Circo Motel lança vinil de seu “auê” no Z Carniceria

É em ritmo de baile que o Circo Motel recebe o vinil de “auê”, trabalho recém lançado da banda e que conta com produção de Cris Scabello (Bixiga 70), além das participações dos também “bixigas” Maurício Fleury (teclas) e Décio 7 (percussão), da mixagem do produtor nova-iorquino Victor Rice e masterização de Fernando Sanches (El Rocha). A festa acontece no Z Carniceria, em São Paulo, na sexta-feira 3 de junho e marca mais uma etapa do novo momento do grupo – foram cinco anos entre o primeiro e o segundo discos -, mais dançante e arruaceiro.

Depois da estréia do show no conceituado projeto “Plataforma” do Sesc Pompéia, os músicos chegam ao Z Carniceria soltinhos. Felipe Seabra (baixo), Rafael Charnet (guitarra), Rafael Gregorio (voz), Rodrigo Machado (guitarra), Thiago Coiote (bateria) e Irina Bertolucci (teclas) – além dos metais que integram as apresentações – mostram seu “rock soul tropical” numa nice. Somado a isso, o vinil, 180 gramas, gorducho, bolachão, que estará à venda. Para a banda, “um dos princípios fundamentais da ‘coisa toda’, antes mesmo de existirem as onze canções, foi fazer um disco que fizesse sentido rodando na vitrola”.

Depois da estréia do show no conceituado projeto “Plataforma” do Sesc Pompéia, os músicos chegam ao Z Carniceria soltinhos. Felipe Seabra (baixo), Rafael Charnet (guitarra), Rafael Gregorio (voz), Rodrigo Machado (guitarra), Thiago Coiote (bateria) e Irina Bertolucci (teclas) – além dos metais que integram as apresentações – mostram seu “rock soul tropical” numa nice. Somado a isso, o vinil, 180 gramas, gorducho, bolachão, que estará à venda. Para a banda, “um dos princípios fundamentais da ‘coisa toda’, antes mesmo de existirem as onze canções, foi fazer um disco que fizesse sentido rodando na vitrola”.

Sobre o auê
A personalidade única do álbum de estreia “Sobre Coiotes e Passáros” (2011) reaparece amadurecida neste novo registro. Ao talento de inclinações afrodançantes do conjunto se uniu Cris Scabello, responsável pela gravação e produção de “auê” (a primeira assinada exclusivamente por ele). “O disco chegou super ‘amarrado’, com conceito e ideias claras. Fica fácil trabalhar assim, em conjunto”, comenta. 

A faixa “James Brown” abre os trabalhos do álbum com o soul. “Feijoada” – primeiro single do disco – mantém a toada caprichando na irreverência e tempero da cozinha de Felipe Seabra (baixo) e Thiago Coiote (bateria). “Coração Tropical” romanticaliza com versos reflexivos – “A revolução não se faz de fora pra dentro e sem paz. De mente aberta é que se vê as coisas como devem fazer”. “Vinhos e Cigarros” traz de volta o disco para as pistas, agora mais grave e groove.

As guitarras de Rafael Charnet e Rodrigo Machado criam um surf rock à brasileira em “Terna Bahia” e “Malícia” e encerram “Cara Normal” com maestria. “Lombeira” é uma delícia relaxante até Rafael Gregorio pedir em sua voz rasgada maracujá e deixar o som contraditoriamente intranquilo. “Bom Camarada” faz lembrar nas teclas de Maurício Fleury os momentos soul de Roberto Carlos – Rafael “Chicão” Montorfano, do Quarta B, produtor de “Sobre Coiotes e Pássaros”, também atua nas teclas, em duas músicas e É Irina quem assume a função ao vivo, com beleza e leveza. “Coisas Pequenas” é artesanal, pé no chão, encerrando “auê” com a ternura de um pôr do sol. 

“O Rafa Charnet se manifestou em uma entrevista sobre o ‘rock soul tropical’ e eu acho que ele foi feliz demais nessa. É rock, mas é Brasil, é universal, porque é soul e orgânico. Tem um tanto de funk, mas não de uma forma escolada. A gente provavelmente nem sabe fazer funk, o que a gente chama de funk é certamente mais paulistano do que Wilson Pickett. Mas a ideia nunca foi ser a banda cover do James Brown”, diz Rafael Gregorio, retomando a síntese do som deles. Enquadrar música não é tarefa fácil e às vezes se torna inútil. Mais uma vez, para entender “auê” é preciso escutá-lo e escutá-lo é um prazer sem igual.

SERVIÇO
Circo Motel – lançamento do vinil “auê”
03/06, sexta-feira
00h
Ž carniceria
Av. Brigadeiro Faria Lima, 724 – Pinheiros – São Paulo/SP – CEP 05426-200
Fone: (11) 2936-0934
Ingresso: antecipado R$25 inteira e R$12,50 meia / porta R$30 inteira R$15,00 meia
Cartões de crédito e débito: Elo, Visa, Mastercard, Diners e American Express (não aceitam cheques)
Chapelaria: R$ 5,00 – Gratuito para clientes Elo
Serviço de valet/manobrista: R$ 25,00
Capacidade: 400 pessoas (sendo 80 sentadas)
Classificação etária: 18 anos
Possui área de fumantes e acesso a pessoas com deficiência

Circo Motel na rede:
http://www.circomotel.com.br/
https://www.facebook.com/circomotel/info/?tab=overview
https://www.instagram.com/circomotel/
https://twitter.com/circomotel
https://www.youtube.com/user/circomotel
https://soundcloud.com/circomotel

DEIXE UM COMENTÁRIO