Fio - por Philippe Baptiste
Fio - por Philippe Baptiste

Fio é o nome do novo projeto da cantora, compositora e multi-instrumentista Aline Lessa. Ao lado do guitarrista e produtor musical Elisio Freitas,  ela interpreta canções conhecidas, e outras nem tanto, de Chico Buaque e Vinicius de Moraes. O show terá a participação da atriz e cantora Karla Bion e acontecerá no Bar Semente – reduto da música carioca onde, vez ou outra, o próprio Chico aparece para uma canja – no próximo sábado, 13 de agosto, às 20h.

O trabalho nasce, primeiro, da vontade de interpretar obras tão importantes na trajetória de formação musical tanto de Aline quanto de Elisio. Já nos primeiros ensaios surgiu também a vontade da experimentação, a ousadia de propor novas leituras de obras tão intimidadoras para cantoras e instrumentistas. É muito comum encontrarmos abordagens demasiadamente presas às interpretações já consagradas assim como interpretações que, na tentativa de “modernizar” tais clássicos, acabam perdendo a essência dessas obras. 

O projeto é, também, um aprofundamento de Aline no seu trabalho de intérprete e na sua pesquisa e interesse pela música brasileira, tão presente na sua formação musical, desde sempre. No Fio, Aline é a voz, o centro do palco, diferente de todas suas bem sucedidas experiências passadas como instrumentista e compositora.

Aline é musicista (toca piano, violão, baixo, bateria e violino) e compositora nata: por seis anos foi responsável por boa parte das composições da banda de rock alternativo “Tipo Uisque”, onde também tocava teclado e fazia backings. Gravou os EP’s “Afague” e “Home”, lançados pela gravadora Som Livre. Juntos se apresentaram desde pequenas casas cariocas até o imenso palco do Lollapalooza Brasil, de programas de TV até o impressionante festival SXSW, nos EUA, gerando várias turnês, criando público fiel e tendo reconhecimento como compositora.

A partir de 2014, deu um tempo nas composições em inglês e se enveredou pela carreira solo, se entregando às influencias caseiras e serestas que ouvia com seu pai. Em 2015, nasceu seu primeiro álbum solo, auto-intitulado e em português. 
A produção é assinada por ela e por Elisio Freitas (produtor e guitarrista do disco “Porquê da Voz”, de César Lacerda) nas 10 canções presentes no registro, mostrando um repertório homogêneo e confessional. Bem recebido por crítica e público, o trabalho figurou em algumas listas de melhores do ano e recebeu atenção de veículos especializados.

Agora, paralelamente à shows do primeiro disco e já na pré produção do segundo disco solo (que também contará com a produção de Elisio Freitas), Aline aparecerá por aí relendo, desconstruindo e reverenciando canções tão notáveis e intimidadoras como as canções de Chico e Vinicius. Apenas com a guitarra distorcida de Elisio, efeitos de voz e a percussão de Eduardo Lyra, Aline se lança sem medo na arena das intérpretes, missão nada fácil quando se fala de Brasil.

Serviço

Fio interpreta Chico e Vinicius
Sábado, 13 de agosto
Horário: 20h
Onde: Bar Semente 
Rua Evaristo da Veiga, 149 – Lapa, Rio de Janeiro
Preço: R$30

Reservas: contato@barsemente.com.br ou 
(21) 2507-5188 e 99781-2451

 

DEIXE UM COMENTÁRIO