Carne Doce libera “Artemísia”, primeiro single de seu disco novo

Gravado no Red Bull Studios São Paulo, o registro trata da questão do aborto e faz uma defesa da liberdade de escolha da mulher

Carne Doce (Felipe Gabriel / Red Bull Content Pool)
Carne Doce (Felipe Gabriel / Red Bull Content Pool)

“Artemísia” é o nome de uma erva de propriedades medicinais que, supostamente, quando combinada com outras plantas, tem efeito abortivo. Também é o nome do recém-lançado single da banda goiana Carne Doce, liderada pelo casal Macloys Aquino e Salma Jô. Além da faixa, o grupo também divulgou o clipe de “Artemísia” em sua página, que mostra Salma dançando enquanto atravessa um túnel construído em 1918, no centro de Campinas.

Assim como o nome sugere, a música – que faz parte do novo disco do grupo – fala sobre aborto e debate a escolha da mulher nesse contexto. De acordo com Salma, a letra teve o intuito “de explorar a ideia do ‘meu corpo minhas regras’ num sentido total, radical, onipotente”. Macloys completa: “O disco terá perspectiva mais feminina, sem deixar o tom confessional do primeiro lançamento”. 

O registro foi gravado por Rodrigo Funai Costa e Alejandra Luciani ao longo de junho, no Red Bull Studios São Paulo. Todo o processo foi marcado pela imersão do grupo tanto no estúdio quanto em outra cidade – eles, que são de Goiânia, viveram em um apartamento alugado durante um mês na capital paulista. O plano da banda – que conta ainda com João Victor Santana, Ricardo Machado e Aderson Maia – é que o álbum já seja lançado em agosto deste ano.