Cia. Corpos Nômades apresenta o espetáculo “O Especulador de Olhos Invisíveis de Carne”

Selecionado para o Cena Aberta Funarte 2016, “O Especulador de Olhos Invisíveis de Carne” faz apresentações inéditas do Rio de Janeiro nos dias 06, 07 e 08 de maio, no Teatro Cacilda Becker. O espetáculo é baseado no texto “O Despovoador” de Samuel Beckett e dirigido pelo coreógrafo e bailarino João Andreazzi. O diretor da Cia. Corpos Nômades, que está há 08 anos longe dos palcos cariocas, ainda ministra um workshop sobre criação do espetáculo.

O Especulador de Olhos Invisíveis de Carne aborda a sensação de sufocamento das grandes cidades, especulação imobiliária e da má utilização e distribuição do solo. A nova obra da companhia resgata o princípio da ideia do “corpo nômade”, inquietação artística de Andreazzi. Com esse trabalho, o coreógrafo dá sequência a uma pesquisa iniciada há 16 anos, na extinta Favela do Gato (atual conjunto habitacional do Parque do Gato – cidade SP) e nas aldeias Guaranis  Krukutu e do Jaraguá (cidade SP). Para compor o espetáculo, esses locais  foram revisitados em 2015 e 2016.

Neste processo, os textos de Samuel Beckett, serviram de condutores para as escolhas dos elementos cênicos e elaboração da coreodramaturgrafia – termo que designa as junções: movimentos vocais e corporais, textos, projeções, trilha sonora, elementos cênicos com as coreografias. “Para este espetáculo resgatamos o conceito de “nômade” para encontrar um caminho que permeia o sistema em que vivemos”, explica Andreazzi.   Atualmente a Petrobras é a patrocinadora da manutenção da Cia. Corpos Nômades.

www.ciacorposnomades.art.br

FICHA TÉCNICA

Concepção e Direção: João Andreazzi
Elenco: Dresler Aguilera, Gervasio Braz, João Andreazzi e Letícia Mantovani Trilha Sonora: Felipe Julian
Iluminação: Décio Filho
Figurino: David Schumaker
Cenário e Vídeo: Cia. Corpos Nômades e David Schumaker
Designer Gráfico: Juliana Basile
Agradecimentos: Marcos Tupã (Aldeia Krukutu), Francisca Guarani(Aldeia Krukutu), Tupãzinho (Aldeia krukutu) Sr. Sassa (Favela do Gato), Dona Maria(Favela do Gato), Davi Martins (Aldeia Jaraguá), Jacira Minelli Andreazzi, Marcela Costa, Talita Bertanha, Claudio Willer. 

SERVIÇO

Dança – O Especulador de Olhos Invisíveis de Carne
Apresentações: 06, 07 e 08 de maio
Local: Teatro Cacilda Becker
Endereço: Rua do Catete 338, Largo do Machado, RJ (Acesso ao palco facilitado para deficientes físicos. Próximo a Estação Largo do Machado do Metrô)
Horários: sexta e sábado às 20h e domingo às 19h
Ingressos: $ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia), bilheteria abre após às 14h. Reserva: WhatsApp (11) 99231-4457 (claro) ou ciacorposnomades@gmail.com
Capacidade: 186 pessoas            
Duração:60 min
Classificação: 14 anos 

Workshop de Dança Contemporânea – por João Andreazzi e Cia. Corpos Nômades.   Palco do Teatro Funarte Cacilda Becker. 

Andreazzi criou esta aula de dança contemporânea a partir de experiências corporais vivenciadas desde os anos 80. A aula, fruto de um trabalho corporal que deu origem a uma linguagem de movimentos, foi elaborada em 1999, quando o coreógrafo retornou da Holanda, após dois anos de estudo na School for New Dance and Development. Esse trabalho que também deu origem à Cia. Corpos Nômades, e que carrega princípios da ideia do nomadismo na dança, tem os seguintes preceitos: permitir a fluidez do corpo pelo espaço utilizando o próprio impulso, sem ficar preso em contagens, formas, marcas; deixar o corpo experimentar o espaço externo e interno através do movimento. No escopo do curso há uma ênfase no trabalho de chão (floor work) e na técnica de expansão das articulações partindo da fonte do movimento, respeitando os órgãos e os sistemas do corpo. Por meio desse método, Andreazzi tem propiciado uma sólida formação a muitos artistas em dança contemporânea. 

SERVIÇO
Data: 07 de maio
Horário: sábado das 15h às 17h
Local: Teatro Cacilda Becker
Endereço: Rua do Catete 338, Largo do Machado, RJ (Acesso ao palco facilitado para deficientes físicos. Próximo a Estação Largo do Machado do Metrô)
Número de Vagas: 20
Público Alvo: Pessoas interessadas em Dança, acima de 16 anos
Gratuito. Inscrição: Enviar um e-mail para ciacorposnomades@gmail.com, com uma carta de interesse. 

Cia. Corpos Nômades
No ano de 2000 o bailarino, diretor e coreógrafo João Andreazzi, resolve rebatizar sua Companhia de João Andreazzi, que existia desde 1995, para CORPOS NÔMADES, surgindo assim a Cia. Corpos Nômades. Uma companhia de dança contemporânea da cidade de São Paulo que tem como objetivo atuar na formação, criação e difusão das artes cênicas contemporâneas. A Cia. Corpos Nômades e João Andreazzi receberam diversos Prêmios: APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte-2000, 2005 3 2010), Prêmio Estímulo da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, Prêmio Flávio Rangel, Petrobras Cultural, entre outros).

DEIXE UM COMENTÁRIO