Batidas do coração marcam música de artista carioca

“Eu não quero desacreditar" tem as pulsações do cantor Luiz Lopez como elemento principal

Luiz Lopez
Luiz Lopez

Luiz Lopez chega ao segundo álbum solo trazendo inovação na gravação do seu mais novo single. Intitulada “Eu não quero desacreditar”, a canção usa as batidas do coração do cantor em forma de percussão, para transmitir o próprio sentimento por meio do ritmo das pulsações. A faixa faz parte do álbum “Visceral”, que sai no fim desse mês.

Cantando em formato intimista, o músico substitui o esperado bumbo da bateria pelas batidas do peito gravadas de forma simples: através do microfone. Luiz entrega uma carga de emoção na faixa, para que as pulsações propaguem e deem um efeito mais tocante na interpretação.

“No inicio gravamos com o bumbo da bateria fazendo aquelas batidas. Mas no meio do processo imaginei que batimentos cardíacos poderiam cair muito bem, não só pelo ritmo mas também pela carga de emoção que eu deposito cantando. Dei uns pulos pra agitar os batimentos, apertei bem forte o microfone no peito e deu certo”, explica sobre o processo.

“Eu não quero desacreditar” faz parte do sucessor de “¨Primal” (2014), que de acordo com o artista, revela uma atmosfera diferente e particular.

“Podem esperar muita entrega. Trabalhei intensamente cada música. As letras estão desconfortavelmente sinceras. Experimentei muitos tipos de emoções durante as gravações. A voz denuncia tudo: medo, vergonha, alegria, etc. Acho que as pessoas podem esperar um álbum profundo e honesto”, promete ele.

Guitarrista de Erasmo Carlos desde 2009, Luiz Lopez já colaborou em três álbuns do ‘Tremendão’ e um disco com a ex-banda Filhos de Judith. A musicalidade do cantor se resume ao melhor dos anos 60, carregada de fortes influências como Raul Seixas e The Beatles. Por falar no quarteto de Liverpool, o artista já teve a oportunidade de masterizar a música “Já Não Quero Mais” no lendário estúdio Abbey Road, em Londres.

Para mais, a carreira solo prossegue com uma vasta experiência no currículo. Além de participar de discos de Erasmo, o cantor já tocou com grandes nomes da música brasileira como Marisa Monte, Arnaldo Antunes, Marcelo Jeneci, Paula Toller e o ‘Rei’ Roberto Carlos.

Toda essa bagagem aparece em “Visceral” e no single “Eu não quero desacreditar”. Ouça a faixa: