Dailza apresenta “Estrela da minha esquina” no Parque das Ruínas

A cantora e escritora Dailza ruma por novos horizontes em 2016. A começar adotando como nome artístico o próprio nome de batismo, antes ela assinava seus projetos como Dadá Ribeiro. E para dar o passo inicial com pé direito em sua nova fase ela escolheu a bucólica Santa Teresa, conhecida pelo lúdico acesso via Bondinho, e por abrigar vários atelies e galerias de arte. Dailza sobe ao palco do aconchegante Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas em uma tarde de domingo, para encantar o público com suas canções e com os mais variados estilos da música popular brasileira. O show, que dará início a turnê “Estrela da Minha Esquina”, acontece em 17 de abril, às 17h. No repertório, além da canção homônima, estão sucessos de seu primeiro álbum, “Desaguar”, e seis músicas inéditas que irão compor seu segundo CD. O show será gravado e transformado no primeiro DVD da artista.

Dailza tem o poder de levar as histórias que presencia, ou que lhe são passadas, para o universo musical. O resultado é um conjunto de belíssimas composições que mesclam ritmos como: samba, forró, baião, maracatu, afoxé, baladas românticas, pop e música folk americana. “O que me encanta, na verdade, são as palavras. Esse ato de brincar com elas. A sonoridade”, declara a artista que também irá lançar dois livros infantis no segundo semestre.

Dailza encontrou seu caminho nas artes após longa caminhada. “Morei um tempo no exterior e quando voltei, aos 40 anos, não consegui emprego por estar “velha” demais para o mercado. Sou formada em  Tecnologia da Informação. Numa busca pessoal, entrei para uma oficina literária”, relembra ela cujo conto “O menino e seucavalo” foi premiado durante a FLIP (Feira Literária Internacional de Paraty). “A música me escolheu. Ela veio me buscar. Hoje me divido entre a escrita, a  composição e o canto”, enumera.

Cheia de planos, Dailza manda um recado para as mulheres. “Casei. Criei filhos. Trabalhei. Cheguei aos 50 anos e descobri que ainda tenho muito para viver; que posso me aventurar em novas experiências. Nós somos nossos próprios limitadores. Precisamos mudar isso”,  diz.

O show, que conta com apoio da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura, abre a agenda pré-olímpica em 2016.

Para o show,  Dailza convidou seu irmão, Eurípedes Jr., que, além de músico, é um dos integrantes da diretoria do Museu Nacional de Belas Artes e primeiro Doutor em Museologia do Brasil, o 2º na América Latina. Eurípedes tocará teclado. Completando o time, está Didier  Fernan como baixista e diretor musical da turnê “Estrela da minha Esquina”, o violonista Tuca Alves e o percussionista, Zé mauro.

Serviço

Show “Estrela da Minha Esquina”, Dailza e banda

Local: Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas (Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, Rio de Janeiro – RJ)55 21 2215-0621 / 2224-3922

Domingo, 17 de abril, às 17h.

Duração: 1h10

Entrada franca.

Classificação etária: Livre

www.facebook.com/parquedasruinas

www.facebook.com.com/SMCulturaRio

www.rio.rj.gov.br/web/smc

Site: http://www.dailza.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/Dailza-Dad%C3%A1-Ribeiro-616543061701343/?fref=ts

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui