Murakami (foto: Adriano Fagundes)
Murakami (foto: Adriano Fagundes)

Duas grandes estreias nacionais se destacam no cenário cultural do Rio na última semana do projeto “Entre Dança”, realizado pelo Teatro Sesc Ginástico. De 27/01 (quarta) a 31/01 (domingo), a renomada Cia Regina Miranda & AtoresBailarinos apresenta os espetáculos “Murakami: o Leitor de Sonhos” e “Medo e Prazer em Sintonia”. Na primeira, uma leitura do universo fantástico de Harumi Muramaki, o mais famoso autor japonês da atualidade, com obra traduzida em mais de 50 idiomas. Assinadas por Regina Miranda – coreógrafa de renome internacional que há 15 anos atua entre o Rio e Nova York – as peças possuem uma estética japonesa, conceitos de aceleração e contenção do tempo e uma notável elegância e precisão gestual. Os ingressos variam de R$ 5 a R$ 20. No dia 25/01 (segunda), a Cia realiza uma oficina gratuita no teatro.

Na peça “Medo e Prazer em Sintonia”, o espaço cênico se torna uma área simultânea de combate e meditação, onde se busca o aperfeiçoamento pessoal no jogo da vida. A peça tem texto, direção, trilha sonora e coreografia de Regina Miranda e conta com Marina Salomon, Marina Magalhães e Aline de Luna como intérpretes. A montagem apresenta ainda uma participação especial de Flávia Tápias, com quem Regina estreou em Nova York uma primeira versão do trabalho em forma de duo. Os figurinos são de Luiza Marcier e iluminação de Fernanda Mantovani, com produção de Denise Escudero.

Na coreografia “Murakami: O Leitor de Sonhos” é apresentado o percurso tumultuado de um homem que pensava ter a vida sob controle, mas percebe que sempre é estranhamente abandonado pelas mulheres que ama. Em sua busca de identidade e pertencimento, ele irá percorrer paisagens e enfrentar situações sempre insólitas e estrangeiras. Mesmo sem referências a nenhum dos livros de Murakami, o espetáculo atravessa sua obra para fazer convergir personagens e situações recorrentes que caracterizam sua literatura e fazem emergir o universo fantástico do autor.

Na montagem, o bailarino Fabiano Nunes interpreta o homem perplexo diante de suas perdas. Dentre elas, cinco mulheres vividas pelas artistas Marina Salomon, Marina Magalhaes, Adriana Bonfatti, Ana Bevilaqua e Julia Gil. Cada uma apresenta uma característica inalterável, a ponto de se tornarem emblemas de situações vividas. Para começar o ano, uma das melhores estreias de janeiro que abre a temporada teatral de 2016 do Teatro Sesc Ginástico.

Medo e Prazer (foto: Adriano Fagundes)
Medo e Prazer (foto: Adriano Fagundes)

REGINA MIRANDA:
CEO e Diretora de Arte & Cultura do Laban/Bartenieff Institute of Movement Studies e, no Rio de Janeiro, diretora da Cia. Regina Miranda & AtoresBailarinos. Regina é uma premiada artista, analista de movimento e gestora cultural brasileira. Possui Bacharelado em Dança pela State University of New York, Pós-Graduação em Análise Laban de Movimento, pelo Laban/Bartenieff Institute, de NYC, e Mestrado em Ciências pela Ken Blanchard School of Business/Grand Canyon University.

Seu trabalho em artes cênicas é definido pela criação de performances instigantes, encenadas tanto em teatros como em galerias de arte e espaços não convencionais. Regina criou e dirigiu mais de 40 espetáculos de teatro, dança e música cênica, com os quais ganhou cerca de 10 prêmios nacionais e internacionais. Dentre seus trabalhos mais recentes, em 2013, escreveu e dirigiu “Manuscritos de Leonardo” (Espaço Sesc – Prêmio Prefeitura do Rio 2013) e encenou dois textos de Antonio Quinet: “A Lição de Charcot” (Salle Charcot/La Salpetrière) e “Hilda & Freud”, (Museu Freud, Londres). Em 2014, dirigiu e coreografou seis espetáculos de grande formato, ambientados em lugares históricos da Zona Portuária do Rio de Janeiro para o Projeto “Porto de Memórias”. Em 2015, dirigiu e coreografou “Abolição: um único dia de Delírio” (Cais do Valongo), “Laguna Creativa”, texto de Antonio Quinet, com estreia em Buenos Aires. Coreografou “Fear and Pleasure so Finely Tuned”, duo estreado em Setembro no Manhattan Movement & Art Center, em NYC. Em agosto do ano passado, começou a celebração dos 35 anos da Cia. Regina Miranda & AtoresBailarinos com “É sempre tarde demais para se falar de tempo”, grande instalação coreográfica que ocupará a fachada e o foyer do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. É Coordenadora Internacional e Professora da Pós-Graduação em Sistema Laban na Faculdade Angel Vianna, no Rio de Janeiro e ministra aulas, palestras e workshops em diversas universidades no Brasil e Estados Unidos. Foi criadora e coordenadora acadêmica do “Ateliê Coreográfico”, programa de desenvolvimento profissional em arte e liderança cultural, envolvendo participantes de todas as camadas sociais e econômicas, considerado referência brasileira em educação artística cidadã.

Serviço:

Projeto “Entre Dança” – Teatro Sesc Ginástico

Estreia nacional – “Medo e Prazer em Sintonia” e “Murakami: o Leitor de sonhos”

Cia. Regina Miranda & AtoresBailarinos
Avenida Graça Aranha, 187, Centro.
Tel.: 2279-4027
Oficina: segunda, das 17h às 21h.
Espetáculos: quarta (27/01) a sábado (30/01) às 19h, domingo (31/01) às 18h.
Preços: R$ 5 (associados Sesc), R$ 10 (estudantes e idosos) e R$ 20.
Classificação: livre.
Duração: 80 minutos.
Realização: Sesc.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui