Celebra Gastronomia de Rua, dos Jogos 2016, ocupa o MAM

Evento do programa de cultura do Comitê Rio 2016 reunirá ambulantes da gastronomia de rua da cidade e performances artísticas

Celebra Gastronomia de Rua. Local: MAM - Museu de Arte Moderna. Rio de Janeiro. BRASIL.

Uma babel da gastronomia de rua vai se concentrar nos dias 9 e 10 de abril, sábado e domingo, nos pilotis do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, no Aterro do Flamengo. O evento é o primeiro da agenda de programações culturais do ano dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Além dos ambulantes, o MAM vai receber também shows, performances poesia e música. “Nosso conceito é ter a cultura como anfitriã dos Jogos, oferecendo uma programação variada com acessibilidade e nas ruas, para o povo ver”, define Carla Camurati, diretora de cultura do Comitê Rio 2016, que também assina a direção geral. 

Marcelinho da Lua
Marcelinho da Lua

O EVENTO
A curadoria da gastronomia é assinada pelo cineasta Sérgio Bloch, criador do “Guia Carioca da Gastronomia de Rua (volumes 1 e 2)”.  O cenário de Gringo Cardia tem desenhos do grafiteiro Geléia, da Rocinha, e textos da jornalista Inês Garçoni, com a história das comidas apresentadas. “Trazer o tradicional hábito do carioca, de comer na rua, para o MAM, que é uma referência da cultura nacional, fala muito do Rio que queremos. Acho que o público vai gostar da combinação”, aposta Sérgio. 

GASTRONOMIA
Ao todo 20 ambulantes se espalham, com barracas e carinhos, pelos pilotis do MAM, apresentando um cardápio de quitutes que já viraram referência da gastronomia carioca e brasileira:

Bolinho de Bacalhau do Mazzaropi / Cocada da Cris /Pastel do Bigode (Laranjeiras) / Capirinha do Luizinho/ Tapioca do Arnaldo (Flamengo) / Sucolé do Claudinho (Ipanema) / Papito do Xina (Gávea) / Acarajé Nega Teresa (Santa Teresa) / Angú da Lucinha (Saúde) /Ateliê Brigadeiro Carioca / Salgadinhos Família Marques (Lapa) / Caldos da Nega (Rio Comprido) / Churrasquinho da Jô (Vila Isabel) / Yakisoba do Kayo (Benfica) / Oriental do Barcellos / Tacacá da Rose (Ilha do Governador) / Empada do Paulinho (Guadalupe) / Pão de Queijo do Carlinhos (Bangu) / Esfiha do Marquinhos Árabe (Barra).

CULTURA
Como a música dos Titãs, “a gente quer comida, diversão e arte”, a programação do Celebra Gastronomia de rua se completa com atividades culturais, que inclui poesia, teatro, dança, e música variada, além de projeções do VJ Jodele Larcher para acompanhar os DJs João Brasil e Marcelinho da Lua.

SUSSURRADORES
Intervenção artística e poética em que dois artistas vão sussurrar fragmentos de poemas e minicontos com a temática do evento

GRUPO TEATRAL E ETC E TAL E BARRACÃO DA POTI
Intervenções teatrais com os grupos, criadas exclusivamente para o evento em que se aborda tema gastronomia.

NOITES DO NORTE
O  grupo apresenta um repertório com ritmos originários da região Norte do país, como lambadas, cumbias, bregas e os carimbós. 

EL MIRACULOSO SAMBA JAZZ
O grupo mistura ritmos brasileiros (afoxé, bossa nova, samba, carimbó, frevo, maxixe, choro, funk) a outros ritmos influenciados pelo jazz (EUA).

OS JOGOS E A CULTURA
A presença da cultura nos Jogos Olímpicos faz parte da tríade esporte-educação e cultura implantada pelo pedagogo e historiador francês Pierre de Coubertin, fundador dos Jogos na Era Moderna.  As primeiras manifestações artísticas aconteceram em Estocolmo, em 1912, e seguiram, atingindo seu ápice em Barcelona, em 1992, quando o Programa de cultura deixou legados de alto impacto.

Serviço

Celebra Gastronomia de Rua

Evento de gastronomia com 20 ambulantes e programação cultural variada
Dias 9 e 10 de abril
Sábado – de 13h às 21h
Domingo – das 11h às 20h
Pilotis do MAM (Av.Infante  Dom Henrique 85 – Parque do Flamengo)
Entrada Franca
Estacionamento no local
#CulturaRio2016  

DEIXE UM COMENTÁRIO