Ana Costa canta Martinho da Vila no show Pelos Caminhos do Som

A cantora e compositora Ana Costa,  com renomada trajetória no universo do samba, cantará a lusofonia de Martinho da Vila, seu padrinho musical, em seu primeiro DVD intitulado “Pelos Caminhos do Som”.

Ana Costa canta com propriedade o repertório de Martinho da Vila tamanha é a identificação que desenvolveu com sua obra. E pela intimidade e carinho que tem com o universo do mestre, escolheu esse repertório para compor o seu primeiro DVD que gravado em março/2015 no Imperator (RJ) com direção geral de Bianca Calcagni, Direção Artística de Analimar Ventapane (filha do compositor homenageado), Direção musical de Júlio Florindo, Cenário de Iza Valente, Design de Luz de Aurélio Oliosi, Produção de Zambo e MDM, Co-produção do Canal Brasil e distribuição da Biscoito Fino.

No show “Pelos Caminhos do Som”, Ana Costa faz um recorte vibrante da obra lusófona do mestre Martinho da Vila, compositor eclético, pesquisador incansável dos variados ritmos brasileiros e considerado o embaixador da música brasileira dos países de língua portuguesa. O objetivo deste registro é chamar a atenção para a importância da criação de Martinho, que propôs o chamado “traço de união” entre as nações de língua portuguesa, misturando sambas que estão no imaginário de todos nós com belas canções que foram menos divulgadas.

Esse show que se tornará um DVD foi pensado a partir do CD ‘Lusofonia’, lançado em 2000, no qual Martinho exalta a música e a cultura dos países lusófonos, mas também exalta as belezas do nosso país. São composições de Angola, Moçambique, Portugal e Timor Leste que o Martinho releu e criou versões. É fato que vemos alguma semelhança entre as músicas deles e a nossa e o show é resultado desse flerte do Martinho. Desde os anos 80, ele viaja todos os anos para esses e outros países de língua portuguesa a fim de garimpar as suas preciosidades sonoras”, diz Ana Costa.

No roteiro, “Fazendo as malas” (de Martinho e Rildo Hora), “Semba dos Ancestrais” (dele com a saudosa Rosinha de Valença), a recente “Filosofia de vida” (feita a seis mãos com Marcelinho Moreira e Fred Camacho), as famosas “Odilé odilá” (parceria dele com João Bosco, que Ana Costa regravou no Sambabook do Martinho), “Traço de união” (mais uma da dupla Martinho/ João Bosco), “Canta canta, minha gente” e “Madalena do Jucú” (uma versão dele para uma cantiga de domínio público). Esta última foi registrada no clássico “O canto das lavadeiras”, de 1989, um disco inspirado no folclore brasileiro. A faixa que nomeia o show/DVD, “Pelos caminhos do som”, também saiu desse elepê antológico.

A cantora estará acompanhada por Julio Florindo (contrabaixo e direção musical), Maurício Massunaga (no violão, na guitarra e no bandolim), Alessandro Cardozo (no cavaquinho), Daniel Félix (na percussão), André Manhãs (na bateria), Antônio Guerra (nos teclados), Jussara Silva e Verônica Bonfim (vocais).

Serviço:

Show:  Ana Costa canta Martinho da Vila no show Pelos Caminhos do Som

Teatro Rival Petrobras

Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia – Tel: 2240-4469

Dia 13 de janeiro, quarta-feira, às 19h30

Abertura da casa às 18h30.

Preço:

Setor A / Mezanino / Setor B:

R$ 60  (Inteira)

R$ 45 (Promoção para os 200 primeiros pagantes)

R$ 30 (Estudante/Idoso/Professor da Rede Municipal/Funcionários da Petrobras)

Classificação: 16 anos

Capacidade: 458 lugares

Esta casa é patrocinada pela Petrobras

DEIXE UM COMENTÁRIO