Da casa da família Ohara para a mesa do Azumi, ensopados são boa pedida para as baixas temperaturas

Nabeyaki Udon (foto: Maria Mattos)
Nabeyaki Udon (foto: Maria Mattos)

O tradicional restaurante japonês Azumi, soma 26 anos servindo a milenar culinária oriental em Copacabana. Comandado pela família Ohara, o restaurante é uma extensão da própria casa dos japoneses. 

Com a chegada de temperaturas mais amenas, na cozinha da família Ohara não dá outra coisa: os poderosos ensopados de macarrão japonês são a escolha para aquecer corpo e alma. E no cardápio do Azumi não poderia ser diferente.

Preparados com udon, macarrão de farinha branca, preparado artesanalmente no Azumi ou soba, macarrão de trigo sarraceno importado do Japão, são mais de 10 sugestões à escolha do cliente.

O ensopado que leva o nome da casa mistura frango, cogumelo, legumes e ovo (R$ 60). O Kamo Nanban (R$ 70) é preparado com fatias de ganso ou pato e cebolinha, já o Tsukemen (R$ 65) leva à mesa o lamen em temperatura ambiente, com fatias de chashu (carne de porco cozida), algas e vegetais, com molho especial da casa, que é bem condimentado. Pedida mais recheada, o Nabeyaki Udon (R$ 80) tem frango, camarão, cogumelo, legumes e ovo na panela.

SERVIÇO:

Azumi
Rua Ministro Viveiros de Castro, 127 – Copacabana
Telefones 2541-4294/2295-1098
Número de lugares :  70 lugares (9 lugares balcão sushi,  11 lugares balcão grelhados, 24 lugares  salão mesa, 25 a 40 lugares Tatami)
Horário de funcionamento:  Segunda à domingo de 19:00h a meia noite. Sexta e sábado fecha  01 h.
Cartões de crédito (American, Diners, Mastercard e Visa) Todos – Cartões de débito (Cheque eletrônico, Maestro, Redeshop, Visaelectron) Todos – Cartões de refeição (Smart Vale Refeição, Sodexho Pass, Ticket Restaurante, Visa Vale) Nenhum – Tíquetes (Cheque Cardápio, Ticket Restaurante, vale Refeição) Nenhum
Manobrista no local
Entrega em domicílio por toda zona Sul
PS: Curiosidade: LEI SECA
O Azumi oferece o serviço de levar o cliente de volta para casa. O cliente vai dirigindo seu carro, depois que ele consome bebida alcoólica, o funcionário da casa leva o cliente para a casa. Será cobrado apenas o valor do táxi de volta.

DEIXE UM COMENTÁRIO