‘Deixa Na Régua’ mostra o cotidiano das barbearias cariocas

Novo filme de Emílio Domingos estreia no Festival do Rio, em outubro.

O filme ‘Deixa Na Régua’, de Emílio Domingos – mesmo diretor de ‘A Batalha do Passinho’ e ‘L.A.P.A’ -, foi selecionado para a mostra ‘Novos Rumos’ da Première Brasil do Festival do Rio 2016, um dos festivais de cinema mais importantes da América Latina e que acontece em outubro. 

‘Deixa Na Régua’ faz uma imersão no cotidiano de três barbearias de grande popularidade e que são conduzidas por três personagens da Zona Norte/Baixada (Belo, Deivão e Edi) que usam seus talentos com a tesoura e a máquina de barbear para atrair uma clientela fiel. Mostrando a barbearia como um espaço de sociabilidade e debate, o filme revela que enquanto os cortes são feitos, os clientes conversam e ouvem conselhos dos barbeiros, mostrando que a busca por uma nova estética tem também um forte lado social e comportamental.

“Durante o processo de filmagem de “A Batalha do Passinho”, percebi que um dos assuntos mais frequentes dos meninos era a ida ao salão. A vaidade dos dançarinos da periferia e seus novos cortes de cabelo e sobrancelha representava um dos muitos estilos dessa geração. Por trás de inúmeros cortes geométricos e detalhistas escondia-se toda uma preocupação com a afirmação das suas individualidades”, diz Emílio Domingos.

Família, violência, sexualidade, assuntos do cotidiano… São vários os temas discutidos em dias intermináveis na espera pela sua vez de ser atendido. ‘Deixa Na Régua’ mostra que homens de diversas faixas etárias criam laços de amizade por conta desse encontro semanal no salão. Esse hábito faz com que sintam-se parte de um grupo. Com o objetivo de aumentar a popularidade e auto estima, eles refazem o corte, retocam a pintura, acertam a sobrancelha, entre vários outros procedimentos.

REDES SOCIAIS
https://www.facebook.com/deixanaregua/
Instagram: @deixanaregua.filme