Dia Fora do Tempo é comemorado pela Cia de Msterios e Novidades na Praça da Harmonia

 A Companhia Brasileira de Mystérios e Novidades celebra 35 anos de história dedicados à pesquisa de manifestações culturais populares e na divulgação e valorização do teatro de rua. Com sede na zona portuária do Rio de Janeiro, o grupo amplia enriquece a programação cultural na região do Centro com atividades gratuitas permanentes.
 
 No calendário oficial, já incorporado ao calendário cultural da cidade, os meses de junho e julho são marcados por diversas atividades, como a tradicional Festa Junina na Praça da Harmonia. E na próxima segunda-feira, 25 de julho, a Companhia comemora “O dia fora do Tempo” a partir das 19h na Praça da Harmonia.
 
 Haverá uma extensa programação com apresentação dos grupos de música, teatro, poesia, circo, como Mulheres de Ilú, Saci Chorão, Sexteto Curipira, Carlos Negreiro, Quase tudo pandeiro, Go East Orkestar, Harmonia Enlouquece, Edmilson Santiti Teatro em Cordel, Cia Aerea de Dança, Sérgio Biff, Joana Araujo e Gigantes pela Própria Natureza.
 
 Esperado e comemorado pela cultura Maya, o “Dia fora do Tempo” é considerado o dia do perdão universal, usado para celebrar e comemorar a arte, a beleza, a alegria e a vida. A data pode ser comparada ao Reveillón onde há a oportunidade de recarregar as energias, recomeçar e agradecer por tudo o que foi recebido no período que passou.
 
DivulgaçãoSobre a Cia Mysterios e Novidades
Criada em 1981, é formada por artistas que desenvolvem um trabalho contemporâneo a serviço da evolução do ser humano e da sociedade. Afirma o Teatro de Rua como importante veículo de intervenção urbana e transformação. Os espetáculos, com coreografias em pernas de pau e música ao vivo, se inspiram na linguagem dos antigos atores/músicos populares, e são classificados como uma “Ópera Popular” e visam afirmar a arte de rua como “arte pública, arte para todos”. A Companhia tem direção geral de Ligia Veiga, direção de produção de Marina França e coordenação de atividades e preparação corporal de Marilia Felippe.  
 
 No seu calendário anual inclui cortejos e intervenções: Procissão de Todos os Santos pela Paz, Cortejo dos Orixás, Abre-alas dos Escravos da Mauá, Cortejo de São Jorge, Festa de São João, Dia Fora do Tempo, Auto de Nossa Senhora da Saúde, Festa de São Cosme e Damião, Histórias da Pequena África e Vozes do Porto.
 
 A Companhia desenvolve seu trabalho com teatro há 35 anos e se mantém atuante, difundindo a cultura brasileira com seu teatro de vanguarda em importantes festivais internacionais e residências teatrais em diferentes países: Itália, Portugal, Alemanha, Espanha, Eslovênia, Romênia, Hungria, França, Áustria, México, Colômbia, Argentina.
 
 Sua sede está localizada na Gamboa, Zona Portuária do Rio de Janeiro, onde, desde 2007 desenvolve o projeto pioneiro “Gigantes Pela Própria Natureza – Orquestra Itinerante de Rua sobre pernas de pau”, um programa de formação para crianças, jovens e adultos com o objetivo de promover meios de inclusão social através da arte. Enfatizando o conceito de “Escola sem paredes”, valoriza o indivíduo em seu potencial criativo como agente de transformação e estimula múltiplas maneiras de aprendizagem. 
 

Em 25 de abril de 2011 a Companhia inaugurou em sua sede, o Teatro Terreiro Pavilhão, espaço aberto à experimentação, elaboração e apresentação de espetáculos de diversas companhias brasileiras de teatro, bem como a realização de oficinas, cursos e workshops de artes cênicas. Integra o coletivo de agentes culturais atuantes na zona portuária e o Fórum Permanente de Arte Pública da cidade do Rio de Janeiro, liderado por Amir Haddad.

 SERVIÇO
 

O dia fora do tempo
25 de julho, a partir das 19h – Praça da Harmonia – Gamboa
Entrada Franca
Classificação – Livre