Conheça seis inspiradoras histórias de vida em “Chef’s Table”, do Netflix

Chef’s Table

Tecnicamente impecável. Bem escrita, produzida e dirigida, “Chef’s Table” é uma pequena série documental com o “selo de qualidade” Netflix. Ela conta, em seis episódios de aproximadamente quarenta minutos, a trajetória profissional de seis renomados chefs ao redor do mundo. São eles: Massimo Bottura; Dan Barber; Francis Mallmann; Niki Nakayama; Ben Shewry; e Magnus Nilsson. Longe de ser trivial como os tradicionais programas, séries e realities do gênero, “Chef’s Table” é de uma profundidade singular, que transcende a culinária. Temos aqui, acima de tudo, a história de vida de indivíduos que correram atrás de seus sonhos e, conseguiram com maestria, criar algo extraordinário.

Uma verdadeira aula de arte, e de vida. Sem exageros, esqueça tudo que os livros de culinária lhe ensinaram até hoje.  Aprenda que, para ser um chef de verdade, não existe regra, e sim talento, paixão, e criatividade. “Hoje em dia um chef não pode ser apenas um cozinheiro, é preciso usar a cor, a linguagem, imagens, e emoção para animar o que está no prato”, diz um crítico gastronômico entrevistado na série. Os personagens da vida real presentes nesta produção, desconstroem a ideia da cozinha tradicional ao inovar de forma espetacular em seus restaurantes. Transformar uma simples batata em uma obra de arte comestível. O segredo é simples: colocando o coração e suas crenças no trabalho, apostando que sua alma estará presente naquilo que fazem. Cada qual com sua própria voz culinária, provando que não há regras ou limites para criar e exercer uma boa cozinha.

“Para crescer e evoluir, é preciso estar no limiar da incerteza” – Francis Mallmann

Somos brindados com profundas reflexões de verdadeiros “artistas” bem sucedidos em seu ofício. Frases e pensamentos inspiradores, vindos de pessoas que venceram na vida, são realmente emocionantes. Da importância e nobriedade do ato de cozinhar, somos transportados até a relação do homem com a natureza, tal é a amplitude da abordagem da série. Quão interessante é, ver pessoas que se preocupam com todas as etapas do complexo processo de cozinhar: desde a preocupação com a sustentabilidade, a produção consciente de alimentos e a manutenção da qualidade dos ingredientes, até a concepção e montagem dos pratos.

Seguir regras e colocar as receitas no pedestal é matar a gastronomia. A ordem do dia é criar, inovar. Perguntada sobre o sucesso de Magnus Nilsson na Suécia, uma crítica diz que a diferença dele para outros chefs, é que enquanto estes leem livros de receitas, Nilsson os cria. Certamente “Chef’s Table” vai surpreender e agradar inúmeras pessoas, até mesmo àqueles que não tem uma conexão tão grande com a gastronomia.

(Clique nas imagens para ampliar)

[justified_image_grid]

Ficha Técnica:

Título original: Chef’s Table
Ano: 2015
Direção: Clay Jeter, Brian McGinn, Andrew Fried, David Gelb.
Elenco: Massimo Bottura, Dan Barber, Francis Mallmann, Niki Nakayama, Ben Shewry, Magnus Nilsson

No Netflix, todos os episódios já estão disponíveis.

Trailer:

 

REVIEW GERAL
Sopa Quente
Historiador e Especialista em Arquivologia. Escritor nas horas vagas. Afeito a temas relacionados a literatura, música, cinema, TV, arte e cultura de uma maneira geral.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui