Como despertar nas crianças o interesse pela leitura? 

Por pressfoto - Freepik
Por pressfoto - Freepik

O brasileiro lê muito pouco, apenas 4,96 livros por ano. Esse fato foi constatado pela quarta edição da Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil. Para completar, o estudo mostrou ainda que o incentivo para reverter a situação é baixíssimo. Por exemplo, 67% da população não recebeu qualquer apoio de alguém para abrir um livro sequer. 

Para o professor, coordenador pedagógico e fundador do blog “Como educar seus filhos” Carlos Nadalim, o hábito da leitura deve vir de casa. Segundo ele, para combater a falta de interesses, os pais precisam contar mais histórias em voz alta para as crianças. 

Booking.com

O especialista conta que muitas vezes esse é o grande momento do dia dos filhos por ser uma ocasião de descobertas da criança e também da aproximação da família. “ Minha primeira dica é que leiam em voz alta, para eles mesmos, o livro escolhido”. 

– Por que fazer isso? Para se familiarizar com a narrativa, é preciso dominar a história antes de lê-la. Isso porque os pequenos percebem quando o pai ou a mãe está lendo por ler uma determinada história. Elas sabem quando estamos fingindo interesse. Evite isso a todo custo – relata. 

Outro ponto a ser analisado, segundo Nadalim, é que o texto precisa ser interessante para o leitor e para o ouvinte. Ele enfatiza a importância de se colocar no lugar das crianças e observar se o conteúdo é instigante e se a sonoridade é agradável. “Caso seu filho tenha certa idade, será capaz de entender o significado de determinada palavra em outros contextos”.  

Divulgação

– Por esse motivo, sugiro sempre fazer uma leitura prévia. Isso permite ver se existe algum ponto do texto que deva ser omitido ou que não mereça destaque. Muitas vezes, nós, pais, pegamos o primeiro livro que temos à mão e fazemos a leitura. Surge então um trecho ou palavra que você julga inadequado para a criança naquele momento e você acaba lendo sem pensar. Ela então ouve o que você disse e começa a repetir – diz.   

Nadalim ressalta também que a ilustração merece cuidados. Os pais devem ter a percepção se o desenho vai atrair a criança e chamar a atenção dela. Ele chama enfatiza ainda o fato de se ao longo da história há frases repetidas.

Ele explica que as imagens conseguem manter o interesse dos pequenos, por incrível que pareça. Quando você lê histórias em que as frases se repetem, isso cria expectativa na criança, ela espera por essa repetição. “Trata-se de um recurso interessante para a leitura em voz alta”. 

– Obviamente há muitas outras sugestões acerca desse assunto tão vasto que é a preparação da leitura em voz alta e os critérios para você escolher os livros e as histórias. Portanto, use e abuse desse recurso – conclui. 

Site: http://comoeducarseusfilhos.com.br/blog/ 

Booking.com