No dia 06 de junho, a partir das 14h, o Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica dá início à programação oficial do FotoRio 2015. O evento, que este ano tem como tema principal os 450 anos do Rio de Janeiro, terá no espaço três exposições, além de sediar seminário sobre Fotografia.

O premiado fotógrafo Walter Carvalho terá no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica a exposição “Janus”. Em série fotográfica, o artista que já realizou mais de setenta filmes, traz a imagem de Janus, as duas caras do mesmo rosto, filho de Creusa e Apolo para a atualidade. Ao invés de seres da mitologia, a exposição mostra os “janus” que transitam na Cinelândia carioca, transvestidos de zorros, columbinas, piratas, pierrôs e medusas, entre outras formas.

Bina Fonyat, um dos maiores cronistas visuais da cidade nas décadas de 70 e 80, e que faleceu prematuramente em 1985, ganha retrospectiva reunindo imagens de sua trilogia: “Fotografias”; “Carnaval” e “Copacabana”.

A terceira mostra Ser Carioca – Formas de sociabilidade no Rio de Janeiro vai retratar o modo de vida do carioca, e como as pessoas interagem entre si e com a cidade.

Com o objetivo de valorizar e estimular cada vez mais as artes visuais, o FotoRio – Encontro Internacional de Fotografia do Rio de Janeiro, chega a sua oitava edição em 2015, com um amplo calendário entre os meses de junho e julho em diferentes pontos da cidade. 

“Neste ano de 2015 o FotoRio celebra os 450 anos de fundação do Rio de Janeiro fazendo da cidade e de seus habitantes seus temas exclusivos. Nesta edição queremos que a cidade se mostre através dos diferentes olhares e ângulos captados por seus fotógrafos. Queremos estimular não só a exposição e discussão de trabalhos da fotografia brasileira e internacional, como  promover e afirmar o FotoRio como um dos principais eventos na agenda cultural do país”, diz Milton Guran, Coordenador Geral.

O evento reforça o objetivo de valorizar a fotografia como bem cultural, dando visibilidade aos grandes acervos e coleções públicas e privadas e à produção fotográfica contemporânea brasileira e estrangeira, através de exposições, projeções e intervenções urbanas, cursos, seminários, oficinas, mesas-redondas, palestras e conferências.

Programação FotoRio 2015 – Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica
Endereço: Rua Luís de Camões, 68 – Centro 
Tel.: (21) 2232-4213

 O Rio de Luz de Bina Fonyat
Abertura: 06 de junho
Datas: 07 de junho a 18 de julho
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feira, das 12h às 20h; 3 ª, 5 ª sábados e feriados das 10h às 18h

Homenagem ao fotojornalista prematuramente falecido em 1985, reconhecido como um dos mais sensíveis cronistas da cidade nas décadas de 1970 e 1980. Retrospectiva que visa destacar o papel de Bina Fonyat como precursor da edição de livros de fotografia no Brasil, reunindo imagens de sua trilogia: “Fotografias”; “Carnaval” e “Copacabana”. A curadoria é de Pedro Vasquez.

– Janus, de Walter Carvalho
Abertura: 06 de junho
Datas: 07 de junho a 18 de julho
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feira, das 12h às 20h; 3 ª, 5 ª sábados e feriados das 10h às 18h

Janus, as duas caras do mesmo rosto, filho de Creusa e Apolo, guardião das entradas e deus dos começos. Ao morrer recebeu status de Deus, cuja vida foi dedicada as transformações, sua dualidade o fez Deus das transições, associado a sabedoria porque olhava para o passado e podia prever o futuro. O término e o começo, entre a vida primitiva e a civilização. Daí as duas faces a mirar para lados opostos, o da verdade o outro da mentira, o oculto e o desconhecido.Na Cinelândia transitam esses “janus” transvestidos de “zorros”, “columbinas”  e “piratas”. De “pierrôs” e de “medusas”.

Ser Carioca de Corpo Aberto
Abertura: 06 de junho, das 14h às 18h.
Datas: 07 de junho a 18 de julho
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feira, das 12h às 20h; 3 ª, 5 ª sábados e feriados das 10h às 18h

As danças inventadas, a ginga, a malemolência, a sensualidade, o corpo como matéria de expressão com toda a riqueza que faz do Rio de Janeiro o principal destino turístico do país e sinônimo de prazer no imaginário de tanta gente pelo mundo afora é o foco desta exposição. São 30 fotografias de 13 fotógrafos, com curadoria de Julieta Roitman, Milton Guran e Pedro Vasquez.

Fotógrafos participantes: AF Rodrigues, Célia Satil, Dani Dacorso, Elisângela Leite, Fábio Seixo, Marcelo Correa, Maria Buzanovsky, Monique Santos/Manu Rufi, Ricardo Beliel, Ricardo Funari, Rovena Rosa, Ruy Barros, Vincent Rosenblatt.

– Curso/ Seminário Caminhos da fotografia: ontem, hoje, amanhã
Datas: 15 de junho
Horários: Das 14h às 20h

Mesas:

14h – Difusão da fotografia no século XIX, com Lygia Segala e Joaquim Marçal

16h – Fotografia moderna: dois precursores, com Douglas Fasolato e Maria Teresa Bandeira de Mello

18h – Fotografia e museu na atualidade, com Luiz Gulherme Vergara e Joana Mazza

Sobre o Centro Municipal de Arte Helio Oitica
O espaço está instalado em um prédio do século XIX, com galerias para exposições que recebem mostras de artistas nacionais e estrangeiros e uma sala de conferência. Além de abrigar, preservar e divulgar a obra do artista plástico Hélio Oiticica.

DEIXE UM COMENTÁRIO