Cantor Rafynha lança um trabalho paralelo chamado hashtag levando meu som por aí!

UM projeto com ajuda e parceria de seus amigos  Alan Souza e Diego Silva (Grupo Domínio do Samba),uma mistura de black music, MPB e samba, levando artistas como: Marisa Monte, Caetano Veloso, Jorge Benjor, Ed Mota, Jovelina Perola Negra e Zeca Pagodinho. Se a união faz a força, a união também faz a música.

Em meio à efemeridade do mercado musical atual, poucos artistas conseguem longevidade na carreira, sem comprometimento à qualidade do trabalho. Cantor Rafynha se encaixa perfeitamente nessa descrição. De taxista nas ruas do Rio de Janeiro ainda conseguia fazer shows nas madrugadas depois do expediente.

A paixão pela música era antiga, e no começo tudo era só divertimento, mais as coisas foram acontecendo é inegável o avanço das mídias digitais. O artista tem de aproveitar todas as formas de consumo que a tecnologia proporciona. O público é ávido por novidades, na atual fase da minha carreira, os sucessos sempre se sobrepõem às novas composições

Perdura a sensação de uma constante renovação e de um contínuo aprimoramento. A cada ano vivenciei a descoberta de novas técnicas e desafios. Essa longa trajetória só pode ser alcançada com muita dedicação, diz Cantor Rafynha.

DEIXE UM COMENTÁRIO