Crowdfunding possibilita financiamento de projetos de música

A música independente brasileira ficou por muito tempo na sombra das grandes gravadoras, mas esse cenário vem mudando junto com o crescimento do financiamento coletivo – ou crowdfunding, como também é conhecido. Essa forma de financiamento de projetos tornou mais simples e prazeroso o processo de criação e produção de discos, o relacionamento dos artistas com seus fãs e também a realização de shows ao redor do país.

O modelo de economia colaborativa significa que você não precisa de um investidor único e, muito menos, esperar até que seu talento seja reconhecido por uma gravadora. Aliás, muitos artistas preferem continuar independentes para não abrir mão de sua liberdade criativa, muitas vezes oprimida pelos grandes selos.

Se você ou sua banda querem gravar um novo CD ou DVD, podem fazer a pré-venda do álbum, assim, os contribuidores adquirem o material em primeira mão; se querem gravar um clipe, podem oferecer a participação do contribuidor no vídeo ou um agradecimento nas redes sociais em troca do apoio; e já se for viabilização de show, poderão oferecer ingressos aos contribuidores.

O crowdfunding proporcionou novas experiências a artistas que há anos tentam viver da música independente no Brasil. Esse é o caso de RUB, um músico com 25 anos de carreira, que criou a campanha “Faça Tudo Valer a Pena” para arrecadar fundos para a gravação ao vivo de seu DVD comemorativo.

O crescimento do financiamento coletivo de música permitiu que RUB ultrapassasse a meta de R$32.900,00 e realizasse o projeto dos seus sonhos. Em troca, os colaboradores ganhavam créditos ao final do DVD, ingressos para a gravação, camisetas exclusivas ou até o violão utilizado pelo músico durante as gravações, de acordo com a quantidade investida.

Além disso, é uma forma da sua banda avaliar a receptividade e a aceitação do público antes mesmo de colocar seu trabalho no ar. Ainda, permite a aproximação do artista com os fãs, criando uma relação mais íntima. 

Se você tem uma banda ou um projeto musical e não tem grana para realiza-lo, separamos algumas dicas para criar uma campanha de financiamento coletivo!

Escolha a plataforma de crowdfunding para financiar seus projetos
Compare os sites de financiamento coletivo e decida qual melhor se adequa ao seu objetivo. Algumas plataformas têm diferenciais que podem ser a chave para seu sucesso, como assessoria de imprensa gratuita.

Se você ainda é novato no crowdfunding, escolha uma plataforma que dê todo o suporte, desde a criação até o lançamento e a divulgação de sua campanha. Nestas horas, ter um suporte é muito importante!

Planeje sua campanha
Essa etapa envolve o planejamento da campanha em si: definir objetivo, público-alvo, organização do tempo de duração da campanha (pode ter até 60 dias) e também um plano de marketing que deve envolver sua base de contatos, as ações para atingi-los, entre outros.

Independente de qual for o seu projeto – pode ser um livro, filme, disco, documentário ou até mesmo um show -, o importante é manter o foco nele.

Defina o orçamento e recompensas
Estabeleça uma meta realista, mas inclua todas as despesas que você vai ter durante o processo, inclusive os gastos com as recompensas que os contribuidores receberão ao te ajudar! É importante que elas sejam bem escolhidas para que estimule as pessoas a contribuírem.

Com a campanha “Esteban Tavares: pré-venda exclusiva!”, o ex-Fresno conseguiu bater sua meta de arrecadação em 157% para a gravação de seu segundo CD, com mais de 1.200 contribuições. Leigo no assunto, ele conta que optou pelo crowdfunding, principalmente, pela questão de manter sua liberdade criativa e também ficar mais próximo de seus fãs, mas que a plataforma foi essencial.

O músico também optou por expor o orçamento do projeto aos contribuidores. Essa é uma tática para tornar a campanha mais confiável, assim, quem contribuir saberá como o dinheiro vai ser usado. O momento de definir a meta é um dos mais importantes do processo inteiro. Considere todos os gastos – de logística à distribuição – e também os possíveis imprevistos para não ter nenhuma surpresa ruim!

Divulgue!
Mostre para seus amigos, sua mãe, irmão e parceiros. Eles poderão dar o feedback e sugerir melhorias que você não havia pensado. Além disso, peça que eles contribuam com o projeto, assim quando os contribuidores em potencial virem sua campanha, ela terá maior credibilidade.

A premissa básica da campanha de crowdfunding é a divulgação da sua ideia e projeto para o maior número de pessoas possível. Vale tudo: redes sociais são indispensáveis, lugares que seu público frequenta e, se possível, peça para pessoas influentes te ajudarem a divulgar.

Tanto para os contribuidores quanto para os criadores das campanhas de crowdfunding, o modelo é visto como uma troca. Os artistas arrecadam dinheiro e oferecem aos fãs a chance de participar diretamente da realização do projeto.

Isso é, qualquer músico que necessite de dinheiro, pode criar sua campanha de crowdfunding e começar a arrecadar no mesmo dia. E tudo isso sem burocracia

DEIXE UM COMENTÁRIO