Cissa Guimarães faz temporada popular de ‘Doidas e Santas’ no Teatro Sesi

Vista por mais de 300 mil pessoas entre Rio de Janeiro, São Paulo e mais de 22 cidades brasileiras a comédia romântica ‘Doidas e Santas’ se consagrou como um dos espetáculos de maior sucesso da cena teatral carioca. Agora retorna ao Rio de Janeriro para temporada popular no Teatro Sesi no centro da cidade.

A montagem com texto de Regiana Antonini é livremente inspirado no livro homônimo de Martha Medeiros e a direção é de Ernesto Piccolo.

‘Doidas e Santas’ é um projeto idealizado por Cissa Guimarães e sua primeira produção em mais de 30 anos de carreira no teatro. A atriz sempre desejou levar à cena um trabalho que expressasse as inquietações da mulher moderna com relação à vida contemporânea, que exige conjugar marido, filhos, realização profissional e ainda beleza e bom humor. Cissa encontrou nos textos de Martha Medeiros a motivação para tocar seu projeto e, depois de conversar com a escritora, convidou o amigo de mais de 30 anos Ernesto Piccolo para dirigi-la. Piccolo é diretor de ‘Divã’, sucesso teatral de Lilia Cabral também adaptado de obra homônima de Martha Medeiros; e ainda da bem-sucedida ‘A História de Nós 2’.

No palco, acompanhamos a trajetória de Beatriz (Cissa Guimarães), uma psicanalista em crise no casamento. Seu marido (Giuseppe Oristânio), é turrão e machista, e não tolera a ideia da separação. Fechando o elenco, temos “as mulheres da vida” de Beatriz: irmã, mãe e filha, personagens vividas pela atriz Josie Antello. O público vivencia alegrias, desilusões, neuroses da vida urbana, o prazer que se esconde no dia a dia, as relações amorosas e o poder transformador da coragem e do afeto.

O cenário é de Sérgio Marimba, a iluminação de Jorginho de Carvalho, a trilha sonora de Rodrigo Penna e os figurinos de Helena Araujo e Djalma Brilhante.

SINOPSE
A psicanalista Beatriz (Cissa Guimarães) vive uma crise. Embora no auge da carreira profissional, a vida pessoal anda um caos. Sua mãe, a extravagante dona Elda (Josie Antello), voltou a morar com ela e vive às turras com sua filha adolescente (também Josie Antello). E o marido Orlando (Giuseppe Oristânio), após vinte anos de casamento, está cada vez mais distante, mais surdo, mais mudo, mais morno, mais jogado no sofá. Um casamento acomodado e duas gerações em crise. Assim, não há “santa” que aguente, qualquer uma fica “doida”.

SERVIÇO 
Estreia: 02 de  junho a 02 de julho 2016
Duração: 75 min.
Classificação indicativa: – 12 anos
Dias e horários: quinta e sexta 19h30 sábado 19h
Local: Teatro SESI
End.: Av. Graça Aranha 1  – Rio de Janeiro
Ingressos:  R$ 40
Telefone: (21) 2563-4164
Lotação: 338 lugares  

DEIXE UM COMENTÁRIO