Asas do Tempo – Imagens de Berlim

Até 15 de fevereiro (segunda-feira), no CCBB Rio de Janeiro, com entrada franca

Berlin Alexanderplatz - Global Screen
Berlin Alexanderplatz - Global Screen

Os últimos cápitulos da série Berlin Alexanderplatz (1980), de Fassbinder, em versão restaurada, sucessos recentes de publico e crítica como Jack (2014), de Edward Berger, e a comédiaBornholmer Straße (2014), entre outros filmes.

A retrospectiva Asas do Tempo – Imagens de Berlim apresenta 15 filmes e duas séries de TV, produzidos entre as décadas de 1920 e 2010, que mostram cem anos de história alemã através de filmes realizados em Berlim. Com o que os cineastas berlinenses se ocuparam nos últimos 100 anos? De que forma viram, mostraram e usaram a sua cidade nos filmes? A mostra é um evento paralelo à exposição Zeitgeist Berlim – Arte da Nova Berlim, que acontece no CCBB Rio, de 27 de janeiro a 4 de abril.

Nestes útlimos dias da mostra serão exibidos filmes de várias épocas, temas e estilos:

– Os três últimos capítulos e o epílogo da clássica série Berlim Alexanderplatz, R. W. Fassbinder.

Sonnenallee (1999), de Leander Haußmann,          que reflete a divisão e a queda do muro, enquanto A vida é um canteiro de obras (1997), de Wolfgang Becker, mostra a geração jovem na Alemanha recentemente reunificada.

–  Os assassinos estão entre nós (1946), de Wolfgang Staudte, o primeiro filme pós-guerra alemão no qual Berlim surge como o símbolo da Alemanha destruída em todos os aspectos.

Jack (2014), de Edward Berger, e a comédia Bornholmer Straße (2014), de Christian Schwochow, são sucessos recentes de público e crítica na Alemanha.

Acima do peso (2011), de Axel Ranisch, foi aplaudido como filme do recém surgido gênero Berliner Mumblecore. Produzido com uma verba escassa e filmado com amigos e parentes, o filme expressa os pontos de vista de uma nova geração de realizadores formados em Berlim que não queriam esperar anos pelo financiamento de seus filmes, mas que priorizam a expressão artística ao invés de produções caras e perfeição técnica. – A comédia Todos contra Zucker (2004), de Dani Levy, conta a história do confronto de um judeu secular de Berlim com sua família ortodoxa de Frankfurt.

PROGRAMAÇÃO – últimos dias

Dia 12/02 (Sexta-Feira)

15h30 –  Berlim Alexanderplatz  – 11ª parte: Saber é poder e Deus ajuda a quem cedo madruga

Direção: R. W. Fassbinder, Alemanha, 1980, 59 min, 18 anos.

Franz pede a Pums para voltar à sua gangue. Mieze se chateia por Franz estar ganhando dinheiro por conta própria. Após uma violenta briga, testemunhada por Reinhold, Franz e Mieze se reconciliam.

17h – A vida é um canteiro de obras (Das Leben ist eine Baustelle)

19h30 – Os assassinos estão entre nós (Die Mörder sind unter uns)
Direção: Wolfgang Staudte. Alemanha, 1946, p&b, 81 min, 12 anos.
Berlim, 1945 – uma cidade em ruínas. Susanne Wallner, recém-saída do campo de concentração, volta para o seu antigo apartamento, agora ocupado pelo cirurgião Dr. Mertens. Os dois são obrigados a dividir a moradia. Mertens encontra Brückner, seu ex-capitão, que acreditava estar morto. Responsável pela execução de mais de 100 civis durante a guerra, Brückner é agora um empresário de sucesso. Mertens decide fazer justiça com as próprias mãos.

Dia 13/02 (Sábado)

17h30 – Bornholmer Straße

19h30 – Acima do peso (Dicke Mädchen)

Direção: Axel Ranisch. Alemanha, 2011, colorido, 76 min, 14 anos.
Sven vive com a mãe, Edeltraut, em um apartamento e divide com ela até mesmo a velha cama de casal. Quando ele vai para o trabalho, Daniel vem e cuida da mulher, psicótica. Um dia, Edeltraut tranca Daniel na sacada e desaparece. Juntos, Sven e Daniel, procuram pela desaparecida. Isso bem que poderia ser o início de uma bela amizade, não sentisse Sven tão evidentes inclinações homossexuais – e não tivesse Daniel esposa e filho à sua espera. Desenvolve-se então, uma história de amor tragicômica.

Dia 14/02 (Domingo)

15h30 – Berlim Alexanderplatz – 12ª parte: A serpente na alma da serpente

Direção:  R. W. Fassbinder. Alemanha, 1980, 59 min, 18 anos.

Franz apresenta Mieze a Meck. Reinhold chantageia Meck para arranjar um encontro com Mieze. Meck leva Mieze até Reinhold. Reinhold acaba estrangulando Mieze na floresta.

17h30 – Todos contra Zucker

19h30 – Jack

Direção: Edward Berger. Alemanha, 2014, colorido, 102 min, 12 anos.

Jack, um menino de dez anos, e seu irmão mais novo, saem em uma jornada para encontrar a mãe que desapareceu. Durante vários dias, eles percorrem a cidade. Ninguém percebe que estão sozinhos.

Dia 15/02 (Segunda-Feira)

15h30 – Berlim Alexanderplatz – 13ª parte: O exterior e o interior e o segredo do medo do medo

Direção: R. W. Fassbinder. Alemanha, 1980, 59 min, 18 anos.

Franz conta para Eva que Mieze o abandonou. Meck vai com a polícia até a floresta para ajudar na procura do corpo de Miete. Franz fica transtornado ao saber da morte de Mieze.

17h – Berlim Alexanderplatz – Epílogo: Rainer Werner Fassbinder: Meu sonho com Franz Biberkopf

Direção:  R. W. Fassbinder. Alemanha, 1980,  111 min, 18 anos

Numa sequência onírica, Franz caminha por uma rua de mortos, acompanhado por dois anjos. Encontra Mieze e outros personagens de sua vida.

19h30 – Sonnenallee

Direção Leander HauBmann. Alemanha, 1999, colorido, 94 min, 14 anos.

Sonnenallee é o nome de uma rua em Berlim que foi dividida pelo muro. A vida de um grupo de jovens da Alemanha Oriental (RDA), no final dos anos 70, próximo de um dos poucos pontos de passagem entre o Leste e o Oeste para cidadãos alemães, com destaque para a importância da arte e da música pop em suas vidas.

ASAS DO TEMPO: IMAGENS DE BERLIM

Realização: Goethe-Institut

Apoio: Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro e Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro

Curadoria: Goethe-Institut – Robin Mallick e Arndt Roskens

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

30 de janeiro a 15 de fevereiro de 2016 (quarta a segunda-feira)

Rua Primeiro de Março 66, Centro, tel (21) 3808-2020

Sala de Cinema 2 (50 lugares) – Entrada franca

www.twitter.com/ccbb_rjwww.facebook.com.br/ccbb.rj

 

DEIXE UM COMENTÁRIO