental para a eficiência de custos e preservar a energia da bateria  em locais de difícil manutenção, tais como portos marítimos.”

“A otimização da logística da cadeia de suprimento e a melhoria da produtividade nos sistemas  de distribuição são fundamentais para a rentabilidade da nossa economia cada vez mais global,  além  de  melhorar  também  a economia  de  combustível  dos navios  com um  impacto  ambiental  positivo”,  acrescentou  Rodrigo Serna, presidente para a América Latina, da Gemalto.  “Soluções  como  as  proporcionadas  pela  Duodigit  promovem  o  avanço  do  Brasil  e  da  América  Latina,  aumentando a eficiência da logística portuária”, contou.

DEIXE UM COMENTÁRIO