Caixa CulturaL reúne 17 filmes do cinema argentino

A Caixa Cultural Rio de Janeiro apresenta até dia 30 de agosto, a mostra de cinema Argentina Rebelde, com 17 filmes, entre longas, médias e curtas-metragens que traçam um amplo panorama do cinema argentino.

Veja a programação:

23 de agosto (domingo)
Cinema 1
15h – O Dependente (1969), Leonardo Favio, 82 min, Argentina, 14 anos
+ Pude Ver um Puma (2011), Eduardo Williams, 17 min, 12 anos
17h15 – Parapalos (2004), Ana Poliak, 93 min, Argentina, 16 anos

Cinema 2
17h – Mul3k3s (2013), Raul Perrone, 157 min, Argentina, livre

25 de agosto (terça-feira)
Cinema 1
15h30 – Jogue uma Moeda (1960), Fernando Birri, 33 min, livre.
+ Os Inundados (1962), Fernando Birri, 87 min, Argentina, livre
18h – Invasão (1969), Hugo Santiago, 125 min, Argentina, 14 anos. Sessão comentada pelo crítico Isaac León Frías

26 de agosto (quarta-feira)
Cinema 1
15h – A Casa do Anjo (1957), Leopoldo Torre Nilsson, 78 min, Argentina, livre
16h45 – A Patagônia Rebelde (1974), Héctor Olivera, 103 min, Argentina, 14 anos
19h15 – A Guerra Gaúcha (1942), Lucas Demare, 95 min, Argentina, livre

27 de agosto (quinta-feira)
Cinema 1
15h30 – A Hora dos Fornos – parte 1: neocolonialismo e violência (1968), Fernando Solanas e Octavio Getino, 85 min, Argentina, 16 anos.
17h15 – Rei Morto (1995), Lucrecia Martel, 12 min, Argentina, 16 anos
+ Parapalos (2004), Ana Poliak, 93 min, Argentina, 16 anos

Cinema 2
13h-17h – Minicurso: Revolucionários, insurgentes e dissidentes, com Alejandro Cozza
19h15 – Terra dos patriarcas (2011), Nicolás Prividera, 100 min, Argentina, livre

28 de agosto (sexta-feira)
Cinema 1
16h – Tempo de Vingança (1981), Adolfo Aristarain, 108 min, Argentina, 14 anos
18h30 – O Dependente (1969), Leonardo Favio, 82 min, Argentina, 14 anos
+ Pude Ver um Puma (2011), Eduardo Williams, 17 min, 12 anos
Sessão comentada pelo curador Victor Guimarães.

Cinema 2
14h-18h – Minicurso: Revolucionários, insurgentes e dissidentes, com Alejandro Cozza

29 de agosto (sábado)
Cinema 1
17h – O Amor é uma Mulher Gorda (1987), Alejandro Agresti, 82 min, Argentina, 14 anos.
18h45 – Conferência: Rebeldia estética, rebeldia política, por Roger Koza –
Conjugando obras de cineastas como Leonardo Favio, Hugo Santiago, Edgardo Cozarinsky, Ana Poliak e Raúl Perrone, o crítico Roger Alan Koza traçará um mosaico de formas da rebeldia no cinema argentino.

Cinema 2
10h-14h – Minicurso: Revolucionários, insurgentes e dissidentes, com Alejandro Cozza
14h20 – Mul3k3s (2013), Raul Perrone, 157 min, Argentina, livre

30 de agosto (domingo)
Cinema 1
14h50 – Os Traidores (1973), Raymundo Gleyzer, 109 min, Argentina, 16 anos
17h – Mesa redonda: Políticas do cinema argentino, com os críticos Alejandro Cozza, José Carlos Avellar e Roger Koza e mediação do curador Victor Guimarães. Será discutida a história do cinema argentino a partir de uma investigação sobre como diferentes cineastas ou grupos fizeram conviver pesquisas formais singulares e atitudes políticas diversas diante da realidade social argentina e latino-americana.
19h30 – … (Reticências) (1971), Edgardo Cozarinsky, 77 min, Argentina, 16 anos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui